Corporación Deportiva América

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Corporación Deportiva América
Escudo do América de Cali.png
Brasão
Hino "Entraaaa, capetaaaaaaaa..."
Nome Oficial Corporación Deportiva América del Cali
Origem Manchester
Apelidos Possuieldos
Torcedores Satânicos, Góticos e afins.
Torcidas Diabos Vermelhos
Fatos Inúteis
Mascote Diabinho
Torcedor Ilustre Capeta
Estádio Infierno del Guerrero
Capacidade 45.000 possuídos
Sede Belzebufilinas
Presidente Pascual Guerrero do inferno
Coisas do Time
Treinador Asasel
Pior Jogador Nuvola apps core.png Demoneta (Demônio com perneta)
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png Nenhum
Patrocinador Candomblé
Time
Material Esportivo Adquirido através de pacto satânico
Liga Campeonato Colombiano
Divisão Série B
Títulos 13 títulos Colombiano
Ranking Nacional 1° colocado (da segundona)
Uniformes



Cquote1.png Você quis dizer: Segundona do campeonatinho colombiano? [1]? Cquote2.png
Google sobre Corporación Deportiva América
Cquote1.png Você quis dizer: Vasco Colombiano? Cquote2.png
Google sobre Corporación Deportiva América
Cquote1.png Problem?? Cquote2.png
Patriotas de Tunja sobre Corporación Deportiva América
Cquote1.png WTF???? Cquote2.png
Manchester United sobre América de Cali
Cquote1.png HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!!! Cquote2.png
Peñarrola sobre América de Cali
Cquote1.png HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAHAHAHAHA!!!!! Cquote2.png
Argentinos Juniors sobre América de Cali
Cquote1.png HAHAhah... Ah! Esquece. Cquote2.png
Horríver Plate sobre América de Cali

Corporación Deportiva América, o popular América de Cali, é um timinho colombiano que surgiu através de um plagio colombiano do Manchester United com o America do Rio, copiando o primeiro em símbolos e cores, e o segundo em nome e qualidade de futebol. Durante o tempo em que até o Flamengo conseguiu roubar ganhar uma Libertadores, o América conseguiu a esplêndida façanha de ser TRI-vice da Libertadores.

História[editar]

Fundação[editar]

Em 1927 o capeta chegou em Cali e se impressionou com a cidade colombiana, achou lá tão ruim e assustador que decidiu voltar para o Inferno. Em comemoração à fuga de Satanás, um grupo de pessoas satânicas decidiu fundar um time de futebol em homenagem ao diabo, e assim surgia o América de Cali, com um cramunhão desenhado enorme no meio do escudo.

Penta-campeonato Colombiano (1982-1986)[editar]

Durante os tempos de virgindade da Dercy Gonçalves, o América de Cali era praticamente uma seleção colombiano de futebol (ou seja, um lixo de time), e de 1982 a 1986 foi penta-campeão colombiano, a cada ano vencendo a final sobre um time diferente, para confirmar como todos os outros estavam extremamente irregulares

Libertadores de 1985[editar]

Primeiro vice da América do Sul!

Após jogos duríssimos contra o poderosos El Nacional e Peñarol, o América foi para a grande final, contra o grande e poderoso... Argentinos Juniors, e após a realização de dois belos jogos de ambos com resultados 1x0, um pra cada lado. A decisão foi para os pênaltis, e o América foi derrotado por 5x4.

Cquote1.png Qualé, de 9 pênaltis batido pra cada lado, é razoável, não? Cquote2.png
Alguém sobre essa bagaça acima

Cquote1.png Sim, bem melhor que a Seleção Brasileira contra o Paraguai. Cquote2.png
Eu sobre comentário acima

Libertadores de 1986[editar]

Bi-vice da América do Sul!

Essa Libertadores tinha times mais poderosos ainda que a anterior, no grupo do América estava os poderosos Bolivar e o Olimpia (que naquela Libertadores estava com um dos piores times de sua história). Mas com muita garra, o América conseguiu se classificar e ir para a grande final, com o River Plate, que naquele tempo tinha um time meia-"boca" (sacou?), então deu uma sapecada no América e foi campeão.

Libertadores de 1987[editar]

Tri-vice da América do Sul!

Esta, é o maior orgulho do América, seu grupo das eliminatória finais foi um dos mais fortes de todos os tempos, e nele estava o grandioso Barcelona da Puta que Pariu do Equator, e o Cobreloa (aquele mesmo que perdeu por Flamengo, ser tão ruim assim não é pra qualquer um), que atualmente está na 2° divisão Campeonato Chileno. E depois de tamanhos desafios, foi pegar na final o time do Peñarol (que naquele tempo prestava). Então, o América tomou um sutil 5x1 e ficou com vice campeonato mais uma vez.

Libertadores de 1996[editar]

Tetra-vice da América do Sul!

Esse foi o maior time da história desse timinho, e adquiriu o maior feito de sua história, eliminar o Grêmio na semi-final da Libertadores, aplicando um 3x0 em pleno Olímpico. Depois desse maravilhoso feito, pode conquistar seu tetra-vice sossegado após mais uma derrota para o River Plate, um time bem mais tradicional e realmente merecedor.

Copa Merconorte de 1999[editar]

O maior orgulho desse clubezinho, foi adquirir a Copa Merconorte de 1999, uma espécie de Série C da Libertadores (já que a Série B era a Mercosul - atual Sul-Americana).

Era um torneio muito fortemente disputado pelos times do Peru, Costa Rica, Venezuela e afins porcarias sem capacidade sobre times argentinos ou brasileiros. E no final teve que disputar com mais um time colombiano, o Independente Santa Fé, e acabou ganhando, por ser o time menos ridículo.

Campeonato Colombiano de 2010[editar]

Torcida do América, lotando o estádio para ver o time rebaixado

Uma das maiores campanhas de história, o América liderou o Campeonato Colombiano inteiro, tanto a Apertura quanto a Clausura, desde a primeira rodada quando sentou 6x1 no La Equidad, e permaneceu sempre em 1° lugar o campeonato inteiro literalmente. Só que, nas quartas de final da Apertura e Clausura, foi eliminado pelo timasso do Itagüi Ditaires, que tinha acabado de chegar da série B e perder para o Vale Roubado (um time de Várzea), e o Amériquinha nem pra Libertadores foi).

Campeonato Colombiano de 2011[editar]

Em 2011, o América de Cali, irritou mais ainda os vascaínos ficando na Vice-Lanterna do campeonato Colombiano, e teve que enfrentar o Patriotas de Tunja, vice-campeão da série B colombiana.

Os dois jogos acabaram em 1x1, e a decisão foi para os pênaltis, e o América de Cali imitou a Seleção Brasileira e perdeu 4 pênaltis (apesar de que foi em 7 cobranças). Enfim, os pênaltis foram 4x3 para os Patriotas, e o Ameriquinha botafogueou e rebaixou

Primera B (2012 a 2015)[editar]

Se em 2011 o América botafogueou, nos anos seguintes (2012, 2013 e 2014) Guaranizou e não subiu de divisão. Primeiro em 2012, venceu todo mundo e chegou à final com 100% de aproveitamento, quando não perdendo a tradição de ser vice e morrer na praia, perdeu a final para o inexpressivo Alianza Petrolera. Com a segunda colocação, só subiria de divisão se vencesse o Cúcuta, penúltimo da Primera A, para quem perdeu de 4x1.

Em 2013, novamente uma campanha espetacular na primeira fase, acumulando 100% de aproveitamento, porém na fase seguinte dessa vez nem na final chegou, perdeu em casa para times que nem existem, como Llaneros FC e Unión Magdalena.

Cada vez mais falido, esquecido e desrespeitado, em 2014 na Apertura da Primera B até chegou na final, mas humilhou-se ao perder de 4x1 para um novo time que nem existe, dessa vez o Jaguares FC. No Clausura de 2014 nem na final chegou, perdendo em casa para mais times peladeiros do interior do Amazonas, como Deportivo Pereira e Leones FC.

Em 2015 chegou ao cúmulo de perder a vaga para um time cearense, o Fortaleza, adicionando mais um fiasco para a sua coleção de derrotas épicas.

Títulos[editar]