Deslivros:A História de Carlinhos

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Nuvola apps bookcase.png
Este artigo é parte do Deslivros, a sua biblioteca livre de conteúdo.

Você sempre foi um homem bom e que dá valor a moral e ética um dia você encontrou uma gostosa, ela era meio marxista e comunista porém você pensou que era só impressão sua então namorou e casou-se com ela, viveram em uma casa em São Paulo e tiveram um filho. o nome dele era Carlinhos, um dia quando ele tinha 5 anos você viu ele dançando uma música do Pablo Vittar e foi falar para a sua esposa logo, ela chamou você de Machista, Facista, Taxista, Sonysta e vários istas.

imagem da Gerusa.

o tempo se passou e Carlinhos arrumou uma namorada na escola e você pensou "Vai ver era só preconceito e erro meu..." com 9 anos você acha um poster do Pablo Vittar e conta para sua esposa e ela te chama de um monte de istas. Mais tarde você vê escrito no caderno do carlitos "Pablo vittar minha namorada" e você tem que explicar que o pablo é vidão, viadão tú es. E então chama seu filho e explica e passa 1 mês e você pega Carlinhos afiando a manjuba no banheiro e você fecha a porta rapidamente e vê uma revista porno embaixo da cama do Carlinhos e você pensou que era de mulher porém você ler o título e era da Ícaro Studios o filme "Ursos grandes, peludos e manços" e conta novamente para a esposa e se repete oque ocorreu da última vez.

O seu filho abre um canal do YouTube fazendo ovos de chocolate e alimentos gigantes e ele é encontrado em um hotel com 3 travestis. E depois ele chega em sua casa com uma namorada chamada gerusa, que não passava de um homem gordo com o pau cortado. E eles se casam e gerusa quer ter um filho dela, sem adotar então pegam o óvulo da sua esposa e misturam o esperma do Carlitos e da Gerusa e então depois de 9 meses a criança nasce e gerusa e Carlitos vão morar na Amazônia só que Gerua inventa uma história de agressão. Só que era falsa e Carlitos volta todo fudido para casa e fala "Pois é papai..." e você fala "pois é carlinhos..."

Moral da história: se seu filho tiver os mesmos sintomas do Carlinhos bata nele até fofar e não se case com uma conunista ou uma jovem dinâmica...