Grandpa Sawyer

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Família Sawyer.jpg Este artigo é CANIBAL!

Este artigo está relacionado com canibalismo. Isso significa que ele(a) se
alimenta dos seus semelhantes e provavelmente é um Serial Killer.

Se vandalizar, Hannibal lhe servirá para seus convidados.


Velhadaslu.jpg Grandpa Sawyer é uma velharia!

Este artigo é sobre algo da época em que os Beatles estavam na moda e sua avó era gostosa. Se vandalizar este artigo, um corcel vai te atropelar!

Primeiro-celular-do-mundo2.JPG


Sawyer, o sex-symbol do Texas.

Grandpa Sawyer é o cabra de mais alta periculosidade que já pisou no Texas. Quando era adolescente, matou mais de mil usando apenas um pedaço de pau. Teria usado uma motosserra, ou até mesmo uma peixeira, mas naquela época ainda não existiam essas parafernálias modernas, e as divergências eram resolvidas na base da porrada mesmo. Nestes anos gloriosos, em que fazia muito sucesso, aparecendo na coluna policial do único jornal da região, Sawyer arranjou uma namorada, que era tão sádica quanto ele, e trabalhava em um abatedouro matando porcos na base do enforcamento. Apesar deste casal ser um modelo de beleza e elegância, pois possuiam 2 dentes na boca, recorde absoluto da região, os filhos deles nasceram tão feios, mas tão feios, que o açougueiro que fez o parto morreu de ataque cardíaco quando puxou as crianças do ventre da mãe e olhou para a cara delas.

História[editar]

Sawyer em seus tempos áureos, quando ainda esbanjava vitalidade e disposição. Não usava uma máscara de pele humana como o seu neto adotivo, Leatherface, mas usava uma super-fashion máscara de hóquei usada que encontrara no lixo, embrulhada no papel higiênico usado.

Sawyer possui uma história muito parecida com a sua. Ele não nasceu, foi expelido da barriga de sua mãe, que estava passando mal por ter comido um bife fedido que encontrara jogado no canil. A mãe de Sawyer tentou se livrar desta macumba, jogando o garoto dentro do esgoto. Mas como vaso ruim não quebra, Sawyer conseguiu sobreviver, agarrando-se nos canos para não afundar junto com as outras merdas. A partir daí, o bebê passou a sobreviver comendo ratos e baratas, que ele matava com as próprias mãos miúdas. Foi a partir daí que ele começou a se familiarizar com os assassinatos em série, e tomou gosto pela coisa.

Com 5 anos, Sawyer aprendeu a andar, e pela primeira vez na vida conseguiu ver a luz do Sol. Porém, a feiura de Sawyer era tanta, que ao ver o garoto, o Sol se escondeu atrás das nuvens por 30 dias e 30 noites, o que causou o maior toró já visto na história, que inundou a Terra e extingiu 99% da população. Os únicos sobreviventes foram Noé, sua família, uma cambada de animais e o próprio Sawyer, pois nem o diabo queria que esta coisa perambulasse em seus domínios.

Na adolescência, Sawyer comeu o corpo de um morto, que encontrou boiando no Rio Tietê, e gostou do gosto da carne. Era mais saboroso do que a carne de animais doentes. Então, para não ter que esperar que os traficantes fizessem o serviço, Sawyer pôs a mão na massa, e passou a caçar sua própria refeição nos becos. No princípio, ele matava apenas mulheres e crianças, pois além da carne ser fresca, estas vítimas não tinham praticamente nenhuma defesa. Mas com o tempo, Sawyer desenvolveu habilidades de artes marciais, e começou a comer de tudo, afinal, não se deve escolher comida, o cardápio deve ser bem variado para que não falte nenhuma vitamina no corpo.

Com o passar dos anos, Sawyer aperfeiçoou as suas habilidades, e já conseguia matar 6 em 5 minutos. Apesar de conseguir grandes quantidades de comida, Sawyer começou a ser caçado pelos home, que não estavam nada satisfeitos com o assassinato de pagadores de impostos. Então, para despistar os coxinhas, Sawyer se mudou para o Texas, pois naquele fim de mundo ninguém iria encontrá-lo, provavelmente nem Deus.

Então, entra ano, sai ano, e Sawyer continuou matando uma pessoa atrás da outra, sem se preocupar com as autoridades. Ele ficou nessa por muitos anos, até que conheceu uma doida que trabalhava em um abatedouro, e matava animais na base da cacetada (Em algumas ocasiões especiais, no golpe de marretada). Foi amor à primeira vista. Um completava o outro. Além de possuírem as mesmas características de psicopata, os dois possuíam os mesmos hábitos alimentares, o que facilitou o começo do namoro. Muito romântico, Sawyer sempre levava sua namorada ao restaurante de Hannibal Lecter, que fazia 42 pratos diferentes usando apenas uma perna humana.

Após alguns meses de namoro e cortejos, Sawyer e a mulher tiveram seu primeiro filho, que era um galã, tão bonito que, quando as garotas o viam, gritavam histericamente... E depois saíam correndo em disparada na direção oposta. Esse foi apenas o primeiro fruto da relação entre o casal. Depois vieram outros, mas nenhum que tenha feito algo que preste. Enfim, com Sawyer, a mulher e mais uma penca de filhos, estava formada uma típica família de caipiras. Para completar só faltava a espingarda, mas como o pessoal não tinha dinheiro para comprar isso, eles substituíram por uma motosserra enferrujada que encontraram boiando no lago.

Últimos dias[editar]

Após 400 anos de muitas glórias, Sawyer resolveu se aposentar, e passar o resto de seus segundos dias jogando bingo com a sua velha, que pasmem, ainda não tinha entrado em estado de putrefação. Cartela vai, cartela vem, e eles nem viram o tempo passar. Na verdade, passou-se tanto tempo que eles morreram, mas a ficha não caiu. Sawyer só foi descobrir que estava morto quando tentou flertar com Sally Hardesty, loira de 20 anos, e não teve forças para martelar a cabeça da jovem. Depois deste acontecimento, Sawyer percebeu que era um inútil, mas ainda não se entregou de vez para a morte. Para se redimir do erro, Sawyer começou a fazer exercícios, para ver se voltava a velha forma. 12 anos depois, já em forma (de defunto) e muito mais ágil, Sawyer acreditava que conseguiria matar Vanita 'Stretch' Brock, a protagonista berrona de O Massacre da Serra Elétrica 2. Porém, mas, entretanto, todavia, mesmo mais forte e resistente, Sawyer não conseguiu matar a garota, pois como protagonista e final girl, ela era protegida pelo diretor Tobe Hooper. Depois de ter falhado em mais esse assassinato, Sawyer usou suas últimas energias para tacar sua marreta de estimação na cabeça do xerife Lieutenant 'Lefty' Enright, mas como sua visão não era mais a mesma de 300 anos atrás, ele acabou acertando a bagaça na cabeça de seu neto adotivo, Leatherface, que ficou desnorteado. Depois disso, acabaram todas as forças de Sawyer, e ele ficou um pouco mais morto do que já estava (mas ainda vivo). Essa criatura só foi morrer definitivamente quando Drayton puxou o pino de uma granada que estava no bolso de Hitchhiker, e explodiu o lugar, matando todo mundo que ali estava, incluindo nosso querido Sawyer, que finalmente pôde ir tornar a luz branca no fim do túnel um pouco mais vermelha sangue, sua cor favorita.


v d e h
BUUUUUZZZZZZZZZZZZZZ!!! O Massacre da Serra Elétrica...
Leatherface montagem 2.jpg