Deslivros:Manifesto Comunista

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Nuvola apps bookcase.png
Este artigo é parte do Deslivros, a sua biblioteca livre de conteúdo.
Hammer and sickle.png Este artigo foi aprovado pelo Conselho de Proteção à Moral da Família Soviética como sendo livre de conteúdo subversivo.
NovoWikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Manifesto Comunista.

Cquote1.png Contra burguês, vote 16! Cquote2.png
PSTU
O Manifesto Comunista, também conhecido por ser o livro mais lido por universitários e idiotas interlectuais, é uma heresia escrita por Klaus Marx e Friedrich Engels contra a Igreja Católica e contra todos os seguidores de Jesus Negão. Essa teoria, que foi diversas vezes deturpada por senhores como Lênin, Trotsky e Stálin, acabou por criar a aberração chamada Comunismo.

Vista geral da obra[editar]

Capa original da primeira publicação do livro.

O manifesto em geral trata de coisas idiotas e corriqueiras, como tentar solucionar o mistério do ladrão que roubou um doce de uma criança, ou mesmo na parte em que fala sobre Autofelação, ou até mesmo falando sobre a falsidade de os burgueses terem passado a vida a ensinar pras crianças sobre que sexo é coisa de adulto, e que dizer que vieram da cegonha é apenas pra mascarar a verdade. Ou seja: O livro em si parece aquelas obras de Freud, sobre sexismo infantil. O Objetivo do livro é claro: Sexo pode ser ensinado em qualquer idade, de qualquer maneira, e por quaisquer métodos, ainda que seja o da banana.

Ida ao Index[editar]

O papa considerou o livro espúrio e condenou-o a fogueira. Mas como a fogueira citada pertencia a Igreja Universal, o livro nunca foi condenado, muito embora ninguém de igreja nenhuma gosta desse livro.

Sucesso total[editar]

Apesar de as lendas pregadas por eles sobre Papai Noel e Coelhinho da Páscoa não terem sido felizes (ambos foram presos pegos em flagrante de pedofilia), a partir da ideia central do livro surgiram diversas publicações sobre ele, como Playboy, Sexy, G Magazine, Brazil Magazine, etc. Além disso, o livro deu origem as casas de swing. Tudo pelo serviço do sexo!!! Aliás, também nessa onda, vieram muitas porfissionais do séxissiú pra satisfazer o proletariado.

Distorções[editar]

Desde que a obra surgiu, muitos manés decidiram que aquilo era um protesto político. Daí surigirem coisas como o PT, Lula, Diogo Mainardi e Heloísa Helena.