Cagaquistão

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Rio Pardo Cquote2.png
Google sobre Cagaquistão

Koliphórmis Phékhais Republika
República Penical do Cagaquistão
Cagaquistão
Bandeira de Cagaquistão
Brasão de Cagaquistão
Bandeira Brasão

Localização de Cagaquistão

Capital Penico Rosa
Cidade mais populosa Intestino Grosso
Religião oficial Uma que cultua a pobreza e onde você está sempre na merda.
Governo Mandar os estrangeiros à merda (semelhante ao México)
 - Presidente Alfred Kiemoifun
Heróis Nacionais Lufthal, Lufthal Plus, George W. Bush e outros fazedores de merda.
Área  
 - Total dentro do banheiro km² 
 - Água (%) 1
Analfabetismo 101 
População 15.549.046 de cagões 
PIB per Capita 778.644 
IDH 666 
Moeda Colifórmios Fecais (CF$)
Fuso horário Meridiano de Infra-Redwich
Clima de Prisão de Ventre
Website governamental Seleção do Cagaquistão


O Cagaquistão é um país enfiado no Cu do mundo, mais um daqueles países terminados em Istão que ninguém sabe direito onde fica, como o Uzbequistão, o Turcomenistão e o Arturcomoelestão. Foi uma das repúblicas da URSS, ou província da Índia, ou um condomínio de veraneio que se revoltou -- ninguém sabe muito bem como o país surgiu, mas o fato é que ele está lá até hoje e ninguém se responsabiliza.

História[editar]

Como a educação do país é uma merda e o governo está sempre indo por água abaixo, não existem livros nem registros nem documentos que contem como esse país surgiu. A única versão disponível é a contada por uma velha gaga e gagá, que pode ou não ser a avó da Lady Gaga, mas presenciou a Revolta dos Morrinhos, ocorrida na região dos Períneos, a cordilheira que se estende da planície Esfincteriana até o Saco Escrotal, que pertence ao Mar Negro.

Antiguidade[editar]

Segundo ela, no início havia duas vacas, que moravam no alto das montanhas e mandavam no povo do local (e você não deveria achar estranho vacas mandarem em pessoas, já que a sua chefe faz o mesmo com você -- quer dizer, isso se ela for uma vaca e não um veado). Durante séculos, a tribo dos Lactobacilos ficou sob o domínio das malignas vacas, tendo que levar toneladas e toneladas de capim limão montanha acima para os violentos e opressores animais.

No entanto, num belo dia, os Lactobacilos resolveram se revoltar. Despejaram litros de laxante no capim que seria levado às vacas e o resultado, é claro, foi a maior merda. As bovinas começaram a cagar enlouquecidas, fazendo com que os Lactobacilos tivessem que evacuar o local rumo à planície de Yakult, no norte da Rússia. Enfraquecidas, as vacas foram pastar em outra freguesia, deixando para trás aquele monte de bosta que ficou, posteriormente, conhecido como o Cagaquistão.

Depois disso[editar]

Como o lugar era uma merda mesmo, ninguém se interessava muito em morar lá, a não ser adolescentes fissurados por animes -- que, como se sabe, são uma praga que surge em qualquer lugar. No entanto, como eles sempre tiveram uma resistência muito grande a se reproduzir, sempre estiveram à mercê de outros povos, o que os tornou presas fáceis para a expansão da URSS logo depois da Segunda Guerra Mundial.

No entanto, essa foi a única coisa interessante que aconteceu desde o surgimento do país. A vida no Cagaquistão é tão chata que a principal causa de morte no local é o tédio, segundo dados da Organização Mundial de Saúde.

Economia[editar]

Atualmente, o Cagaquistão é o maior produtor e exportador mundial de estrume e Kopi Luwak, figurando por cinco anos seguidos na revista Que Merda, Hein?, dedicada a assuntos que saem do intestino. Como não é necessário nenhum esforço na produção desses materiais, bastando abaixar-se e pegar do chão, o índice de obesidade cagaquistense está entre os mais roliços do mundo.

Geografia[editar]

Desertos e mais desertos de areia escura, marrom e fedida. Tão fedida que os habitantes perdem o sentido do olfato ainda bebês. No entanto, as palmeiras dos desertos locais estão entre as mais altas do mundo. nem os habitantes conseguem aguentar de tao fedido.

Imigração[editar]

Monumento ao ex-presidente na Praça Pelotinhas, a principal na capital do país.

O Cagaquistão apresenta uma taxa de imigração de 0,1% ao ano. São os cagalhões, que migram do Cagaquistão para as fossas sanitárias, os esgotos, a água da praia que você frequenta, a caixa d'água que abastece o bebedouro da sua escola e outros lugares insalubres.

Culto a Bush[editar]

Apesar de incorporada à URSS, a República do Cagaquistão não adotou o socialismo soviético, pois a Rússia estava muito ocupada brincando com os EUA para ver quem soltava mais fogos de artifício no espaço e esquecera do país. Após declarar-se independente da URSS, o Cagaquistão foi usado por George Bush Pai como base americana na Guerra do Golfo, o que trouxe muitas influências do capitalismo ao país. Atualmente, George W.C. Bush é considerado ídolo do país, como o maior fazedor de merda do mundo, e inclusive tem sua fuça estampada na bandeira do Cagaquistão.