Deslivros:A vida e a morte de Barney, o dinossauro

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Nuvola apps bookcase.png
Este artigo é parte do Deslivros, a sua biblioteca livre de conteúdo.

Barney Silveira Moretto Dinossauro nasceu em uma pequena cidade no norte do Acre, conhecida como Ponta Grossa. Filho de uma largatixa e um dinossauro alcoólatra, Barney teve uma infância difícil. Estudou em uma escola pública, aonde era diariamente feito de escravo sexual de seus coleginhas. Já, desde pequeno, Barney apresentava um grande gosto pelas artes, fazendo aulas de teatro da professora Maria Joana.

Tio Clô o segundo amor de Barney (o primeiro foi o Leão com sua retaguarda destruida)

Sua primeira peça foi de Romeu e Julieta, onde fez o papel de Julieta. Mas, durante um fatídico dia, Barney descobriu sua verdaderia sexualidade, ao sua mãe assinar uma autorização para ir ao zoológico. Barney, ao chegar no zoo, é importunado por seus coleginhas e depois é empurrando para dentro da jaula do leão e, ao acordar o bichano, o felino ataca Barney ferozmente, mas Barney dá um golpe de mestre. Quando o felino se aproximou de Barney este agarrou o pobre gato e o estuprou na frente de todos. Todos olharam assustadoramente para a jaula vendo o pobre leão dar um rugido por sentir tanta dor em sua retaguarda. Os domadores afastam Barney do leão com vários choques elétricos no brinquedo de Barney. Após isso, seu negócio ficou mais roxo ainda.

O leão ápos este episódio nunca foi mais o mesmo

Barney é mantido sobre prisão domiciliar até completar 15 anos de idade. Nesse período, entrava a noite no quarto de sua mãe e vestia suas roupas e assistia Priscila, a rainha do deserto e via Gaypusculo. Mas, durante uma noite, quando seu pai alcóolotra acorda para tomar um wiskizinho, depara-se com seu filho ouvindo uma música de Mey Mato Grosso. O pai logo em seguida espanca o filho, lhe arranca sua roupa de traveco e o manda embora de casa. Com apenas 15 anos, o pobre Barney começa a viver nas ruas, sem estudos, sem dinheiro, sem família. Ele começa a entrar em uma profunda depressão. Mas tudo isso acaba quando, em um dia fátidico, um sábado, ao pedir dinheiro em semáforo, Barney conhece Clodovil, seu futuro diretor do programa. Os olhos dos dois começam a brilhar e eles começam uma linda história de amor. Tio Cloclô logo aproveita a imagem de dinossauro rosa de Barney e decide financiar um programa infantil, com Barney como estrela principal e ele como diretor.

Em 1969, vai ao ar pela primeira vez Barney e seus amigos. O programa era gravado por um barman gay conhecido como B.T.D (burny the donut, mas para os baianos sem dinheiro para curso de inglês, quer dizer queimar a rosca). Ele era feito nos fundos do bar e eram usadas crianças carentes encontradas na rua. Mas, durante uma manhã de março, quando Clô foi pegar um champanhezinho do outro lado do bar, Barney fica sozinho com as crianças. Então descobre sua nova paixão, as crianças. Quando Clô volta perguntando o que aconteceu, ele vê várias crianças com dores em suas bundas não podendo gravar o programa devido ao ocorrido.

Paco o dinossauro o escravo sexual de Barney

Barney dá um beijo de língua em Clô e vai embora com um carrinho, um gol rosa. Durante três meses, Barney capturava escondido de Clô as crianças do programa e brincava com elas de papai e mamãe.

Mas, um dia, no apartamento de Clô e Barney, quando clô sai do banheiro, ele vai até a sala, aonde encontra Barney, tirando leite de seu pequeno galho, segurando a foto de uma criança, Clô logo abandona Barney, ele pega suas roupas e chorando fala a Barney:
-Se você não queria a minha rosca era só me falar!
-Vai, pode ir, amiguinha. Já cansei de te arrombar. Pode ir embora, bicha veia.

Barney então, no dia seguinte, contrata uma diretora muito especializada em programas infantis e essa logo se apaixona por Barney. 5 anos ápos Barney largar Clô, casa-se com a nova diretora de seu programa, mas ele só faz isso para fingir não ser gay. Todas as vezes que ela se prepara para dar com gosto a Barney ele inventa desculpas.

A esposa de Barney pronta para dar sua retaguarda a ele mas ele sempre recusava, porque será ?

5 anos depois em 1979, Barney larga do filhote de cruz-credo e decide ele mesmo dirigir, produzir e atuar o programa, coisa que era muito complicada para seu cérebro.
Em 1985, Barney decide fazer um programa ao vivo no México. Foi lá, quando andava nas ruas da cidade do México, que ele encontra seu novo amor, seu escravo sexual, Paco, o dinossauro. Barney, ápos conhecer e capturar Paco cancela o show e voltar para os EUA, onde manda destruir a piscina de sua casa e manda construir um porão cavernoso, e assustador aonde mantinha preso Paco.

O cavernoso lugar aonde Paco era preso notem as algemas na cama.

Em 1987, acontece o pior: Barney é acusado de estrupo de uma crinaça, que ele alega nunca ter visto (uhum sei), com direito a aparecer no Datena e ir no tribunal, mas felizmente Barney é livre da acusasão. Mas ápos este acontecimento Barney começa a ter ataques de pânico, com medo de que descobricem oque ele fazia (queimava a rosca de crianças), ele logo perde esse ataque começando a cheirar gatinhos, seu vício.

10 Anos depois Barney está em sua casa com umas gurias retardas, recebe uma ligação de seu empresário, e descobre que seu programa é um saco e está perdendo audiência, ele vai a outra sala aonde pega na gaveta uma Beretta 380, ele guardava isso para quando este dia chegasse , ele aponta para sua cabeça e atira, o resto é só lenda de gay.


Eu amo você, você me ama e eu gosto de queimar a rosca.