Death Egg

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é sobre um(a) chefão!

Não importa quantos loads e continues você usar e o quão viciado você esteja, ele continua acabando com sua raça!

Gaimeouver.jpg
Night creature.JPG Death Egg surgiu das trevas!!

Of DOOOOOOOOOM!!!

Puro osso.gif
Esta aqui é a tão falada Death Egg, muito bem feito, embora não destroi porra nenhuma de planetas ou mesmo animaizinhos indefesos
Era assim que a sua péssima visão conseguia enchergar a Death Egg no tempo do Merda Drive

Cquote1.png Você quis dizer: Ovo da Morte Cquote2.png
Google sobre Death Egg
Cquote1.png Experimente também: Estrela da Morte Cquote2.png
Sugestão do Google para Death Egg
Cquote1.png Esta coisa não mata nem coelhinhos! Cquote2.png
Sonic sobre Death Egg
Cquote1.png Aquilo só não mata porque vocês nunca me deixarão eu roubar as 7 Esmeraldas do Chaos, aí sim ninguém zoaria da minha base aérea! Cquote2.png
Dr. Robotnik sobre Death Egg
Cquote1.png Minha casa... Cquote2.png
Metal Sonic sobre Death Egg
Cquote1.png Sou mais a minha estrela!! Cquote2.png
Darth Vader sobre Death Egg
Cquote1.png Tem certeza que não é uma mascara? Cquote2.png
Knuckles sobre Death Egg
Cquote1.png Encontramos o esconderijo dos siths! Cquote2.png
Obi-Wan Kenobi sobre Death Egg
Cquote1.png Não é dos piores... sem duvida É O PIOR!!! Cquote2.png
Dr. Roberto sobre Death Egg
Cquote1.png Mais esse planeta non ecziste!!! Cquote2.png
Pe. Quevedo sobre Death Egg

A Death Egg é um plágio da Death Star a principal criação do Dr. Ivo "Eggman" Robotnik para poder destruir a Terra. É considerado um pseudo-exoplaneta, já que assim como a Estrela da Morte tem um peso maior que Plutão embora menor que Marte, e nele residem mais de 70% da população robofurry do cientista pansudo. Assim como tantos outros planetas fora do nosso sistema, esse trambolho ainda não teve sua existência confirmada... ou não!

A origem[editar]

Primeiro modelo da Dearth Egg.

Tudo começou logo depois que Robotnik estava muito fulo da vida por ter sido derrotado em Sonic 1 bem como por ter seu belíssimo (ou nem tanto) laboratório super secreto, que agora não chega a ser nem sequer mais secreto, completamente fudido. Com isso o titio Cabeça de Ovo resolveu criar uma arma tão indestrutível, terrível, sinistra, diabólica, horrenda, injusta, odiosa quanto o seu último laboratório imprestável. De início ele ainda não fazia idéia de como faria esse prodígio, mas depois de colocar seu minúsculo cérebro pra pensar um pouquinho, ao mesmo passo que tentava pegar idéias assistindo filmes de ficção científica, o cientista balofo viu o que parecia uma luz no fim do túnel (e não era um trem!) e resolveu plagiar a maior criação de George Lucas para Darth Vader (a Estrela da Morte) só que na frente da mesma estampando sua cara feia afim de assustar pobres criançinhas antes de dormir; e assim adicionando uma boa dose de gordura corporal, uma licença por parte de Palpatine por plágio copyright de sua invenção e seus isumerantes bigodes refeitos a base de aluminho barato, temos a maior cartada do Cabeça de Ovo para poder finalmente derrotar o rato de gel: a Death Egg (ou no portuggîs Ovo da Morte), um (não confirmado) planeta artificial que de tão entupido com com máquinas noob e engenhocas imprestáveis, não serve para absolutamente porra nenhuma.

A batalha[editar]

Esta foi a primeira vez que o Ovo da Morte apareceu

Após a criação dessa geringonça, Robotnik voltou a fazer o que sabe de melhor: sair fudendo com tudo no mundinho de Sonic; com isso o ouriço azulão, agora com a ajuda de seu parceiro amigay Tails vai mais uma vez tentar salvar o seu habitat natural. O que Sonic não sabia é que desta vez o Dr. Bobonik não estava afim de dominar o seu mundo, mas sim destruí-lo, o que deixou o nosso herói muito puto e um tanto confuso, afinal onde o Cabeça de Ovo iria morar depois de destruir Móbius e tudo o que existia nele? Dai o cientista pansudo disse que havia feito à maior ninjisse de sua vida, que foi construir um planeta à base de metal barato com oxigênio artificial e habitado por suas ridículas criações. Depois dessa o jeito era acabar com a tal arma foderosa que Eggman usaria para destruir o planetinha furry do azulão, e essa arma era a própria Death Egg. Esclarecido todos esses enigmas estúpidos e cansados de tanto blá blá blá, Sonic e Tails saem suruba aventura a fora até chegar em Wing Fortress, onde pegaram carona num jatinho particular de Robotnik até esse planetinha de quinta categoria, onde as coisas só tenderiam a piorar.

Silver Sonic[editar]

Silver Sonic esperando sua versão original para descer o pau

Com sua viagenzinha direto para a exosfera, onde sem explicação o rato de gel não usou nenhum capacete de oxigênio até chegar lá e milagrosamente sobreviveu (para a explicação a este tipo de fenômeno clique aqui), Sonic finalmente chega ao Estrela da Morte Ovo da Morte, que de primeira impressão aparentava ser mais espaçoso por dentro mas logo descobriu que era tão pequena e insignificante quanto o banheiro de sua casa. Chegando à primeira sala do local (em Sonic 2 o primeiro modelo da Death Egg só tinha apenas duas) ele já se depara com uma tremenda palhaçada: o Silver Sonic, um robô parecido com ele feito a base de um modelito bujão de gás, tingido em rosa choque prata (pra fazer juz ao primeiro nome: Silver), com cristas vibradoras, um foguete fudido nos pés emendados a rodinhas de patinete e que pra completar, nem sabia correr de tão pesado que era (e ainda tentam te convencer que essa merda é clone do Sonic... tsc, tsc). Dai rola o primeiro fight dentro dessa budega: o robozão noob tenta atingir o ratinho de gel com alguns Spin Dash muito ruins seguidos de uns pulinhos fuleiros que até mesmo uma criança recém nascida conseguiria se desviar de tão péssimo que Silver Sonic executava suas técnicas plagiadas. Já mais do que cansado de tanta idiotice, Sonic meteu uns 4 Spins um peteleco no seu projeto mal feito de fack, que de tão sensível acabou explodindo com o toquinho em sua zona proibida; depois dessa frescura Sonic resolveu seguir em diante antes que acabasse sendo contagiado com tanta viadagem.

O último chefão[editar]

Eggman em sua mais nova lata de sardinha megazord
Situação do robô do doutor balofo após uma sessão de pancadaria com Sonic

Depois de ter fudido a sua versão em lata velha, o azulão seguiu pela única passagem aberta nesse fim de mundo, onde mais uma vez se encontrou com o tão esperado vilão dessa joça: Darth Vader Dr. Eggman Robotnik! Quando viu o azulão em sua nova casinha espacial, o Cabeça de Ovo começou a fazer o mesmo que o ouriço faz sem motivo algum, correr pra caralho, só que como Sonic estava afim de deixar a treta um pouco mais foda, resolveu reduzir velocidade pra ver no que isso dava. Seguindo o pansudo direto para a última salinha (onde iria ocorrer a suruba final entre eles), Eggman entra no seu novo megazord, que assim como a Death Egg, leva também a sua cara feia; com isso começa a luta final entre o rato de gel e o titio balofo, onde diferente de sua briguinha com Silver Sonic o azulão teve muito mais trabalho pra arrebentar esse novo trambolho do cientista obeso. Depois de várias sessões de Spin Dashs, lançamentos de mísseis, explosões e uma pancadaria que só ocorre em linha reta e estúpidos gráficos 2D, Sonic consegue executar um roundhouse kick nessa lata velha do vilão explodindo-o juntamente com todo o resto do planetinha artificial, e ainda tendo tempo de sair com estilo, caindo direto para o seu mundinho sem virar uma bola de fogo e ainda sendo salvo pelo jatinho particular de Tails antes de virar uma batata amassada no chão. E isso foi o fim da Death Egg... ou será que não?

Reforma temporária[editar]

Death Egg num período de transação entre os tempos (ou seria a Estrela da Morte mesmo?)

Não se conformando com a sua melhor invenção sendo destruida pelo Sonic, então o balofo resolveu reconstruir seus exoplanetinha de merda em segredo, já para não correr o risco de ter sua única arma gigantesca que prestou jogada no lixão antes da hora. Durante esse tempo Sonic sambou e rolou em Green Hill enquanto achava que já havia fudido de vez com Eggman; infelizmente para seu azar o doutor Cabeça de Ovo passou um bom tempo na retranca contracenando em outros joguinhos sem noção afim de não levantar suspeitas sobre sua invenção reformada. Como seu primeiro projeto foi muito mixuruca, desta vez Robotnik resolveu dar uma expandida em sua bolinha espacial (não estamos falando daquela outra bolinha, seu mente-suja) onde agora ele a expandiria com 69 salinhas, 42 corredores, uma porrada de montanhas russas plasmáticas, esteiras rolantes, mísseis teleguiados, lâmpadas fluorescentes com descargas elétricas de 9000 volts alem de alguns brinquedinhos a mais e uma série de buracos infinitos na cooperação de fuder com Sonic e Tails; em outras palavras, pode-se dizer que ela virou um parque de diversões tão fulo quanto Carnival Nights (ou muuuuuuuuuiiiito pior, segundo o azulão).

A hora da vingança[editar]

Rumo ao exoplaneta artificial

Já muito puto com todas as vezes que as Chaos Emeralds o deixaram na mão, sendo roubadas no final por Sonic que as usava para liberar o poder lendário dos Super Sayajins, o Dr. Fuckyounik decide colocar mais uma vez sua minúscula cabecinha para funcionar e descobre que as pedrinhas de crack coloridas tem uma chefona mafiosa chamada Master Emerald que fica num fim de mundo conhecido como Ilha dos Anjos Alameda dos Anjos. Com isso o cientista balofo foi até lá onde roubou a pedrinha mutante de ManoKnux botando a culpa no coitado do Sonic. Dai começa então os constantes quebra paus entre Sonic e Knuckles dando tempo para o Titio Ovoman dar os toques finais em sua obra prima e finalmente poder dominar destruir o mundo! MWAHAHAHAHAHA!

Uma nova esperança (...será?)[editar]

Quando você pensava que tudo já tinha terminado, olha ela ai!

Depois de várias sessões de porradaria, passando por fases complicadas (em ambos os sentidos), quebrando carapaças de robozinhos furries, coletando anéis vibradores, vandalizando monitores do Ruindows e ainda tendo que aguentar as pegadinhas sem graças de Knuckles em dois jogos seguidos, Sonic (depois de um momentinho de violência mano-a-mano) finalmente bota o maloqueiro equidna pra se tocar e os três (Tails tava no meio da suruba) pegam Robotnik no flagra levando a Master Emerald para tão tão distante enquanto ManoKnux ficava muito puto da vida. Depois dessa treta, ele faz as pazes com Sonic e Tails (ou não) e os três pegam uma carona num troço de viagem teletransporte direto para Sky Sanctuary Reino de Asgard, onde reencontram a Death Egg bem mais pocada e com muito outros assessórios toscos. Após deixarem Mano Knux dando um quebra pau no novo clone do azulão, Sonic e Tails partem para o ponto mais alto do reinozinho fudido entrando na Death Egg e começando a rock'n roll (ou seja, PORRADA!!!).

Eggman Contra-Ataca[editar]

Sonic brincando com o novo bonequinho inflável megazord de Eggman
Mais uma atração fracassada da Death Egg

Chegando ao reformado planeta artificial do Dr. Bobonik, Sonic teve um pequeno tique de sobrancelha ao ver o quanto Eggman dessa vez ralou feito o cão pra deixar o lugar nos trinques, e com isso partiu por esse mundinho a fora sendo muito mais onwado do que da ultima vez que esteve aqui, levando uma série de choques, bombas, fuzilamentos, laser's, explosões dentre outras pancadarias onde o rato de gel sobreviveu miseravelmente por ter vários 1-Ups. Sem o seu velho robo clone noob para recepcionar o azulão com da primeira vez, Robotnik criou um computador ciclope mutante cheio de bombinhas para fuder o ouriço de primeira, e caso sua parceria com Bin Laden não desse certo, essa aberração viraria um transformer aplicando um Kame Hame Há de cima pra baixo. Deu mais trabalho que o seu clone idiota da primeira vez que esteve aqui, mas nada que uns Spins não pudessem dar um jeito.

A caminho da suruba final[editar]

Depois que o nosso herói fudeu com esse brinquedinho, foi mandado direto para o quintal gigantesco dessa pereba onde a gravidade não tem um pingo de sentido e a coisa era muito mais feia, sendo que o único consolo pra Sonic era ficar admirando a paisagem no janelão (de onde só via mesmo seu planetinha se fudendo e o cu do espaço); depois de muito uso e abuso de Spin Dashs, Sonic Booms e do seu famoso Correr pra Caralho, o azulão chegou na última sala dessa joça, onde mais uma vez teve de brincar com um dos novos troços do Ovo Fuckyounik, que dessa vez não apanhava dele e mas ficava sendo bombardiado por um carrinho espinhudo toda santa vez que Sonic pegava um elevador. Pensando que tudo já tinha terminado, o ratinho de gel começa a perseguir Eggman até ele chegar no seu megazord para o pau final, fazendo o mesmo repeteco da última suruba; só que dessa vez esse novo troço era bem maior e bem mais equipado, e para ferrar ainda mais toda a situação, assim que Sonic deixou o bicho sem poder cantar a musica dos dedinhos com Eliana, ele começou a dar uma de Spyro com o famoso bafo de pimenta seguido de Kame Hame Hás ao passo que comia o chão que nem o Pac-man. Depois de uma briga daquelas, Sonic explode o megazord, recupera a Master Emerald (...ou não, segundo The Doomsday do jogo) e pipoca de uma vez por todas a porra da Death Egg, deixando o Dr. Pansudo mais puto do que da primeira vez, e claro, salvando o seu mundinho desprezível.

O Retorno da Death Egg[editar]

Segunda versão da Death Egg, agora com elevadores super modernos e planetinhas variáveis para todos os tipos de habitat
Pelo menos desta vez o cientista obeso dispensou os megazords e lutou que nem homem

Passado muitos anos desde essa frustração, o titio Cabeça de Ovo tentou por certo tempo criar novas bugigangas que pudessem substituir esse troço, só que como sempre não passavam de um grande trapo de lixo que Sonic destruía com vários Dash Spins um mero Sonic Boom do Super Sonic. Dai o vilão obeso resolveu ir até os destroços de sua luazinha imprestável para transforma-la numa verdadeira máquina de destruição em massa, agora com uma novidade que seria um plágio do sistema solar a aglomeração de vários modelos de habitat natural para que seu brinquedinho durasse muito mais tempo; e assim surgiu a Death Egg 2 (nome mais tosco, não?). Nesse embalo todo ele mais uma vez tenta destruir o planeta com esse trambolho, só que agora precisará não de 1, 2, 3, 4, 5, 6 ou 7, mas 8 Chaos Emeralds (sim! eu disse OITO!) e como cada uma das pedrinhas estavam nas mãos de Sonic e seu comparsas o jeito foi levar cada um deles para uma ala desse mundinho virtual (se bem que tudo no mundo do Sonic é virtual). Pois bem... querendo dar uma de espertinho, dessa vez Robotnik não colocou badniks e outras parafernalhas de metal barato para dificultar a vida do azulão e seus miguxos; só promoveu uma baita suruba entre eles para saber quem era o melhor, e como sempre Sonic venceu indo direto para a salinha principal dessa joça, onde lá encontrou seu fack mais famoso, o Metal Sonic, em quem deu uma boa surra indo logo depois para a sala do trono do Dr. Bobonik na sua foderosa forma de Super Sayajin. Depois de detonar o último chefão, ele acionou o comando de auta destruição da novo exoplanetinha reformado que durou muito menos do que sua última versão. Depois dessa Eggman achou melhor fazer cópias baratas dessa porrinha só que com outros tipos de nome, pois Death Egg já estava dando mais do que no saco.

Legado ao passar dos anos[editar]

Uma voltinha pelos pontos turísticos desse trambolho

Apesar do pouco tempo que ficou sendo fudida e reformulada, a Death Egg ficou conhecida até hoje como a zona mais odiada dos jogos do Sonic, perdendo apenas para o Last Story que é a fase do capeta; alem disso, a Death Egg já apareceu em outros jogos do azulão como pista de corrida, ponto turístico, substituto de lua, satélite pirata, OVNI, casa da mãe Joana entre outras funções quebra galho.
Também ficou marcada como a única fase que é considerada um Chefão, porque convenhamos, ficar correndo de um lado pro outro só fujindo de mísseis, bombas e laser's teleguiados que ficam na sua cola a zona toda, no mínimo é porque a própria fase já não vai com a tua cara (no máximo a própria zona tem vida própria e que te comer... nos dois sentidos), e isso sem falar que tem sempre um transformer, um clone, um badnik mutante ou um megazord te esperando lá pro fundo do quintal dela. Ao que parece este será o único trambolho que Robotnik irá deixar para seus futuros seguidores e descendentes (se é que ele vai ter algum), já que o resto de seus projetos já estão na lata do lixo graças aos seus constantes fighters contra Sonic. Um coisa é certa: Death Egg sempre será tão memorável e histórica quanto Green Hill, a Terra do Nunca, ao estado fictício do Acre, as Pirâmides do Egito e a casa do anão de jardim da minha avó.

Aparição na Archie Comics[editar]

Mais uma vez ela está de volta!!
Nessa edição da Archie, Sonic enfrenta Metal Sonic e Silver Sonic anabolizado enquanto Sally não faz porra nenhuma

Por várias vezes esse projeto mal feito com a cara feia do titio Ovo apareceu também nos mangás do Sonic; na maioria das vezes era lá onde rolavam a parte mais foda das tretas dos Freedom Fighters, bem como onde também ficava a nova arma do Dr. Bobonik para tentar pela zilhionésima vez dominar o mundo. Em historinhas mais clichês, Sonic e sua gangue descobriam que Eggman estava prestes a acabar com a raça deles com algum novo trambolho que só tinha importância durante a edição em que aparecia e depois era jogada no lixão sem revira volta. Dai eles invadiam Robocity, Robotrópoles, Robocenter, Robomerda ou qualquer outro lugar que levasse o primeiro nome de Robo-alguma-coisa, e lá chegando não achavam o cara de bunda ovo descobrindo então ele se mandava pra essa lua horrorosa, onde nossos heróis lá chegando eram recepcionados por algum clone noob do azulão da Série de facks do Sonic e depois encontravam o balofo bigodudo dentro de um megazord com o qual lutavam até este virar picadinho. Sinceramente é uma coisa tão clichê e sem graça que ninguém sabe porque diabos os fãs da Cega ainda curtem esse tipo de babaquice nos videogames e mais ainda nesses mangás falidos.

Habitantes[editar]

Por incrivel que pareça, a Death Egg é habitada por uma porrada de robôs, ciborgues e até algumas pequenas aberrações genéticas desenvolvidas por Eggman (e unicamente por Eggman) para ajuda-lo a dominar o universo. Entre as mais famosas celebridades que moram nesse satélite do cão, se destacam:

Algumas das para fernalhas que habitam a Death Egg
  • Dr. Eggman – O presidente desse troço imprestável. Toda santa vez que Sonic visita o local sempre encontra o Cabeça de Ovo em sua sala principal de bugigangas sentado no seu novo megazord de merda, como sempre esperando que o rato de gel o massacre sem dó e piedade para mais uma vez arruinar o seu planos diabólicos.
  • Metal Sonic – Segundo habitante mais conhecido dessa joça. Como se já não bastasse ter feito papel de bobo em tantos outros estágios secundários que ninguém lembra mais o nome, na maioria das vezes ele e seus irmãozinhos aparecem por aqui no papel de inútil-mor sub-chefão, onde apanham mais que protagonista de anime para sua versão original até sobrar só o caco; no entanto é o principal mascote de Eggman para dar conta da pré-destruição da Death Egg.
  • Badniks – Por todos os cantos que você passar neste fim de mundo, vai encontrar um. Eles são a grande maioria dos habitantes desse lugar, mas assim como figurantes de jogo, só estão aqui para serem fudidos com Spin Dashs e cacetadas. São tão sensíveis que morrem com um simples assopro, mas claro complicam a vida de qualquer um que chegue nessa budega.
  • E-Series – Quase que parecidos com os estúpidos robôs noobs anteriormente citados, os transformes dessa série são um pouquinho mais resistentes que os badnik, porem bem mais destrutíveis que os facks do Sonic. Eles são uma espécie de polícia do lugar, sendo que de tão parecidos com o titio Ovo acaba sendo muito mais imprestáveis e bestas que os demais capachos dessa porcaria.

Curiosidades[editar]

Cquote1.png Oh my God! It returned! AAAA!!! Cquote2.png
Sonic sobre Death Egg
Qualquer semelhança desse troço com a lua de Zelda é pura conhecidência... ou não.
  • Death Egg foi financiada por George Lucas utilizando os destroços da Estrela da Morte depois das filmagens do último filme de Star Wars;
  • A primeira Death Egg só tinha um corredor e dois quartinhos miseráveis onde Robotnik brincava de boneca com Silver Sonic;
  • Sonic poderia ter destruído a Death Egg com um único golpe na forma de Super Sayajin, mas achou melhor fazer isso em sua forma normal só pra se divertir um pouco mais;
  • Death Egg, apesar do nome, não é um ovo: é uma bola (putz!);
  • Robotnik foi processado por ter estampado sua cara feia na Death Egg;
  • A última luta épica de Luke e Vader se deu na Death Egg quando esta ainda estava em construção;
  • O gamers sonicistas odeia essa fase (bem como qualquer outro otário que resolve jogar Sonic);
  • A principal inspiração para Eggman criar a Death Egg não foi a colônia espacial da ARK e muito menos a nave do Astronauta da Turma da Mônica, mas sim da beleza corporal de sua pessoa (¬¬);
  • A Death Egg está para um plágio da Death Star assim como a Lua de Zelda está para um plágio do Troll;
  • Death Egg deveria ser uma arma, mas infelizmente não faz porra nenhuma;

O fim da Death Egg[editar]

A ultima vez que a Death Egg foi vista. Atualmente você só encontra destroços boiando no espaço

Depois de anos e mais anos reformando, reconstruindo, reparando, recombinando, reajustando e reconfigurando esse planetinha idiota que no final das contas sempre acabava sendo completamente fudido por Sonic e seus amiguinhos (se não só com mero hadouken do Super Sonic), Eggman resolveu parar de tentar dar uma de brasileiro (que não desiste nunca) com esse troço, e passar a investir em invenções muito mais bakas que viessem a calhar de forma menos constrangedora e não desse tanto trabalho pra Sonic na hora de destruí-los. De acordo com um futuro bem próximo, os destroços da Death Egg serão usados como quartel general dos Neo nazistas que junto com a organização do Império Emo tentaram extinguir a vida hetera na terra e estabelecer o seu legado gay para a humanidade, o que nunca ocorrerá enquanto Mr. Norris e seus seguidores estiverem protegendo o planeta. O resto é merda lenda.

Veja também[editar]

Sonic surfe na neve.jpeg Death Egg é uma fase de um jogo!

Você com certeza já morreu nela, tentando coletar moedas ou fazendo speedrun dela. Provavelmente você já entrou na cápsula...

Exoplanetas
Vulcano · Terra Média · Planeta dos Macacos · Google Earth · Hercólubus · Estrela da Morte · Nibiru · Thanagar
Melmac · Coruscant · Krypton · Wikipédia · Neopia · Móbius · Planeta Wisp · Planeta dos Guarda Chuvas · Planeta X
Existência Não-Cofirmada: Sol · Lua · 1969 UBCUFSGMERDAFDSG839666345 · Aerólitos · Planeta Glorg · Planeta Vegeta · Namekusei · Little Planet · Death Egg - Lost World
Negados pela NASA: Napster · Terra plana · Terra oca · Terra quadrada · Mundo Bizarro · Mundo Compacto · Desciclopédia · Mundo do Contra · Fofosfera
Pianeti.jpg