Gabriela Duarte

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira do Estado de São Paulo.svg.jpg Salve, truta! Este artigo é paulista: não gosta de gaúcho nem de carioca e se acha um puta trabalhador, né, meu! E não tá completo, pois o vacilão foi tomar um chôps e dois pastel, meu!
Gabriela Duarte Franco Goldfuss
Gabriela duarte.jpg
Gabriela, após sexo selvagem e goticismo
Nascimento 15 de abril de 1974
Campinas Bandeira do Brasil Brasil
Nacionalidade Brasileira
Ocupação Atriz
Medidas 85-67-92
Altura 1,59 m
Peso 51 kg
Signo Áries
Olhos Castanhos
Cabelo Castanho

Cquote1.png Você quis dizer: Filha da Regina Duarte Cquote2.png
Google sobre Gabriela Duarte
Cquote1.png Mesmo sendo minha filha, eu tenho medo! Cquote2.png
Regina Duarte sobre Gabriela Duarte
Cquote1.png Eu nasci assim, eu cresci assim, Gabrieeeeeela... Cquote2.png
Música sobre Gabriela Duarte
Cquote1.png A Gabriela dessa música aí sou eu! Cquote2.png
Juliana Paes sobre comentário acima
Cquote1.png Vai se foder, sua genérica de merda! Cquote2.png
Sônia Braga sobre comentário acima

Já que no vídeo o talento de Gabriela Duarte estava sendo ofuscado, ela resolveu fazer a alegria dos punheteiros aparecendo em revistas de putaria.

Gabriela Duarte é uma atriz que já nasceu conchavada com a Globo, pois é filha de ninguém menos que Regina "Eu Tenho Medo" Duarte, uma das maiores múmias vivas da emissora. É uma das poucas que não precisaram fazer o teste do sofá para estarem ali, até porque ela não é lá muito gostosa... Se bem que sua mãe também não é nem nunca foi, e mesmo assim já chegou até mesmo a sair na capa da Playboy. O que um nome famoso não faz, hein? Por falar nisso, caso você esteja se perguntando, ela não tem nada a ver com Lima Duarte, Paloma Duarte e Joana Duarte, esses aí pertencem a outra família.

História[editar]

Gabriela Duarte nasceu na pacífica Campinas, no estado de São Paulo, já cercada pela mídia por ser filha de Regina Duarte. Ainda na infância, todos tinham curiosidade em saber se ela herdaria o suposto talento da mãe para atuar. De saco cheio de tanta pressão, Regina tratou logo de enfiar a filha para aparecer em um filme dos Trapalhões.

Sua atuação não era lá grande coisa, mas como ela era apenas uma criança, decidiram lhe dar mais algumas chances e Gabriela continuou atuando, mas sem muito destaque, até ser convidada para participar do remake da novela Irmãos Coragem e interpretar o mesmo papel que no passado foi feito pela mamãe Regina.

Agora que Gabriela já estava estabilizada na carreira, surgiu uma nova pressão, a de ver ela e Regina atuando juntas no mesmo trabalho. Criativamente, deram a elas os papéis de mãe e filha na novela das 8 Por Amor, uma das mais de 8000 protagonizadas por uma personagem chamada Helena (neste caso, interpretada por Regina Duarte).

Nesta novela, Gabriela interpretou Maria Eduarda, mas sua atuação foi tão ruim que foram criadas comunidades do Orkut dedicadas a odiá-la. Detalhe que era 1997 e ainda nem existia Orkut. Aliás, mal existia internet. Pelo menos no Brasil.

"Nossa como eu estou gorda... Ah! Tô nem aí, vou dormir por uns dias."

Gabriela ficou tão triste com a má recepção do público que passou dois anos sem dar as caras (se deu outras partes do corpo, não sabemos informar) e só retornou em 1999, outra vez fazendo uma parceria incestuosa com a mãe, desta vez na minissérie Chiquinha Gonzaga, em que ela interpretava a personagem homônima durante a juventude e Regina assumia o papel depois de velha.

Até que Gabriela se saiu melhorzinha desta vez, mas novamente os elogios foram todos para a atuação de sua mãe e sua participação foi completamente ignorada até porque durou apenas durante os primeiros capítulos.

A Globo então se convenceu de que Gabriela era uma péssima atriz e que não dava lucro nenhum, mas se mandasse-a embora, corria sério risco de perder também Regina, um dos nomes mais rentáveis da casa. A solução então foi manter Gabriela na folhinha de pagamento, mas colocá-la somente como figurante em atrações irrelevantes.

Gabriela mostrando os seus instintos primitivos

Após fazer mais participações aleatórias do que o figurante narigudo do programa Chespirito, Gabriela achou que era hora de voltar a reivindicar um papel de destaque.

Para sua sorte, havia vaga na nova novela Passione para uma personagem que nenhuma atriz decente aceitou interpretar por ser louca demais, então a única opção que havia sobrado era ela. Mesmo tremendo nas bases, já que a atração era novamente em horário nobre, o diretor acabou escalando Gabriela mesmo.

Para a surpresa de todos, Gabriela caiu nas graças do público e hoje tem até fãs!

Ver também[editar]