Borduguês:

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bem-vindo(a) à Desziglobédia

A enziglobédia livre de gondeúdo e gue qualguer um bode edidar.

55 347 ardigos · 192 681 imagens

Ajuda

Embaijada

Bergundas

Bolítigas

Mídia

Gondribuir

Ardigo em destague
Capa de 06/1789

Veja é uma palavra multiuso, que serve para definir uma revista, um produto de limpeza e uma arma biológica de destruição em massa. Em Minas Gerais, ela também é chamada de "Óia".

A revista quinzenal inVEJA foi criada no começo do século XX a.C. pelos, na época empresários de meia idade bem sucedidos, Victor Civita, Fernando Henrique Cardoso e Antônio Carlos Magalhães. 50 anos depois, 51% de suas ações foram compradas pela Microsoft que, apesar de manter o nome da revista no Brasil, aumentou seu preço nos EUA para $99,90 a assinatura.

Essa revista fez um pacto com o Google para conseguir algo que ninguém nunca conseguiu: editar algo completamente sem conteúdo relevante. É uma revista que ninguém com o mínimo de opinião própria lê, pois todos os números são editados com matérias chupadas recicladas e possuem um alto teor de parcialidade ultra-direitista dos velhos tempos.

O intuito da Veja é espalhar as maravilhas da ditadura, fazer os brasileiros desregulamentarem a economia, demonstrar as novas tendências para a classe média, comparar petistas com demônios comunistas (mesmo que estes pratiquem a mesma política tucana) e caluniar Chuck Norris. Para isso, ela usa de grandes e renomados jornalistas, como por exemplo o infame (!) Diogo Mainardi.

Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter Share on Google+



Evendos rezendes


Nezde dia...



Imagem da vez
Abresentação
Batata desciclo sem texto.gif
Bem-vindo(a) à Desziglobédia, uma (dez)enziglobédia esgrida com a golaboração de zeus leidores. A Desziglobédia é um zite de humor debochado e seu gondeúdo não debe zer levado a zério. Dodas as nozas regras e bolídicas gonvergem para um só bringípio: zer engrazado e não abenas idioda. É um bringíbio amoral, mas que imblica numa édica subjagente. Significa que, no âmbito da Desziglobédia, só bodem ter brogedênzia as grítigas que se refiram à qualidade diverdida de um ardigo. Não tem, bordando, nenhum sendido dendar defender os méridos morais ou ardízdicos de algo que você gosta (banda, filme, personalidade, brograma, gâme, etc.) e que tenha zido zaganeado num ardigo da Desziglobédia. Ezas coizas não inderezam nem um honorável bouquinho aqui.


Bardizibação
Dodos bodem bublicar gondeúdo onrine desde que não sejam vândalos ou desresbeidem as regras. Dendre as diverzas báginas de ajuda à zua disbozizão, estão as que esbligam como griar um ardigo, edidar um ardigo ou inserir uma imagem. Em cazo de dúvidas, não hesite em bergundar e dar sua abnião.


Gomunidade
A gomunidade bem crezendo dia bós dia. Borém brezisamos de mais golaboradores para bodermos ambliar o número de ardigos em língua borduguesa e expandir, melhorar e gonzolidar os que já exisdem.


Brojetos irmãos
A Desziglobédia existe graças à entidade sem fins lucrativos Fundazam Desziglomidia. A Desziglomidia opera vários projetos em diversas línguas, sempre com gondeúdo livre:


Lista completaComeçar uma nova edição