Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
NewBouncywikilogo.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Confederação Nacional da Agropecuária.

Confederação Nacional da Agropecuária, conhecido pelo acroanônimo CNA (idiomas rurais), é um grupo responsável por manter a bancada ruralista do congresso, por meio de alguns ordenados mensais. A associação é a responsável pela captação de "verbas de apoio" aos congressistas por meio da contribuição sindical dos da roça e também está incubido de ir cobrar as terras que o governo repassa para alguns índios poderem fazer revenda. Segundo eles, o repasse poderia ser feito diretamente, pois segundo eles, os índios mantém uma margem de lucro bastante alta, o suficiente para comprar 5 Toyota Hilux a cada hectare de terra vendida.

Sobre a Organização[editar]

CNA defede o uso da terra como principal meio de subsistência

A Confederação é um dos orgãos mais próximos ao governo, perdendo apenas para a CUT e o MPL. Por isso, a CNA já conseguiu indicar até a Katia Abreu para o ministério da Agricultura, tamanha a proximidade que tem com o "poder" executivo. A CNA defende que não existe nenhuma fazenda escravista, bem como qualquer coisa que remeta a exploração nos currais Brasil adentro. Como qualquer orgão do sistema S, preza-se pelo pagamento das taxas e alíquotas mensais a organização, sob o risco do inadimplente sumir do mapa, literalmente.

Veja mais[editar]