Desnotícias:Sindicato dos pedreiros processa familiares de Isabella

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.


Em apenas uma semana, a taxa de desemprego entre os pedreiros cresceu 24%

CIMENTO MAUÁ, Brasil -

O Sindicato Nacional dos Pedreiros e Construtores (Sinteco) declarou ontem, por meio de sua assessoria, que pretende processar o pai e a tia da menina Isabella de Oliveira Nardoni, que caiu do sexto andar de um prédio em São Paulo (cidade) na semana passada. A instituição afirmou que as recentes declarações prestadas por estes familiares denigrem a imagem da classe.

Cquote1.png Muitos pedreiros estão ficando desempregados, porque as pessoas estão com medo de contratá-los, achando que são assassinos de crianças. Queremos que justiça seja feita à nossa classe, pois não temos nada a ver com isso. Cquote2.png
Pedro Massa, presidente do Sinteco, sobre declarações dos familiares de Isabella

As declarações a que Massa se refere são duas: a primeira foi dada logo no início das investigações, quando o assassino sem-vergonha e filho de uma puta pai da criança apontou como suspeito um pedreiro com quem tivera um desentendimento numa ocasião anterior. A segunda quando, com o decorrer do processo, foram encontradas roupas sujas de sangue no apartamento da tia da vítima. Ela afirmou que elas pertenciam a um pedreiro que estava fazendo uma obra em sua casa.

Massa cita uma pesquisa realizada no ano passado pelo Instituto Datafodasse, que aponta os pedreiros como uma das classes profissionais vistas como mais confiáveis pelos brasileiros, atrás apenas de políticos e policiais.

Cquote1.png É uma irresponsabilidade. Queremos que esses dois sejam punidos pelo que disseram. Eles que façam o que quiserem com a filha, mas atrapalhar nosso serviço já é sacanagem. Cquote2.png
Pedro Massa, inconformado


Fontes[editar]