Carlos Alberto Brilhante Ustra

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Pinochet.jpg ESTE ARTIGO TRATA DE REPRESSÃO E DITADURA

Você deve aceitar calado(a) o que está escrito aqui sem duvidar de nada,
ou correrá o risco de sumir misteriosamente.

Desciclopédia: ame-a ou deixe-a!
Ditaduratumulo.jpg
ReaperlogoDare.gif Carlos Alberto Brilhante Ustra já morreu!

Não era presente, mas empacotou!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno


Cquote1.png Você quis dizer: Psicopata Cquote2.png
Google sobre Carlos Alberto Brilhante Ustra
Cquote1.png Você quis dizer: Torturador Sádico Cquote2.png
Google sobre Carlos Alberto Brilhante Ustra


Carlos Alberto Brilhante Ustra, conhecido também como Carlos Alberto "Deus do Bolsonaro" (14 de junho de 1360 – 15 de outubro de 2015) foi um coronel torturador psicopata do DOI-CODI nos tempos da Ditadura Militar no Brasil. Neste exato momento ele está queimando no mármore do Inferno (para pagar por todos os crimes e pecados que cometeu).

Biografia[editar]

Uma ilustração de Ustra com seu fã idiota Bolsonaro.

O Cor. Carlos Albert, Demente da Cuca ou Deus do Bolsonaro nasceu no Rio Grande do Sul lá em 1900 e bolinha... E ele apenas foi um canalha qualquer que se tornou conhecido durante a ditadura militar no Brasil por ser um dos torturadores do DOI-CODI de São Paulo. Por que não no Estado que nasceu? Ah, sei lá!

Ele era conhecido também pelos seus métodos de tortura com as suas vítimas do sexo feminino. Que consistia em enfiar ratos nas xotas de suas vítimas (o general Videla na Argentina também tinha esse costume). A explicação para isso era que o coronel não gostava de bucetas, então jogava roedores lá porque ele preferia estes ratos entrando lá dentro do que ele próprio para procurar nas perseguidas de suas torturadas se havia comunistas que elas supostamente escondiam por ali. Também existem relatos de que, quando ao contrário com que fazia com as mulheres, quando suas vítimas eram homens ele mandava tirar a roupa, e fazia boquete em seus torturados enquanto eles estava amarrados na cadeira do dragão.

Semelhança com Richard Nixon[editar]

Sim, ele é era um clone de Nixon!

Outra referência bem notável no Cor. Carlos era sua semelhança facial com o já falecido ex-presidente americano Richard Nixon, tanto que seus colegas militares e seus subordinados o apelidaram de Nixon do Exército Brasileiro devido a sua forte aparência com o mesmo fulano. Há controvérsias de que ele seria um clone do finado ex-presidente americano, que foi criado durante a Operação Condor para caçar comunistas no Brasil, uma vez que ditadura no Brasil foi tudo culpa dos EUA e do petróleo. Acabou sendo Carlos Alberto Demente da Cuca Brilhante Ustra e oferecido ao governo brasileiro e para acobertar tudo, teve que passá-lo por um militar gaúcho. Quem via o coronel ele achava que Nixon veio para o Brasil para ajudar o DOI-CODI e ao governo brasileiro a eliminar comunistas, terroristas esquerdopátas, guerrilheiros de esquerda e tals... e afins... entendeu né?. Mas era apenas um mero clone de Richard Nixon.

A ordem de matar suas vítimas do sexo masculino e pós ditadura[editar]

Ainda pagava uma peta depois que se aposentou do exército!

Boa parte de seus torturados homens sumiram misteriosamente e o paradeiro desses nunca foram descobertos. Um dos acontecimentos mais comuns que ocorriam durante a época do regime militar no pais e tal também aconteciam com suas vítimas mulheres. Entretanto, com relação ao Coronel Carlos, como ele tinha um tesão pelos caras que ele e seus capangas enfardados torturavam no DOI-CODI. Mas isso iria ter um preço, se ele deixasse esses torturados viverem, alguns deles poderiam sair por aí espalhando boatos de que o coronel era um chupador de picas. E por isso, ele mandava levar os caras lá no prédio da instituição com outras intenções, chupar as picas dos caras e então, para que estes boatos viessem a público ainda durante a ditadura, ele deu a ordem para matar todos de quem ele pagou uma chupeta.

Pois quando acabou a ditadura militar, teve uma rápida passagem morando no Uruguai e depois de retornar o Brasil, saiu do exército para se dedicar a carreira de ator e diretor de filmes pornôs destinados ao público gay fundando também sua produtora de filmes eróticos de baitolas NBU produtions (Sigla de "Nixon Brilhante Ustria").

Caso com Jair Bolsonaro[editar]

Pois é! Bolsonaro teve um caso com o coronel!

Recentemente,Jair Bolsonaro citou e saudou este "nobre" coronel quando votava a favor pelo Impeachment de Dilma Rousseff, porém isso não foi a toa já que na época em que era militar (o Bolsonaro) enquanto era um subordinado do Coronel Ustria no exército, alguns dizem que ele teve um caso com o mesmo.

Morte[editar]

O Grande coronel está para as favelas brasileiras de milicianos assim como Pablo Escobar está para localidades idem na Colômbia.

Depois de ter contratado o ilustre Kid Bengala para atuar em seu último filme pornô gay, havia uma cena em que teria que o ex-coronel teria atuar com o mesmo que contratou, só que durante a cena, Kid Bengala enfiou o seu negócio bem grande no seu ustra (o do velho, não o seu animal!) que não aguentou tanta dor e bateu as botas o ex-torturador, ex-coronel militar e chupador de rola Ustria.

Curiosidades[editar]

O Grande coronel mostrando o que sabia fazer! Brincar com seu vibrador que espirra sêmen!

Aqui umas curiosidades extras sobre o coronel viadão além do que já foi dito:

  • Ele possuía um vibrador que expeli leite de pinto.
  • É um grande ídolo do Bolsonaro (além do caso com o mesmo).
  • Ainda após a sua morte continua chupando uma rola só que lá no inferno e pagando boquetes para o capiroto.
  • Além de chupar gosta de beber porra.
  • Ustra é um verdadeiro cuzão enfardado.
  • Era bucetofóbico e esta é uma das razões pela qual colocava ratos nas xanas de suas vítimas, porque tinha medo de entrar e tocar lá dentro e mandava os roedores ir em seu lugar (Opa,isso já foi dito!).
  • Jair Bolsonaro e Carlos Ustra também se metiam (um chupava a rola do outro, comia o cu do outro,etc.).
  • Por sua semelhança com Richard Nixon, muitas de suas vítimas acreditava que estava sendo torturadas por este ex-presidente americano já falecido levantando rumores que Nixon estava no Brasil ajudando os militares nas torturas no DOI-CODI e que renunciou a presidência dos EUA para vir para cá com este intuito.
  • Bolsonaro poderá correr o risco de ter seu mandado caçado por causa deste coronel, tudo porque fez apologia a este demônio quando votou a favor do Impeachment de Dilma Rousseff e graças a este discurso durante a votação que este militar dos pampas ganhou uma página na Desciclopédia (no caso, esta página que você esta lendo) dias depois daquela homenagem do Bolsonaro na câmara durante aquele domingo histórico.
  • Brilhante Ustra foi o fundador da marca de produtos de limpeza Brilhante (sua mãe deve usar).
  • Deturparam Ustra.
  • Ustra na verdade era um agente comunista da KGB infiltrado no exército brasileiro com a missão de repassar informações aos líderes da KGB.
  • Ustra rima com Ostra, mas nem rima tanto
  • Ustra gostava de sacolé
  • Ustra era brilhante
  • Ustra não tomava coca-cola (ele era um comunista e só cheirava ela)
  • Existem militares que odeiam esse cara e consideram que heróis mesmo foram os militares que lutaram nas Guerras do Século XIX e na Segunda Guerra Mundial. Já outros (são uma minoria) sentem orgasmo só de ouvir o nome dele. O cara é polêmico até dentro do Exército.

Ver também[editar]

Seiyaputo.jpg Este artigo trata de uma personalidade mortalmente,
putaqueparivelmente e filhadaputamente odiada!
Dá nojo só de pensar nele(a)

Conheça outros filhos da puta clicando aqui.