Copa Libertadores da América de 1966

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

A Copa Libertadores da América de 1966 foi um lixo de Libertadores que ocorreu nos anos 60, como se não bastasse nem um time Brasileiro participou, tendo em vista a mediocridade que era as Libertadores da Época.

Primeira fase[editar]

Graças a ausência do Brasil e pra variar a da Colômbia, gerada pela "desculpinha" de que adicionar Vice-campeões no torneio estragaria a competição, o regulamento saiu todo cagado (Não que o regulamento antigo fosse grande coisa) com Times do mesmo país dentro do mesmo grupo, grupos desregulados com até 6 clubes e com a entrada de times Venezuelanos.

Deve ter sido muito emocionante, pena que todo mundo nessa foto já está morto.

Não a muito do que falar (a menos que você esteja muito desocupado), e nem listinhas bonitinhas vamos botar.

Semifinal e Final[editar]

Na semifinal, ainda com o regulamento cagado, este bando de múmias Sul-Americanas brigariam lindamente em grupos estranhos onde o River Plate e o Penãrol se classificariam, finalmente parando a saga do Independiente na Libertadores.

Já na parte realmente importante (pois ela aparece naqueles copilados de campeões da Libertadores, mas só por isso mesmo), em uma final de 3 partidas e com 13 gols, o Peñarol se sagraria campeão após finalmente ganhar uma partida de desempate. Por fim essa Libertadores só foi util pois o Peñarol estupraria o Real Madrid na Copa Intercontinental, e por criar a base das Libertadores posteriores com seu inovador regulamento que só a CONMEBOL gostava.

Jogo Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta Desempate*
1 Escudo do Peñarol.png Peñarola 8–5 Rival do Boca Escudo do River Plate.png 2–0 2–3 4–2
Copa Libertadores da América de 1966
Escudo do Peñarol.png
Peñarol

(3° título)

Ver também[editar]