Carne de bebê

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ruth lemos01.jpg Este é um artigo gastronômico.

Ruth Lemos garante: "Esta página tem valor nu-nu-tri-triii... adequado!"


Cquote1.png Hummm... Nada mal! Cquote2.png
Crítico sobre Carne de bebê

Cquote1.png Bebê americano ou japonês? Cquote2.png
Garçom atendendo um cliente

Carne de Bebê é uma receita que surgiu repentinamente como uma total nonsense para muitos críticos, entretanto ele agora é um apetitoso prato mundialmente consumido. Viva o canibalismo!

História[editar]

É impossível resistir!

Há muitos séculos, chefes de cozinha de todo o mundo procuravam incansavelmente por uma receita literalmente divina, capaz de satisfazer qualquer cliente. Na China, realizavam desesperadamente testes científicos utilizando gatinhos cobaias, tentando identificar a fórmula genial da receita de gatinho enlatado, comida que fez sucesso mundialmente.

O fracasso

Eles realizaram fracassosas maneiras descobrir a receita: subornando o gatinho a dizer-lhes a receita, mas o gatinho não compreende o nosso idioma. Fazendo uma cirurgia no gatinho de pelúcia (pois é proibida a cirurgia em gatinhos de verdade), contudo tudo o que encontraram foram pedaços polyester. Mesmo assim, os chefes chineses de cozinha não desistiram.

O sucesso

Nunca, na história da culinária, criaram um prato tão econômico e saboroso! Carne de bebê humano, um prato inventado acidentalmente pelo mestre dos mestres da culinária, o chinês Ling Xin Han Xuani Ding Wan (mais conhecido como biba, por seus amigos) que jogou seu próprio filho em um caldeirão fervendo. Segundo ele, a culpa foi de sua sogra desatenta, mas pouco importa este detalhe insensato. E Biba conseguiu assim transformar sua pequena barraca de camelô em um dos restaurantes mais famosos existentes. Pouco tempo depois, o consumo diário de carne de bebê virou um hábito para os chineses. Após a dedução de que o consumo de carne humana traria muito lucro, os cientistas culinários chineses incrementaram a receita com carne de diversas espécies.

Sabores[editar]

Há diversas variedades de bebês que agradam qualquer paladar.

Americanos[editar]

Você nunca pensou que poderia um dia experimentar um delicioso prato de mini Bushs! Esta espécie é artificialmente retirada da mãe através de uma cesariana, para evitar que o bebê fique com um alto índice de McGordura, por isso, seu custo custo é um pouco mais elevado. Porém tenho certeza que você não irá se arrepender ao comer um desses mini capitalistas!

Africanos[editar]

Com um leve toque de chocolate, saliva, gordura de pessoas obesas, suor, um toque de coco orgânico e um toque de comida alemã, os bebês africanos são preparados sob alta temperatura para que não sobreviva nenhuma bactéria infecciosa africana. Experimente!

Japoneses[editar]

Um bebê asiático pronto para ser consumido.

E na compra de três bebês otakus, você concorre a um estoque mensal de wasabi!

Chineses[editar]

Depois do início da venda de bebês chineses, a população chinesa se reduziu em 30%. Contribua para um mundo melhor menor comprando bebês chineses!

Brasileiros[editar]

São deliciosos! Para encontrá-los é fácil! Basta procurar no saco de lixo mais próximo de sua casa.

Russos[editar]

Na União Soviética, os bebês russos comem você!

Francês[editar]

Bebês da espécie gay seguidos de um prato de escargot. Cuidado para não herdar a pronuncia exagerada do "r".

Argentinos[editar]

Você não imaginava que teria a oportunidade de comer um argentino! Sim, é verdade!

Receitas[editar]

Bebê cozido

Preparando o prato. Ingredientes:

  • 1 (um) Bebê fresquinho (de qualquer raça)
  • 1 (um) pote de água fervente
Que aroma agradável é esse, mamãe? O jantar já está pronto?

Aqui está a receita:

  • Pegue um bebê, e tampe sua cabeça. Remova todas as vestimentas.
  • Corte em pedaços 3x4.
  • Coloque os pedaços em uma panela de água fervente e deixe esquentando por 45 minutos.
  • Tempere a gosto.
  • Aprecie com moderação!

Churrasco de Bebê tropical

Esta receita simples é ótima para um jantar requintado tanto no inverno quanto em janeiro e é fácil de fazer! Mexicanos e asiáticos bebês são abundantes e baratos, e esse orçamento refeição pode ser cozido no fogão lento ou a lenha. Ficou tão famoso que apareceu até na capa do livro de receitas da Ana Maria Braga!

Aprecie!

  • 1 / 2 de pedaço de bebês brasileiros
  • 1 / 2 colheres de picado cebola
  • 1 / 2 colheres de pimentão verde picado (1 pimenta média)
  • 1 / 2 pedaços de cenouras congeladas ou enlatadas;
  • 1 lata de molho de tomate
  • 1 xícara de água
  • 1 / 2 colher de chá de alho em pó
  • 1 lata (aproximadamente 14,5 oz) de tomates em cubos
  • 1 xícara de queijo ralado

Cubra e cozinhe em baixo fogo entre 6 a 9 horas. Sirva com uma pózinhos de queijo ralado seguido de uma enjoativa feijoada.

É servido para 4 a 6 adultos.

Saboreie também[editar]