Catacumbas de Paris

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Night creature.JPG Catacumbas de Paris surgiu das trevas!!

Of DOOOOOOOOOM!!!

Puro osso.gif
FrancesAutentico.jpg ALLONS EN₣ANTS DE LA PUTARIE!!

Este artigo è ₣rancês! Ele não toma banho, come camembert e faz biquinho. O autor já mendigou na Avenue Champs-Elysèes e è xenofòbico.

Lembre-se de quem perdeu todas as guerras para a Inglaterra.

Seu Madruga, o mais famoso corpo que foi jogado nas Catacumbas de Paris, observa os visitantes. Bem, temos que reconhecer que o seu aspecto não mudou muito...

Catacumbas de Paris é o nome dado para um curioso e singelo ossário, localizado nas profundezas do inferno de Paris, que metade dos franceses nem sabe da existência. Isso porquê, durante a antiguidade, por conta de alguns protestos do MST, que reivindicavam terras para plantar maconha para subsistência e construir os seus barracos, o governo da França, sem saber como conseguir novos territórios, já que o país por si só é menor do que um cocô de pombo, acabou decidindo deixar que os protestantes do MST construíssem um novo vilarejo, que mais tarde se tornaria Paris sobre o... Cemitério!! Isso mesmo, Paris foi construída sobre os corpos de todos aqueles que morreram empalados, torturados e obrigados à tomar uma dose do mortal Lico de Cair Pinto durante os confrontos com a Igreja Católica... Creio que nem seja preciso dizer que existem diversos relatos de assombrações rondando pela cidade luz.

História[editar]

De acordo com a Wikipédia fontes fiáveis, durante a metade do século XVIII, todas as igrejas de Paris possuiam o seu próprio cemitério que servia para enterrar o corpo de todos os cientistas ou qualquer outro herege que ia contra o regime ditatorial da Igreja Católica. Isso qualquer um que tenha pelo menos completado o primário sabe. Bem, mas como eu sei que você nunca sequer entrou em uma escola, vou continuar contando essa histórinha pra boi dormir, pois eu sei que pra você é tudo uma novidade. Continuando, como existiam muitos hereges para enterrar, em muito pouco tempo simplesmente acabou o espaço no cemitério, e a Igreja Católica não sabia mais onde enterrar todos aqueles que iam contra o seu regime. Para se ter uma ideia de como os cemitérios estavam lotados, todos os mortos que tinham morrido de morte morrida estavam atraindo milhares de inseptos insetos, animais que se alimentam de carne humana, mosquitos da dengue e congêneres, o que acabou afetando toda a população das cidades vizinhas, que começou à contrair doenças.

Um belíssimo e bem decorado corredor das Catacumbas de Paris.

Como ninguém queria ir pro saco por ter contraído doenças que estavam sendo atraídas por pessoas já mortas, todos os que estavam sendo afetados se reuniram para tentar (pelo menos tentar) encerrar as atividades do cemitério de Paris. Com esses protestos, eles conseguiram fechar um dos cemitérios, mas não adiantou porra nenhuma, pois ainda existiam uns trocentos cemitérios em atividade, todos lotados de mortos. Então, para tentar acabar com todos os protestos, e melhorar a saúde pública (que era uma grande porcaria), o chefe da polícia, que se chamava Chefe O'Hara General Alexandre Lenoir, sugeriu que todos os mortos fossem jogados em túneis subterrâneos, pois lá o máximo que eles conseguiria atrair seriam ratos. Como o governo francês não conseguiu pensar em nenhuma solução melhor, todos os governantes resolveram aceitar, e tranferiram todas as ossadas que estavam nos cemitérios para os túneis subterrâneos. Ninguém sabe como foi feito o processo, mas acredita-se que os sujeitos encarregados de fazer a tranferência das ossadas jogaram-nas de qualquer jeito dentro dos túneis, o que é bem compreensível, pois ninguém em sã consciência se sente à vontade ao segurar um esqueleto de alguém que tinha sido morto de uma maneira que faria até mesmo o Diabo pedir água.

Com o problema dos cemitérios resolvido - Ou não - Todos os franceses ficaram felizes e serelepes, pois eles agora poderiam viver de uma maneira digna, sem se preocupar com doenças. Bem, pelo menos é o que eles pensaram, pois, alguns anos depois, aconteceu a Segunda Guerra Mundial, que praticamente aniquilou toda a população francesa. Mas não pode-se dizer que os túneis foram um total desperdício de verbas, pois os soldados franceses os utilizaram para atacar os inimigos sem serem vistos. E até que conseguiram bons resultados, pois os inimigos realmente não os viram (ou fingiram não ver, pois não tinham vontade de entrar em túneis que fediam à cadáver). Bem, mas o que importa é que aa resistência conseguiu se manter de pé (ou pelo menos uma parte dela), e conseguiu manter os túneis intactos.

Alguns anos depois de terminada a Segunda Guerra Mundial, como os cadáveres não eram mais jogados nos túneis (até porque não existiam mais cadáveres, visto que só tinham sobrado meia dúzia de franceses), os poucos sobreviventes usavam os túneis para puxar um baseado e realizar orgias, enquanto alguns satanistas utilizavam para realizar os seus rituais de magia negra.

Tá, mas e os casos de assombração?[editar]

Enfim, após um breve histórico (que não foi nada breve), chegamos à parte que realmente importa: Os causos de assombração. De acordo com relapsos relatos dados (e bem dados) pelos moradores de Paris, de vez em quando, eles sentem como se estivessem sendo encoxados por alguém. Claro que os franceses nem se incomodam com isso, mas de qualquer maneira, eles acham que esse é um fato bastante CUrioso (e realmente é, senão não existiria artigo aqui na Desciclopédia).

Uma outra lenda que circula em Paris é que os turistas que entram nas Catacumbas de Paris nunca mais conseguem sair. Ninguém sabe porque esse fenômeno acontece. Apenas se sabe que, até hoje, todos os turistas que entraram sozinhos nas Catacumbas de Paris nunca mais saíram...

Ver também[editar]

Giroletta 01.jpeg
v d e h
Lendas Urbanas