Desentrevistas:Paulo Guina

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Desentrevistas.gif

Este artigo é parte do Desentrevistas, a sua coleção de fofocas informações sobre as pessoas famosas.

Paulo Guina na desentrevista.jpg

Bem amigos da Desciclopédia, hoje nós vamos entrevistar mais uma das celebridades famosas vindas na Internet, o profissional dos filmes pornos gays caseiro Paulo Guina, do Pai de Família. Para o entrevistarmos, foi muito fácil: nós marcamos essa desentrevista num motel a noite, ideia sugestiva do próprio entrevistado. Enviamos o nosso desrepórter mais macho para poder entrevistá-lo, o Anônimo, mas o entrevistado ainda não estava lá, então aproveitamos para beber um suco de laranja até ele chegar...

Humm, delicia de suco de laranja. Mas onde está esse Paulo Guina para o trabalho...[editar]

E aí, bundão...

Ah, você está aí... PQP, vista uma roupa aí, porra![editar]

Eu vou vestir só depois do trabalho.

Tá certo... (com esse cacete armado eu tenho é que tomar cuidado para não levar a pior nessa) Bom, nos fale da sua carreira no porno gay.[editar]

Bem, como você sabe, a vida está muito dura. Eu e o meu querido Jailson Mendes estávamos desempregados e sem oferta de emprego, então tivemos que arrumar um jeito pra ter uma grana.

E levaram no rabo para isso, he-he.[editar]

Exatamente! Tínhamos que criar o nosso primeiro filme gay para que os produtores pudessem liberar a grana. Eu e o Jailsonzinho fizemos então, o que fez a gente finalmente um emprego ter.

Sei, mas sabiam que os seus videos vazaram pela internet?[editar]

Hummm, eu já sabia sim, isso mostra quantos gays existem por aí no Brasil.

Isso é verdade. Mas diga: quais videos eróticos vocês foderam fizeram?[editar]

Nós fizemos muito para variar, mas vamos falar apenas dos três mais famosos que o povo adorou ver.

Começando pelo, err... delicioso "Pai de Família".[editar]

Isso mesmo. Trata-se de um pai que levou um corno grande da mulher e foi desabafar as mágoas comigo.

Mas ele tinha uma mulher mesmo? Bem, nesse vídeo, pelo menos.[editar]

Sim, ele era bissexual: quando ele não dava pau nela, ele recebia pau de mim.

Já entendi o conceito. E o segundo vídeo?[editar]

Falaremos depois de beber um pouco de leite de macho. Você quer?

Opa, sim! Dê-me um copo cheio, sou muito macho pra aguentar! (começou a encher a cara enquanto entrevistava)[editar]

Bem.. glup (bebendo o leite de macho num gole só), no segundo vídeo, chamado "Trabalhando e Relaxando", onde o Jailson fazia o papel de um caminhoneiro e um amante meu fazia o de um mecânico, após uma tarde ensoada de trabalho, ele decidiu se relaxar um pouco nele.

Quem decidiu relaxar em quem? Ah, dane-se, levaram pau mesmo assim[editar]

Muito pau mesmo, com muita troca de óleo também.

Mas e você? Hic! (o nosso desreporter ficou completamente bêbado após se encher de leite de macho)[editar]

Eu fiz um outro vídeo, o "Pegando no Pesado", onde eu e um negão trabalhávamos numa construção de um prédio num dia ensolarado. Suávamos muito, então tiramos toda a roupa para trabalhar, até que eu me cansei e decidi brincar um pouquinho com ele.

E methesse ferro nele, né verdadi, cumpadi?[editar]

Sim, metendo o meu pau no cu dele, deixando um oco bem maior que o que eu deixei em Mendes.

Mas que pau delicioso! (hiiiiii, viadou o nosso desreporter) Você é foda mermão![editar]

Sou mesmo, principalmente com um outro em que eu fui concertar o problema do fogão que não acendia o fogo, o cara me perguntou qual era o problema, daí eu mostrei que o problema era na mangueira, onde ele foi de boca.

Demais! O seu é grandão mesmo, mas o do nerrão que contasse era ainda beim mais maiórdico, tô certo?[editar]

É claro que sim. Os africanos sempre tiveram um pau muito maior que o de todos os brasileiros, mas o meu era muito mais eficiente que o dele.

Du-vi-do! (a bebida começou a mexer com os padrões masculinos do desrepórter)[editar]

Dúvidas, né? Por que não vem trabalhar aqui no meu cacete pra te provar o contrário?

É pra já![editar]

Censurado.png


6 horas depois...

Ei... cadê o Paulo Guina? Não consegui entrevistá-lo direi... Aí, minha cabeça... e meu cu.[editar]

Cameraman - Ah, Anônimo, não se lembra de nada do que aconteceu?

Ahh, não. Será que eu peguei no sono depois desta entrevista?[editar]

Bem, veja esse video aqui que o Paulo Guina postou a pouco tempo pela Internet.

AHHHH!! (assistindo o vídeo postado no Xvideos) Esse aí sou eu?! Eu não poderia... Não... NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃO!!![editar]

Depois dessa desentrevista, o nosso repórter foi para os Alcoólatras Anônimos para se livrar do vício do álcool e meteu um grande processo no Paulo Guina por danos morais e físicos (no seu toba), mas conhecendo as leis brasileiras, parece que nesse processo, o Anônimo vai é levar no rabo, literalmente.