Catedral de Bourges

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
FrancesAutentico.jpg ALLONS EN₣ANTS DE LA PUTARIE!!

Este artigo è ₣rancês! Ele não toma banho, come camembert e faz biquinho. O autor já mendigou na Avenue Champs-Elysèes e è xenofòbico.

Lembre-se de quem perdeu todas as guerras para a Inglaterra.

Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


A Catedral de Bourges é uma catedral e patrimônio mundial (rima não proposital). Ela tem um formato muito escroto esquisito para uma igreja medieval. Provavelmente o autor dela queria esconder do resto do mundo que sua obra era mais um trambolho antigo, mas ele não teve sucesso, pois todos sabem que essa é mais uma igreja velha.

História[editar]

Apesar da iluminação, não se engane. Esse troço está completamente esquecido por todos.

A construção da Catedral de Bourges teve início quando na França estava na moda fazer templos religiosos grandiosamente grandes, e não se sabe para que, pois a grande maioria da população havia morrido de Peste Negra, de pneumoultra... e de oxiurose. Portanto, como a maioria das pessoas estavam no cemitério, as missas ficavam vazias, sendo desnecessárias a construção de mais igrejas. Mas ninguém pensava nisso, e continuavam fazendo mais e mais catedrais.

Nessa época, alguém que estava nesse jogo pensou em construir uma catedral também. Só que para impressionar os amigos e principalmente as namoradas dos amigos, ele pensou em algo totalmente estranho. Depois de buscar inspiração nos gatinhos, ele a construiu. Como qualquer trambolho imenso, as obras demoraram séculos, não incluindo o período em que os pedreiros deveriam estar na construção ou quando faltavam ao trabalho usando um atestado médico falsificado.

Depois de pronta, não aconteceu nada de interessante. A moda da construção de igrejas havia acabado, e os franceses já estavam de saco cheio. Assim, todo o trabalho não serviu para porcaria nenhuma. Assim, a igreja foi abandonada (até porque grande parte da população havia morrido), servindo apenas para causar poluição visual e ocupar mais espaço.

A história da catedral não tinha nenhum fato interessante, até que a UNESCO reconheceu sua importância ao mundo em ocupar espaço e emporcalhar embelezar a paisagem local, a tornando um patrimônio mundial. Não que isso seja algo importante, mas é melhor do que nada. Hoje a catedral continua sem assunto para ser falado aqui.