César Lattes

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Corcovado.jpg Meeeengoooo...

Aê, meu, este artigo é verde-amarelo, mano! Só fala de futebol, come feijoada, exporta travestis, puxa o saco dos EUA, paga imposto pra caralho e põe a culpa no governo pela dificuldade de atendimento médico.

Donamorte1.jpg César Lattes já morreu!

Abotoou o paletó de madeira!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno

Cquote1.png Ele Lattes, mas não mordes. Cquote2.png
Aluno Zé Graça sobre César Lattes.
Cquote1.png Quem? Cquote2.png
Olavo de Carvalho sobre César Lattes.

Cesare Maneto Giuliano Lattes, mais conhecido como Césinha, (Curitiba, 11 de julho de 1924Bambinas, 8 de março de 2005) foi um professor de Educação Física brasileiro, co-descobridor do méson pipi.

Biografia[editar]

César Lattes ministrando uma aula de Física Avançada.

Lattes nasceu de uma família de judeus italianos imigrantes de Cuba que passaram um tempo na Argentina gostavam pra caramba da vida no Chile mas estavam passando um tempo em Curitiba no Paraná, região Sul do Brasil. Aos 2 anos, Lattes foi abandonado pelos pais e acabou sendo criado, junto com seu irmão Remo, por uma loba no parque Barigui.

Ao se tornar um mocinho, ele aprendeu a conviver na civilização, e foi para a grande São Paulo, onde estudou e se formou em Física, Matemática, Terapia Ocupacional e Engenharia de Produção pela Universidade de São Paulo, em 1943. Apesar da formação em tantos cursos, ele mostrou seu talento na Física mesmo.

Proveniente de uma geração de Físicos brilhantes, como Gleb Wataghin, Giuseppe Occhialini, Edson Arantes e Geraldo Vandré, Lattes foi considerado o mais brilhante, e por sorte, foi descoberto ainda muito cedo como um brilhante pesquisador de campo, através do Pequenos Brilhantes.

De 1947 a 1948, Lattes começou a sua principal linha de pesquisa, pelo estudo dos raios cósmicos, os quais foram descobertos em 1932 pelo físico estadunidense Carl David Anderson. Como o tema já estava ultrapassado e saturado, ele mudou o foco de suas pesquisas para outros raios, o raio do trovão. Ele levou um pikachu para um laboratório a 5.000 metros de altitude, nas montanhas do Himalaia, onde o ar é mais rarefeito e o estudo do raio é mais fácil.

Citação[editar]

Cquote1.png A ciência deve ser universal, sem dúvida. Porém, nós não devemos acreditar incondicionalmente nisto. Ou seja, vocês não devem acreditar em mim, portanto a ciência não deve ser universal. Beijos, me liga. Cquote2.png

Reconhecimento[editar]

  • A Petrobrás construiu no litoral de Santos em homenagem à Lattes a plataforma de exploração de petróleo Plataforma Lattes.
  • Lattes recebeu o adesivo "Dentinho Limpo" quando acabou o tratamento dentário na Clínica Dentinho Feliz.
  • Cavaleiro Templário, outorgado pelo então curador do Louvre Jacques Saunière.
  • Medalha Santos Dumont pelo avião de papel que Lattes manufaturou, que cruzou o atlântico.
  • Troféu Cara Limpa - Torta Na Cara, outorgado por Celso Portiolli.
  • Prêmio Nobel Sacanagem...

Ver também[editar]

Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de César Lattes no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg
Einstein-crack.JPG
Físicos clássicos, quânticos e outras mentes doentias brilhantes
v d e h

Albert Einstein - Charles-Augustin de Coulomb - César Lattes - Enrico Fermi - Ernest Rutherford - Erwin Schrödinger - Galileu Galilei - Isaac Newton - James Clerk Maxwell - Johannes Kepler - Leonard Susskind - Lorde Kelvin - Louis de Broglie - Max Planck - Michael Faraday - Michio Kaku - Neil deGrasse Tyson - Niels Bohr - Paul Dirac - Peter Higgs - Pierre Simon Laplace - Richard Feynman - Stephen Hawking - Werner Heisenberg - Wilhelm Conrad Röentgen - Wolfgang Pauli