Cocoricó

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
TV CULTURA NA ERA DIGITAL.jpg Este artigo está relacionado à TV Cultura.

Ele assiste Cocoricó e Roda Viva, faz maratona de desenhos é a segunda melhor emissora do mundo, mas tem um ibope de merda. Conheça mais dessa gentalha aqui.

Serjão entrevista.jpg Enxada-2.pngEsti artigu é caipira, sô!!Enxada-1.png

Este tar di artigu pareci caipira, foi escritu purum caipira, ô ele é de fato
CAIPIIIIRRA!!!

Num istraga eli naum, si não nóis crava a inxada pra riba docê!


A90.jpg

Este artigo discute coisas intrínsecas aos Anos 90's!
Se você não teve infância naquela época, com certeza você está no Facebook ou no Whatsapp neste instante.

60px-Bouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Cocoricó.
Um exemplo clássico do Yahoo, de quão destrutivo e medonho é o cocoricó

Cquote1.png Você quis dizer: A Fazenda versão Kids Cquote2.png
Google sobre Cocoricó
Cquote1.png Você quis dizer: Cocô Rico Cquote2.png
Google sobre Cocoricó
Cquote1.png Puxa, puxa, que puxa! Cquote2.png
Júlio sobre Cocoricó
Cquote1.png Sou tão bom na Gaita quanto é o sucesso do meu programa. Cquote2.png
Julio sobre suas baixas audiências do programa Cocoricó
Cquote1.png Eu é que sou o astro daqui! Cquote2.png
Caco se fazendo de maioral
Cquote1.png Mas você mal participa dos programas. Cquote2.png
Zazá sobre Caco
Cquote1.png O Júlio na gaita e a bicharada no coco, coral, cocoricó, cocoricóóóóóó!!! Cquote2.png
Vinheta de abertura sobre você

Cocoricó é uma série infantil de fantochinhos. Os fantoches ficam abrindo e fechando a boca de forma cômica e assustadora, e a garotada morre de medo. A série representa uma fazenda cheio de animais falantes, o que também originou o programa A Fazenda.

Como começa o programa[editar]

Começa com os chatos animais fazendo a suruba festa no karalho Curral, e vão caindo na farra cada vez mais e mais, toda vez que vem o malandro do Julio indo tocar a sua maldita gaita com o rolar da música chata da introdução do programa. Pior é que existe até uma música de encerramento similar a da música inicial, mas ao menos é bem mais planejado do que o Castelo Rá-Tim-Bum.


Seus personagens[editar]

Olhem o Zazá convidando o Kid Bengala (em formato de fantoche) para brincar com a turminha

Eis aí, os que fazem parte deste bando da turma do Cocoricó:

  • Julio: Um garoto feio pra caralho que parece que tem hipertireoidismo, é o chefe do grupo que gosta de mostrar como é a vida de um fazendeiro. Passa metade do dia tocando gaita e apavorando com a galera na fazenda pra lá e pra cá. Seu tipo favorito de música é o "Rock Rural". Quando a audiência do seriado começa a cair, eles apelam aos desenhos da década de 1980, fazendo assim a sua audiência subir para meio ponto percentual. Resumindo, essa porra é nada mais nada menos que uma mistura brasileira de Chaves com Ash Ketchum.
Caco e seus amigos numa aulinha de Zoofilia
  • Zazá: Ela é a galinha principal da turma, é a mais velha e resmungona, sempre gritando com todo mundo, até quando não é necessário, por que é meio esquizofrênica. Ela sempre deu para os bichinhos da fazenda e até deu para o Julio, menos para o chato do Caco
  • Lola: Uma outra puta galinha da turma, na verdade "Lola" trata-se de um galo travesti, que usa um chapelão de bebê. é atrevida(o) como os outros, mas esta gosta mesmo é de fofocar das vidas dos outros, seu boneco é "manipulado" por um homem.
  • Lilica: A Galinha mais bonita da turma, e mais jovem, todos querem comer ela, mas ela dá apenas para o Alipio
  • Kiko: Era irmão do Louro José um papagaio, mais durão e másculo, marinheiro assim como Popeye, era tio do Caco, e era um grande amigo de todos no paiol, mas apenas no inicio da série, depois da primeira temporada ele simplesmente sumiu, não sabem ao certo se ele foi capturado pelo ibama, preso por tráfico de crack, ou se a produção realmente se esqueceu, perdeu ou simplesmente pegou medo/rancor do boneco, e jogou fora o pavoroso. Ainda há quem acredite que o Caco tenha matado ele, por inveja de seu sucesso. Ele nunca mais é visto ou citado, mas todas as galinhas se lembram de quão "pintoso" ele era.
  • Caco: Ele é o papagaio, homicida que matou seu tio Kiko, e é filho bastardo do Louro José, e se acha o melhor de todos da turma, mas na verdade ele vai todo dia na casa do julio fazer sexo oral,so julio tem saco para AGUENTAR o caco. Na verdade ele é o ser mais irritante do programa.
  • Alípio: O Cavalão da turma, mas é tão burro quanto um jegue, sempre caindo nas pegadinhas do Caco que ele conta para ele, é cheio das gracinhas, é caipira, e cabuloso, mas acima de tudo um grande camarada, humilde e fanfarrão, que está pouco se fodendo pra nada.
  • Mimosa: Ela praticamente é uma vaca, mas não gosta de dá tanto quanto a Zazá e Lola, mas ela tem uma quedinha pelo Caco, sendo a única bicho que tem paciencia de ouvi ele falar tantas besteiras no curral. É Um fantochão pavoroso e enorme que mete medo em todas as crianças quando entra em cena e abre o bocão de fantoche.
  • Oriba: Ela é uma indiazinha que veio da Amazonia. Originalmente ela só iria trabalhar usando apernas com uma saia de palha, como qualquer outra India, mas os diretores da TV Cultura a obrigaram ela a usar uma roupa, devido ao horário em que muitas crianças assistem o programa. Mas como ela era feita de pano, porque decidirão vesti-lá mesmo assim?
  • Astolfo: É o bebê porquinho que é muito irritante (so perde pro Caco). so fala besteira e é o mais animado pra fazer sexo, e tem uma mãe que é tão feia que seu rosto não é mostrado pra o programa não perder audiência.
  • Toquinho: É um morcego que so diz besteira e é um inútil no programa.

Cquote1.png Isso não vai dar certo! Cquote2.png
Toquinho sobre fazer sexo com um não de sua especie

  • Dito e Feito: São os Debi e Loide do programa. Dito é sempre referido como Bobalhão pelo feito (e não é mentira não) e é o que sempre sugere uma ideia pra fazer sexo oral com a turma, mas o feito como é surdo e burro, demora 1 hora pra entender e depois faz essa ideia.
  • Avôs do Júlio: Completos inúteis que fazem sexo quando ninguém tá olhando.
  • João: O Kid Bengala da turma. Ele não conhecia nada da cidade, até que o seu priminho insistu que ele viesse, e ele começou a brincar com a turminha até que ele finalmente foi se embora (mais tarde, o pessoal vai até a cidade pra fazer suruba com ele)

Outras séries[editar]

Além do Cocoricó original, houve outras séries igualmente chatas com esses personagens:

Assim como o programa de TV, o gibi do Cocoricó também fez muito sucesso com suas piadas engraçadalhas

Banho de Aventura[editar]

Também conhecido como "Cadê o Baiano? Chinelo? Mário? meu headphone? Léo?". Se trata de um filme bem tosco que foi transmitido como um especial TV em Rá-Tim-Bum, que por sua vez, colaborou para que o mesmo se transforma nesse montão de merda que nós conhecemos hoje em dia. Nesse filme, Júlio (que ainda não tinha ido morar na fazenda) decide dar uma de Cascão, fumar um bagulho legal e fugir sem rumo de casa por algumas dias... para depois... voltar, dizer várias lorotas para sua mãe (sim, ele tem mãe!) e usar seu leãozinho de pelúcia (o tal Léo) como álibi (WTF?) para escapar do castigo (e do banho, obviamente).

Cocoricó na Cidade[editar]

Aqui, Júlio e seus amigos vão até a cidade, e passam 3 anos lá fazendo suruba. É aqui que as vozes de uns personagens saem e chegam novas que são ainda mais irritantes.

TV Cocoricó[editar]

Outro programa inútil que tenta bancar (sem sucesso) o Jornal da Cultura com entrevistas com personagens que ninguém conhece.

"Biscoitão"[editar]

Além disso, nesta porcaria de programa o coitado do Feito sempre é mal‐tratado injustamente por Júlio um BURRO e por uma produtora HUMANA chamada Tânia Paes (mas TODOS chamam ela de "produção" ou "biscoitão" [WTF?]); até por (seu companheiro) Dito ele é mal‐tratado!

Amiga da Zazá[editar]

Nele, também foi convidada uma tal de Rebecca Chamma, uma pirralha com uma voz enjoante que acha que é chef de cozinha (quando na verdade as únicas receitas que ela faz são sucos básicos e outras receitas ultra fáceis , e todas ficam horríveis).

Cocoricó conta Clássicos[editar]

Mais um programa inútil. Aqui Júlio e sua turma interpretam os clássicos infantis e deixam com a cara do Brasil (ou seja, mais chatos do que o original e má interpretação).

Vejam também[editar]

{{#logotipo:http://images.uncyc.org/pt/c/c3/Desciclocultura_menor.png}}