Fernando II de Portugal

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Opa! Aqui ser Portugal? Eu ser Fernando, Duque de Coburgo. Eu ler na Gazeta de Lisboa que aqui ter uma vaga para Rei??? Cquote2.png
D. Fernando II chegando em Portugal

Saxe-Coburgo-Gota, esperma real de procedência garantida!!!

Fernando II de Saxe-Coburgo-Gota foi rei consorte de Portugal. Rei consorte é um rei que não é muito rei, tipo, ele é rei só por ter casado com a rainha, que é a herdeira do trono. Depois que D. Miguel I, o usurpador, foi derrotado por D. Pedro I, a rainha D. Maria II ficou sem marido. Mas a Europa estava meio desfalcada de nobres para casamento, já que a Revolução Francesa e as Guerras Napoleônicas haviam acabado com a maioria dos nobres do continente. Há quem diga que o reinado de D. Maria II e D. Fernando II foi a idade de ouro para Portugal. Especialmente porque D. Maria era brasileira e D. Fernando alemão. Ou seja, Portugal teve a sorte de não ser governado por um português.

Recusou o trono da Grécia e o trono de Espanha, a qual, após a sua morte, teria criado um grande Império com a União Ibérica na pessoa de seu filho D. Luís I, o que teria impedido o Ultimato Britânico e o Desastre de 1898 para ambos os países.

Essa era dura de encarar!!! Mas os Saxe-Cobrugo-Gota enfrentam tudo!!!

A família de Fernando era especialista em conservar seu DNA nobre em laboratório, fornecendo maridos e esposas reais para as combalidas monarquias. Além de fornecer um rei consorte para Portugal, forneceu para a Inglaterra (ie, O primo de D. Fernando, tornou-se George V da Inglaterra e teve de aguentar o beicinho da Rainha Vitória, sorte que ela não queria fazer sexo). Outro primo acabou virando rei da Bulgária, outros se casaram com nobres do Brasil, França, Saxônia e Áustria. Era um bom negócio. Fernando nem queria saber desse negócio de governo, já que a função do rei consorte é apenas fornecer esperma real. Ele gostava era de pintar. Pintava bem. Pintava tão bem que mesmo depois da rainha ter morrido ele continuou pintando e catou uma condessa que era cantora de ópera. O importante era que era bonita e o rei podia continuar pintando ela.

Precedido por
D. Maria II
Rei Consorte de Portugal e Algarves
1830 - 1851
Sucedido por
D. Pedro V