Ioiô

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

 

Cquote1.png Você quis dizer: Diabolo Cquote2.png
Google sobre Ioiô

Cquote1.png Eu ja brincava disso com 350 anos de idade Cquote2.png
Dercy sobre Ioiô

Filipino usando o IoIô como uma arma letal

Ioiô é um dos brinquedos mais antigos que existe, o mais antigo ioiô encontrado data do primeiro casamento da Dercy Gonçalves. É constituído de dois discos, geralmente de plástico, por que quando eram de metal os meninos machucavam muitas gurias retardadas na escola tentando se exibir, mas podendo ser também de madeira, unidos no centro por um eixo no qual prende-se uma corda, aonde é possível esconder pequenos objetos como uma balinha de cocaína. Deixando-se cair o ioiô, num movemento completamente gay, de certo modo ele sobe com o impulso, e a corda se enrola; deverá outra vez cair e subir, sucessivamente, até que termine o impulso inicial. O ioiô é o maior responsável pelas crianças do século XXI descobrir a punheta mais cedo.

Origem[editar]

A história desse brinquedo é bem antiga e misteriosa. Não se sabe bem ao certo onde nasceu o ioiô, sendo cogitados como prováveis "berços" o Acre e a República das Bananas. Alguns ioiôs antigos foram encontrados na Grécia, datados de 2500 anos, utilizando blocos de barro ao invés dos discos. Mas isso aconteceu por que Dercy quando moça em viagem para a Grécia resolveu brincar com o seu cocô. Nas Filipinas, os nativos utilizavam o ioiô como arma e instrumento de caça, sendo colocadas duas pedras no lugar dos discos e uma corda de até seis metros. Como vemos, o ioiô era muito perigoso.

A palavra "ioiô" vem do filipino, e quer dizer "Desça e suba aqui sem parar".

Como brincar de Ioiô[editar]

Ioiô no Tibia

Para brincar com essa coisa sem graça e bancar o viadinho com o pulso quebrado, o jogador coloca seu dedo dentro do cu laço no fim da corda e agarra o ioiô. Então o jogador arremessa-o para baixo em um movimento leve e suave. Quando alcançar o fim da corda, o ioiô pode ser posto a "dormir", onde o eixo do ioiô fica rodando dentro do loop da corda dando a impressão de que ficou parado e não voltou. Enquanto o corpo do ioiô gira, um efeito giroscópico acontece, estabilizando o ioiô no seu eixo e permitindo um tempo para realizar um número de movimentos, que podem ser ficar girando o ioiô em volta de si mesmo e achando que é bonito ser feio ou tacando na cara daquela tia chata que não para de encher o saco. Para retorná-lo à mão do jogador, basta dar um puxão com o pulso (novamente, se achando uma baitola), fazendo com que a corda se enrole completamente no eixo. Em geral, qualquer movimento ou combinação de movimentos que resultam no retorno do ioiô à mão do jogador é considerado uma manobra, embora isso não seja um padrão absoluto.