Dialeto

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Dialeto.

Atualmente, devido à influência de muitas "raças" novas como os mendigos, punks, góticos, seguidores da Xuxa, otakus, entre outras, surgiram vários dialetos diferentes.

Dialetos populares[editar]

Dialeto Pseudo-cult[editar]

Muito usado por gente que se acha por usar uma ou outra palavra estrangeira (por exemplo, indies).

Exemplo: "Whatever, ninguém quer saber o que moi acho (seguido pela resposta "Indeed")"

Tradução "Que seja, ninguém se importa com o que eu acho (seguido pela resposta "é mesmo")"

Dialeto Monossilábico[editar]

Dialeto Universal

É um dialeto extremamente peculiar marcado pela TOTAL economia de letras e por nomes próprios com final H. Raça que utiliza ainda não classificada.

Exemplo: Noi foi nu xop. Eu a Kah a Lah e a Rah.

Tradução: Nós fomos ao shopping. Carla, Lais, Raissa e eu.

Dialeto Multilinguístico[editar]

As pesquisas ainda informaram pouco sobre esta forma de linguagem. Ainda é um mistério se a raça que utiliza isso realmente acha que está falando inglês ou se acha isso bonito.

Exemplo: Eu hate matematica e eu have um boyfriend que love eu.

Tradução: Eu odeio matemática e tenho um namorado que me ama.

Putanhês[editar]

Muito utilizado por emos e emas de todo o mundo e por um bando de virgens que dizem ser fãs de sexo animal e sadomasoquismo.

Exemplo: Oi minha puta arregaçada no mato por um cachorro selvagem que mora perto do meu puteiro particular, como tu ta? (LLLLLLLLL) [email protected]@@@@@

Tradução: Oi amiga, como vai?

Miguxês[editar]

Este dialeto é extremamente conhecido e estudado; para saber mais sobre ele, consulte o artigo sobre o mesmo (eu não vou resumir aqui para você).

Exemplo: Ai miGuXa duUu meu colaXaUmMmMMmXiNhuumMm, eu AdOlLuUUUUu exXxAS coiXinhaX foFuxAxx

Tradução: Ai amiga, adoro essas coisas fofas

Emês[editar]

Muito utilizado por compositores de músicas emocore.

Exemplo: Uma lágrima de dor corre sobre meu rosto e meus sonhos partidos de um amor impossível acabaram em dor.

Tradução: Eu sou gay.

Papo Hétero[editar]

Geralmente utilizado pelos "manos" e/ou rapazes que simplesmente se acham melhores que os outros por serem heterossexuais e pagarem as "mina" cidade.

Exemplo: E aí brother? Vamû lá pegá o baguio? Minha mina tá me esperando, bicho! Flwwww aê!

Tradução: Como vai, amigo? Vamos lá pegar "a coisa"? Minha namorada está me esperando. Tchau, até mais tarde.

Playsson's Way-Of-Life[editar]

Se assemelha com o "Papo Hétero" mas enfatiza mais o fato de que o doente só faz duas coisa na vida, comer mulher e se drogar.

Exemplo: Coé parcero, vamo sai hj pra comer umas putinha ali no club?

Tradução: Ola amigo, vamos sair para encontrar algumas garotas hoje?

Ubergamers Language[editar]

Linguagem utilizada por nerds viciados em jogos online como CS, Warcraft, Ragnarok, Tibia etc ... Geralmente é utilizada por jogadores ou nerds que demonstram certa habilidades nos jogos e usam isso para humilhar os chamados n00bs, que são na verdade emos de baixo escalão, que não servem pra merda alguma além de chorar e servir de escravos sexuais.

Exemplo: sup d00d, u r a fagg and im a 1337 pl4y3r mah.

Tradução: Tudo bem cara? Você é um idiota e eu sou descolado.

Comunicação Otaku[editar]

Geralmente é utilizada por nerds, emos ou idiotas que leem mangás e assistem animes, são também conhecidos por serem os mesmos retardados que fazem cosplays e se reúnem para as vezes jogar RPG . Geralmente se reúnem em eventos onde batem papo sobre seus assustos demoniacos e seus hentais, um desses eventos é o Anime Friends em São Paulo.

Exemplo: você não entendeu cara? Gaara perde pra akatsuki, seu baka!!!!!.

Tradução: Você não compreendeu, Gaara perde para a organização criminosa Akatsuki, seu retardado.

Feira Frutês[editar]

Dialeto registrado pela primeira vez no filme Bátiman, Feira da Fruta, e que vem conquistando adeptos dia após dia. Consiste basicamente no uso de adjetivos depreciativos e de baixo calão de forma gratuita e em larga escala. Veja o artigo principal.

Exemplo: "Até a minha vó sabe que esse cara é um viado, corno manso. Quer fuder com todo mundo, quer fuder com você".

Tradução: "Esse sujeito não é de confiança. Creio que ele deseja nos prejudicar".