Dama de ferro

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Exploding-head.gif

Atenção: as porcarias escritas neste artigo podem esvaziar o seu cérebro!


NovoWikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Dama de ferro.
Dama de ferro e congêneres.

Cquote1.png Você quis dizer: Iron Maiden Cquote2.png
Google sobre Dama de ferro
Cquote1.png Você quis dizer: Dama de Espadas Cquote2.png
Google sobre Dama de ferro
Cquote1.png Experimente também: Margaret Tatcher Cquote2.png
Sugestão do Google para Dama de ferro
Cquote1.png Nas horas vagas, até que é bom. Cquote2.png
Zé do Caixão sobre Dama de Ferro.
Cquote1.png Se você não contar eu te mando para a dama de ferro. Cquote2.png
Inquisidor sobre herege.
Cquote1.png NÃÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOOOOOOO!!! Mas ela é gatinha? Cquote2.png
Herege respondendo ao inquisidor.
Cquote1.png Será que dói? Cquote2.png
Você sobre Dama de ferro.

Dama de ferro, ou Virgem de ferro é mais um método de tortura para interrogatórios criado pela inventividade humana, sendo, na realidade, uma gaiola repleta de espetos dentro, que perfuram o corpo a vítima, mas não em pontos vitais, afinal os padres que a utilizavam se divertiam em deixar os prisioneiros morrerem de hemorragia.

A história que querem que você acredite[editar]

Encara a daminha?

Segundo relatos, a dama de ferro era um método de tortura medieval, aplicado naqueles classificados, pela Igreja Católica, como hereges, ou seja, qualquer um que ousasse fazer algo contra a doutrina, como comer carne de porco ou tocar alguém de nível inferior.

A prática ocorria em interrogatórios, o indivíduo era cordialmente convidado a participar da conversa e era posto dentro do artefato e fechado lá as pontas perfuravam o ser e, além disso, haviam aberturas laterais, onde o torturador entrevistador podia enfiar certas coisas, da mesma forma que naquela caixa que o mágico põe a assistente e depois a perfura com espadas, só que no caso da dama de ferro, o mágico costumava errar o truque.

A história verdadeira[editar]

Hoje dama de ferro virou espetáculo de mágica.

Por mais estranho que pareça, tudo isso acima é invenção de alguém, não há damas de ferro datadas da Idade Média, são todas elaboradas após o século XVI, sendo a primeira uma de Nuremberg. E utilizadas de forma escusa nos séculos XVII e XVIII, afinal aquele ideal iluminista de não à tortura nos despotismos esclarecidos era apenas para inglês filósofo ver.

O mais irônico de tudo na história da dama de ferro é que: a possível inspiração para isso foi o livro Cidade de Deus, livro sem relação alguma com o filme tupiniquim filmado no morro. O livro é do filósofo, santo, ex-punheteiro e ex-pegador Santo Agostinho, e em certa parte refere-se a cartagineses prendendo romanos em caixotes com espetos. Isso mesmo um santo deu a ideia. WTF?

Fatos curiosos, ou não[editar]

A dama de ferro.
  • O primeiro morto por meio dessa técnica, ao que tudo indica, foi um falsificador de moedas alemão.
  • Elizabeth Bathory utilizava uma dessas para escorrer melhor o sangue das vítimas, na maioria jovens garotas.
  • Ninguém sabe se ela, ainda, é dama.
  • A dama de espadas é inspirada nela.

Funcionamento[editar]

Ver também[editar]