Exército Republicano Irlandês

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
21892694.jpg EIRINN GO BRACH!

Este artigo é irlandês. Ele mora no fim do Arco-Íris, resistiu aos vikings e aguenta chuva o ano inteiro. O autor é um católico fanático que fala galês misturado com inglês e bebe cerveja até desmaiar.

Este esboço relacionado a um esboço é um esboço.
O remetente deste esboço também pode ter mandado um esboço.
Você pode ajudar o esboço se desesboçá-lo.
E pensar que um bando de beberrões destemidos conseguiram derrotar o "imbatível" exército britânico.

O Exército Republicano Irlandês também conhecido como IRA, foi um grupo de irlandeses bêbados que tiveram a ideia de se juntar e bancar armas para descer o cacete nos britânicos que estavam ocupando a Irlanda naquela época durante uma conversa em um Pub influenciada por um bigodudo comunista.

Sobre[editar]

Quando um grupo de irlandeses beberrões já estavam cansados de ver os lordes britânicos desmunhecando nas ruas de Dublin e puxando o saco da rainha, eles resolveram se reunir em um bar e arquitetar os planos para dar um basta na situação em que se encontravam pegando nas armas e sair atirando nos britânicos que estavam naquela localização, principalmente os evangélicos, já que se aqui no Brasil temos casos de evangélicos radicais destruindo as coisas dos outros e destruindo igrejas católicas e terreiros de umbanda, lá na Irlanda era o contrário, quem destruía tudo eram os católicos e os evangélicos se fodiam.

Esse grupo de irlandeses malucos tinha que ter um nome, e como os britânicos eram monarquistas, nada mais justo do que dar o nome para o grupo de Exército Republicanos Irlandês, uma vez que eles queriam ficar independentes dos sangue sugas do Reino Unido e já estavam cansados de sustentar uma monarquia composta por riquinhos metidos a besta que não fazia nada de útil a não ser ficar pintando as unhas e jogando golfe, era independência ou morte.

O IRA ficou famoso pelos atentados a bomba contra os britânicos, durante o processo de "republicalização" da Irlanda eles decidiram fazer cosplay de Estado Islâmico e espalhar bombas para mandar os britânicos pelos ares.

Fim[editar]

Após expulsar os ingleses da Irlanda, em 2005 o IRA não tinha mais nada para fazer e acabaram entregando as armas, o problema é que nem tudo são flores e rosas para o Reino Unido alguns grupos dissidentes continuam tentando separar a Irlanda do Norte do Reino Unido.


Mariguelladeadfake.jpg
Uma torta para Jaiminho.JPG