Charlie Charlie

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Night creature.JPG Charlie Charlie surgiu das trevas!!

Always lurking... Always in the darkness...

Puro osso.gif

Capeta-2.jpg

Charlie Charlie fez pacto com o CAPETA!
Então é melhor nem se meter com esse artigo, senão o capeta vai atrás de VOCÊ!!!

Cquote1.png Você quis dizer: Charlie Chaplin? Cquote2.png
Google sobre Charlie Charlie
Cquote1.png Você quis dizer: Mentira? Cquote2.png
Google sobre Charlie Charlie
Cquote1.png Experimente também: Realidade de ficção Cquote2.png
Sugestão do Google para Charlie Charlie

Nota: Se procura por outro Charlie, clique aqui ---> Charlie


Depois ou antes do Jogo da Baleia Azul, existiu (ou existe) um joguinho chamado Charlie Charlie (Não confunda com Charlie Chaplin). Ele insiste em você pegar um pedaço de papel qualquer, usar 2 lápis em forma de cruz (OU NÃO) escrever YES e NO perto dos lápis e dizer umas parada tipo assim:

Cquote1.png Charlie Charlie, você está aí? Cquote2.png

E o lápis girava para o yes ou para o no. Parece simples, mas não é um anjo que você está comunicando não. É um demônio de 5 cabeças que gosta de toddynho quente e puxa seu lindinho a noite. Muitos dizem que é mentira (concordo com eles), outros dizem que é verdade, o capeta puxa seu pé a noite e blá blá blá. Como qualquer mísera coisa no mundo, existe regras.

Versão especial usando canetas

Regras[editar]

  1. Não jogue sozinho, igual Tabuleiro Ouija;
  2. Não jogue as 3 horas da manhã;
  3. Não invoque o Lula;
  4. Não chame sua mãe se o lápis voar;
  5. NUNCA pergunte se ele é gay;

E nunca, NUNCA, grite Charlie Charlie as 3 e 1.

Criança possuída enquanto jogava Charlie Charlie


História[editar]

Ela se for um milagre, não foi criada pelos mexicanos, e pelos próprios estadunidenses masturbadores. O jogo também nunca foi assim atualmente. Antigamente, você tinha que pegar 6 lápis (e o dinheiro da mãe só vai embora) você segurava 3 e seu amigo imaginário segura 3 também. Você fazia as mesmas porras de peguntas e se os lápis distanciassem, era um sim, se chegassem perto, era um não. Isso que quase ninguém jogou essa desgraça, em 2015, surgiu a nova forma de Charlie Charlie, o famoso papel com yes e no, dois lápis um em cima do outro e tal. Quase todo mundo na Terra já esqueceu, exceto você que é sad boy e quer que o Satanás, gato da Bruxa do 71, puxe seu pé a noite. Mas... É mentira. Como todo mundo sabe. Mas ainda, tem nego... AH! CHEGA!!

Vídeo[editar]

Ver também[editar]