G O T H A M

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Gotham é mais uma série da DC Comics que se arrasta na cidade de mesmo nome, cujos episódios tentam cobrir o buraco na história do que houve lá entre a era Bruce mimado e Batman fodão.

Ambientação[editar]

Cena comum em Gotham City. Se essa sombra é mesmo o Batman ou não, pouco importa.

Todos, ou pelo menos a maior parte dos fatos, ocorrem em Gotham City e arredores. A cidade, que mais parece uma mistura de Nova York com Londres, Osasco e São Paulo, é designada para ser um dos piores lugares para se morar no mundo inteiro. Não apenas por causa da poluição e da violência sem limites, isso é o de menos. Quem nunca cometeu um crime lá, não é digno de ser considerado morador. Não bastasse isso, Gotham possui um asilo onde cientistas brincam fazendo experimentos nos doidos e um departamento de polícia tão incompetente que uma criança de 7 anos poderia organizá-lo melhor.

Por ter caído num vórtice temporal, os prédios históricos da cidade geralmente possuem gárgulas no topo, e nas ruas ainda rodam carros dos anos 60. Enfim, não é difícil notar um figurante usando um smartphone para chamar um táxi possante (e sendo sequestrado logo em seguida).

Enredo[editar]

Gtk-paste.svg.png Aviso: Este artigo ou seção contém revelações sobre o enredo, como o fato de que Maroni leva troco de bala, Fish Mooney morre e volta, Bruce Wayne tinha um clone, Pinguim vira prefeito...

A primeira temporada é basicamente briga de gangues. Não há muito o que se falar aqui, pois cada episódio lembra um filme de algum diretor maluco e sanguinário. Pinguim começa como capacho de Mooney, e ela como escrava de Falcone, mas logo eles vão subindo pelas paredes. A cidade fica dividida entre este último e o gordinho Maroni, os "poderosos chefões".

Já na segunda temporada, há muito mais reviravoltas, e começa a parte que realmente criou as aberrações que são a marca registrada da cidade. Aparece um cara pra disputar a prefeitura, só que ele acaba morrendo duas vezes, a última com um tirinho de bazuca. No final desta temporada, os doidos do asilo (que até então eram usados como cobaias) escapam, e a cidade se torna um inferno ainda mais insuportável.

Na terceira temporada, boa parte desses malucos tem um fim trágico, e Pinguim vira prefeito. Até agora ele está tentando achar um jeito de sair do armário e se declarar pro Charada, mas depois ele resolve dar um gelo no Charada.

Na quarta temporada o Pinguim já é o rei de Gotham, e dá uma licença ao pessoal da cidade pra roubar. Mas como a cidade inteira já fazia coisas contra a lei, ele teve que mandar imprimir milhares de licenças, o mesmo tanto de papéis jogados nas ruas nas épocas de eleições. Hera Venenosa toma uma poção mágica, surge um cereal killer com cara de porco e Pinguim vai preso por matar uma pessoa que ele não matou (?), tendo matado outros milhares de pessoas. O melhor de tudo é que, mesmo sem ter muita participação, o Coringa aparece (com uma atuação mil vezes melhor que o projeto de "coringa" do Esquadrão Suicida).

Personagens com alguma relevância[editar]

  • James Gordon: Também chamado de Jim. Praticamente o personagem principal, o típico policial badass. Não tá nem aí pra leis ou papelada, só quer pegar os caras maus e pronto, não importa o que aconteça. Sofre da "síndrome do herói". Antes da terceira temporada, estava mais determinado, porque nela ele está um caco e na quarta pediu ajuda pros mafiosos e depois se deu mal. Por que será?
  • Harvey Bullock: Se procura pelo "Duas Caras", não é esse Harvey. O detetive Bullock é aquele macaco velho, cheio de cicatrizes e histórias pra contar. É um dos caras da polícia que mais manja das malandragens da cidade, e é também um dos mais engraçados da série.
  • Bruce Wayne: O molequinho mimado bilionário, que perde a maior parte do tempo investigando quem matou seus pais. E sim, é ele quem vai se tornar o Batman.
  • Oswald Cobblepot: O Pinguim. Um cara que era da máfia, que acabou sendo enfiado no Arkham por ter um profundo Complexo de Édipo, além de transtorno borderline. Gosta de brincar de ser foda, mas quando pisam no seu calo, ele chora bastante e depois tenta se vingar. Piadas de mãe são super efetivas com este aqui! Recentemente, se revelou bicha, deixando no ar a dúvida se no futuro o Batman o perseguirá pra dar um pau nele, ou pra meter o pau nele.
  • Barbara Kean: Uma ex do Jim. É uma puta neurótica por ele, ignore. Já deu praquele açougueiro com gonorreia e as vezes cola velcro para aumentar o IBOPE. Ela também já teve síndrome de Arlequina, mas passou.
  • Alfred Pennyworth: O mordomo de Bruce, que tem a difícil tarefa de ensiná-lo a ser gente. Filho do Doutor com a tia do Bátima.
  • Selina Kyle: A mulher-gato juvenil, cuja história invalida o filme da Halle Berry (não que ele valesse qualquer coisa, pra começar...). Por ser uma maldita ladra, se mete em altas confusões o tempo todo. Não sabe se dá pro Bruce, mas nada pode mudar o futuro de viadagem da morcega.
  • Edward Nygma: O que é que era o legista do departamento de polícia, e se tornou o Charada? Ele não é Melhor amigo do pinguim?
  • Fish Mooney: Antigamente, era uma mafiosa, mas virou cobaia de cientista louco duas vezes e se aposentou.
  • Carmine Falcone: Um peixe grande da máfia.
  • Leslie Thompkins: Também chamada de Lee. Legista do GCPD e segunda peguete de Jim, na quarta temporada ela esqueceu um pouco dele e começou a bater nos caras maus.
  • Lucius Fox: "Raposa" das Empresas Wayne que vira o Morgan Freeman anos mais tarde.
  • Harvey Dent: Advogado duas caras.
  • Ivy Pepper: Vilã que protege a natureza... Hera Venenosa versão kids. Na verdade é um pokémon planta que evoluiu para ruiva gostosa e depois pra ruiva assassina com o ataque de arranho mortal e sopro que transforma a vitima em planta.
  • Jervis Tetch: Tic-tac... Você está com sono... Saiu do mundo da Alice pra atormentar Gotham e se vingar da morte dela.