Deputado estadual

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Filho da puta redireciona aqui, se procurava pelo adjunto adnominal, que também é usada como comprimento nas comunidade humildes, experimente Filho da puta


Dios1.png Importante! A Igreja Universal quer sua atenção!

Deus quer que este artigo seja ampliado.
Aqueles que o fizerem, serão ajudados pelos seus tentáculos. Os que ignorarem, irão para o inferno pra sempre.
Não seja herege e obedeça a verdade única e divina!

Ladraompce.jpg Deputado estadual é um ladrão.

Este artigo é sobre alguém em que votamos de 4 em 4 anos.
Se ele ainda não lhe roubou, vai roubar.

Guarde bem sua carteira antes de ler este artigo.

Senhor ladrão.png

O cargo político de Deputado Estadual é mais uma das profissões brasileiras em que só servem para parasitar e não fazer nada. Faz parte do ciclo político de ascensão brasileira sendo o 2º estágio logo após o de vereador. Nominalmente o cargo de deputado estadual é o de defender os interesses da população do estado em que foi eleito mas na prática só serve para atuar como figurante na TV Senado.

Típico Deputado Estadual.

Os Deputados estaduais são divididos em duas classes diferentes, sendo elas:

  1. Do Interior: Foi vereador numa biboca do interior por quatro mandados , vice-prefeito, secretário municipal e Prefeito. Está cansado de chupar a rola de analfabetos (vereadores e aliados loucos por um empreguinho de 3 conto) tão burros quanto ele, por isso, quer chupar rola em Brasília. Só que o débil mental não tem grana nem voto pra se candidatar pra “federar”, aí ele concorre pra “Estaduar”, com apoio de outro “Federar” que manda fazer um tanto de santinho com a carinha dos dois e fala que está fazendo uma dobradinha. Vai pra "capitar" do Estado e aproveita e leva a “famia” toda pra coçar o saco no gabinete e leva os "mininu" pra estudar.
  2. Da Capital: Foi um vereador que ganhou o título de Chupador de Rola Honorário do Prefeito, mas como o Prefeito já fechou com outro Federal, aí ele concorre para Estadual. Pode também ser um Prefeito de Capital com uma péssima de gestão que fica com medinho de sair para Federal. No primeiro caso, se o Prefeito virar Governador, ele vira Secretário Estadual, mas dificilmente ele vira Prefeito da Capital, pois não é um bandido de calibre pra tanto.

Carreira[editar]

Se durar mais de um mandato é porque é um bandido de razoável, aí ele chupa tanto o pau do governador que fica com o maxilar roxo. Quando ele já tá com iscaria nas bolas e maxilar roxo, o governador o chama pra ser secretário, pra um velho gágá que tava no seu 15° mandato e ficou de suplente assumi e aposentar. Aprova tudo que o judiciário e o executivo mandam.A troco disso tem umas verbinhas eleitoreiras, aí meu, nessa brecha ele pode roubar mais que um federal.

Aposentadoria[editar]

  • Se for um bandido de Calibre, sobe francamente na Carreira.
  • Se ele durar oito mandatos na Assembleia e chupar tanto a rola do Governador, a ponto de ficar banguelo, aí ele vira Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.

Agora se durar uns dois ou três mandatos e não reeleger por incompetência tem dois destinos:

  • Se do interior: volta a ser Prefeito da biboca.
  • Se da Capital: volta ser vereador ou secretário municipal.

Veja também[editar]