Cebolês:

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Seja bem-vindo pla Desciclopédia

Uma enciclopédia livle de conteúdo e glatuíta, feita com planos bem infalíveis em 5.513,358 línguas!

61 004 Altigos · 202 634 Imagens iladas

Planos pla enganar a golducha

Coelhadas

Pixações da dentuça

Leglas

Fotos de coelho com nó

Ideia secleta

Novo plano infalível!
Alegria em ser maconheiro colorido

Cor é uma palavra bem pequena que representa uma infinidade de efeitos visuais, que são chamados de cores (Uau!!!). Cores são coloridas e bem numerosas. É possível que exista mais de 9000 cores, porque, se misturarmos uma cor com outra, já é uma cor diferente. Exemplificando: se misturarmos o azul com o verde, sairá o azul-esverdeado. Se misturarmos esse azul-esverdeado com uma mistura do vermelho com o amarelo, que é chamado de cor laranja, a cor formada será o azul-esverdeado alaranjado. Se misturarmos o verde com o preto, que será o verde escurecido, com o azul-esverdeado alaranjado, a cor produzida será o verde-azul-verde escurecido alaranjado. Ou seja, as cores que poderão ser produzidas são inúmeras, podendo surgir novas cores.

É possível classificar a cor como um estado físico-químico-sócio-econômico presente em tudo: pode parecer uma grande bobagem, mas se o gênero é uma construção biopsicossocial, por que não? Seguindo a lógica do princípio da matéria, a cor está presente em tudo, logo, cor = tudo. O que não possui cor é invisível, ou seja, não existe. O ar é invisível, portanto, não existe. O homem-invisível é a única exceção, pois ficou invisível por causa de uma tinta amarela. Porém, se seguir a lógica do princípio da matéria, o que não pode ser tocado não há de existir, logo a cor também não existe, e se a cor está presente em tudo, tudo não existe, portanto, tudo = nada, ou seja, tudo isso que você está lendo não existe, nem mesmo você! Mas se tudo que pode ser visto existe, então há uma grande chance de você existir, a não ser que você seja incolor, então não existiria...

Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter



Últimos planos flustlados


Hola de coler...


Veldades da Mônica


Fotos da baixinha
 
Aplesentação
Tô bonito na foto!
Bem-vindos a Desciclopédia, uma enciclopédia esclita com a colabolação de seus leitôles. A Desciclopédia é um site de glaça debochada e seu conteúdo NÃO deve ser levado a sélio. Todas nossas leglas e políticas convelgem pala um só plincípio: ser englaçado e não apenas idiota. Ou seja, temos que se plepalar polque a Mônica não vai achar englaçado o altigo dela soble ela ser golducha, baixinha e dentuça, e se eu e o Cascão não colemos vamos tomar uma coelhada daquelas, fui!


Palticipação
Quem quiser palticipar é só avisar e ficar de alelta, polque a qualquer momento ela pode se ligar que estamos fazendo tloça da cala dela e aí...

Cquote1.svg Cebolinha! Que artigo é esse que você fez sobre mim? Cquote2.svg
Mônica

Ih calalho, sujou, bola coleeeeeeeeeeeeeer!!!


Comunidade
A comunidade é maior que todos os galotos do Bailo do Limoeilo, todos unidos pla fazer muito bom humor e planos fantásticos pla fazer zueilas muito boas.


Plojetos ilmãos
Aqui tem válios de nossos plojetos ilmãos, só olha aí tudo isso que é uma malavilha!


Lista completaComeçar uma nova edição