Eleição presidencial no Brasil em 1989

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
NovoWikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Eleição presidencial no Brasil em 1989.

Cquote1.png Você quis dizer: Vale Tudo Cquote2.png
Google sobre Eleição presidencial no Brasil em 1989
Essa foi a primeira eleição direta (ou seja, ativa) da história do Brasil desde 1960. Mas e daí? Isso não vai me ajudar a comer a gostosa da professora de História...

Como se deu o processo eleitoreiro?[editar]

Mááá oeee esse foi o Homem do Baú em sua campanha pra presidente.

Dinheiro, dinheiro e mais dinheiro por baixo dos panos...

Não, falo do que os jornais falam...[editar]

Ah, tudo bem, a alienação. Vamos lá:

A merda da eleição começou a ser planejada juntando toda a porqueira que tinha feito parte da Ditadura Militar, tanto os doidão que era contra como os velhos conhecidos que dominavam a cena. Tudo parecia que ia se resolver na medida, só com os moral da época, como Lula, Leonel Brizola ou outro qualquer, até mesmo Paulo Maluf (por que não?).

Aí do nada, lá dos interior de Alagoas aparece um carinha, com o nome de Collor. Tal pessoa do nada diz que é o matador de marajás e consegue por isso matar o dragão da inflação, além de queimar os corruptos que dizia ele estarem no poder (todo idiota sabe quem é que se mostrou corrupto depois, né?). Com a ajuda da Rede Globo, da Revista Veja e de um amigo seu, PC Farias, Collor virou a mesa, ganhou no primeiro turno, e depois virou a mesa de novo, ganhando a bagaça de vez no segundo turno, mandando o Lula de volta pra fábrica.

Sim, esse filho da puta já foi presidente.

Resultado das eleições e candidatos[editar]

Primeiro turno[editar]

O turno ocorreu em 15 de novembro de 1989 vagabundos que se candidataram  :

Candidato Votos %
Fernando Collor de Mello (PRN, PRM, PSC, PTR, PST) 22.611.011 28,52
Luiz Inácio Lula da Silva (PT, PSB, PC do B) 11.622.673 16,08
Leonel Brizola (PDT) 11.168.228 15,45
Mário Covas (PSDB) 7.790.392 10,78
Paulo Salim Maluf (PDS) 5.986.575 8,28
Guilherme Afif Domingos (PL, PDC) 3.272.462 4,53
Ulysses Guimarães (PMDB) 3.204.932 4,43
Roberto Freire (PCB) 769.123 1,06
Aureliano Chaves (PFL) 600.838 0,83
Ronaldo Caiado (PSD, PDN) 488.846 0,68
Affonso Camargo Neto (PTB) 379.286 0,52
Enéas Ferreira Carneiro (PRONA) 360.561 0,50
José Alcides Marronzinho de Oliveira (PSP) 238.425 0,33
Paulo Gontijo (PP) 198.719 0,27
Zamir José Teixeira (PCN) 187.155 0,26
Lívia Maria de Abreu (PN) 179.922 0,25
Eudes Oliveira Mattar (PLP) 162.350 0,22
Fernando Gabeira (PV) 125.842 0,17
Celso Brant (PMN) 109.909 0,15
Antônio dos Santos Pedreira (PPB) 86.114 0,12
Manoel de Oliveira Horta (PDC do B) 83.286 0,12
Armando Corrêa da Silva (PMB) 4.363 0,01
Silvio Santos (PMB) 0† 0,00†
Votos brancos 1.176.413 1,6
Votos nulos 3.473.484 4,4
Total 74.280.909ª 100
Informações:
† : candidatura impugnada, vai pra lá, vai pra lá, má ôe!!

ª : eleitorado total = 82.074.718 (abstenção = 7.793.809) [1].

Segundo turno[editar]

No dia 17 de dezembro fizeram o segundo turno, e o resultado foi esse aqui ó:

Candidato Votos %
Fernando Collor de Mello (PRN, PSC, PTR, PST) 35.089.998 49,94
Luiz Inácio Lula da Silva (PT, PSB, PC do B) 31.076.364 44,23
Votos brancos 986.446 1,40
Votos nulos 3.107.893 4,42
Total 70.260.701ª 100
ª: abstenção = 11.814.017.

E o que essa eleição prova?[editar]

Aquilo que eu disse na seção 1: dinheiro, dinheiro e mais dinheiro por baixo dos panos. Só até agora não entendi porque Sílvio Santos não conseguiu se tornar candidato. Que injustiça! O Homem do Baú certamente seria o maior presidente que esse país já teve. Com ele, não seria Bolsa Família, seria o " Programa Quem Quer Dinheiro?".

Vídeos[editar]

Campanha de Sílvio Santos para presidente.

Os candidatos anões de circo, dos mais diversos, um gaúcho doido, um carinha que acha que é programa da Xuxa, uma cosplay da Dilma, etc...

Boni confessa manipulação no Debate

Os piores momentos desse pleito: assédios sexuais, agressão a repórteres, candidato pagando de bonzinho com surdo-mudo e até Lula pagando mico no Programa Sílvio Santos...

Ver também[editar]

Ligações externas[editar]

  1. "60 Anos de Balela Eleitoral" no site do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina.


Mello Franco.jpg
Eleições para Ditador do Brasil

OBS: As eleições em itálico foram via modo "indireto" (ou seja, usando um cheat code):

18911894189819021906191019141918191919221926193019341938194519501955196019641966196919741978198519891994199820022006201020142018