Boom!

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Hammer and sickle.png Este artigo foi aprovado pelo Conselho de Proteção à Moral da Família Soviética como sendo livre de conteúdo subversivo.
Boom! Wikipédia!

Cquote1.png Experimente também: Ploft! Cquote2.png
Sugestão do Google para Boom!
Cquote1.png Reconheçam o genocídio!!! Cquote2.png
Serj Tankian sobre suas próprias músicas.
Cquote1.png Boom! Boom! Boom! Cquote2.png
SOAD sobre 11 de setembro de 2001.
Cquote1.png ... Cquote2.png
John Dolmayan sobre a profundidade de suas canções.

Boom! é outra das tantas músicas socialmente revoltadas do Quarteto de Armenian Metal, System of a Down, sendo essa música um rap metal soviético, já que a Armênia sempre será um apêndice russo. Em Boom! o sistema é xingado, humilhado e espezinhado, a música quase foi vetada pelo conselho familiar que preza pela moral e os bons costumes, mas com uma propininha a música pôde ir ao ar.

Origem[editar]

Boom!

Em uma cova oculta no meio das estepes armênias, Serj Tankian e seus comparsas esttavam imaginando formas de por abaixo a sociedade judaico-cristã ocidental como eles tinham sido chutados pelos talibãs que preferiam pessoas menos anormais entre seus membros sobrava aos amigos como arma apenas uma caneta, um calendário de 2004, 2 chicletes e um ferro de solda.

O que o Tankian gostaria de fazer com aqueles que não reconhecm o genocídio armênio.

Sem ideias eles agruparam toda sua ideologia no calendário de 2004, em cima de uma imagem de cachorrinhos do mês de Onzembro, com isso em mãos eles fizeram um rap porco e decidiram por no próximo álbum da banda, assim nascia Boom! que consiste em diversas palavras difíceis e revoltadamente desconexas. O resultado foi ótimo, eles venderam o disco, que fora feito usando mão-de-obra infantil e ganharam dinheiro para torrarem em coisas fúteis e totalmente desprezíveis como a discografia da Madonna.

Letra[editar]

I've been walking through your streets,
Where all your money's earning,
Where all your building's crying
And clueless neckties working,
Revolving fake lawn houses,
Housing all your fears,
Desensitized by TV,
Overbearing advertising,
God of consumerism,
And all your crooked pictures
Looking good, mirrorism,
Filtering information,
For the public eye,
Designed for profiteering,
Your neighbor, what a guy.

BOOM, BOOM, BOOM, BOOM,
Every time you drop the bomb,
You kill the God, your child has born
BOOM, BOOM, BOOM, BOOM.

Modern globalization,
Coupled with condemnations,
Unnecessary death,
Matador corporations,
Puppeting your frustrations,
With the blinded flag,
Manufacturing consent,
Is the name of the game,
The bottom line is money,
Nobody gives a fuck.
4000 hungry children leave us per hour,
From starvation,
While billions are spent on bombs,
Creating death showers.

BOOM, BOOM, BOOM, BOOM,
Every time you drop the bomb,
You kill the god your child has born,
BOOM, BOOM, BOOM, BOOM
BOOM! [x7]

Why must we kill Our own kind...

BOOM, BOOM, BOOM, BOOM,
Every time you drop the bomb,
You kill the god your child has born,
BOOM, BOOM, BOOM, BOOM
BOOM! [x8]
Every time you drop the bomb.

Tradução Porca[editar]

Nota: O autor não se responsabiliza pelas cagadas do tradutor do Google e não as corrige por preguiça e porque sempre é bom rir do quanto o Google Translate é tosco
Já cansou imagens de explosões nesse artigo, não?


Eu venho andando pelas suas ruas,
Onde todos ganham seu dinheiro,
Onde todos construir o seu choro
E Indícios de gravata trabalhando,
Rotativo casas de gramado falso,
Abrigando todos os seus medos,
Desensibilizado pela TV
Anuncios exagerados
Deus do consumismo
E todas as suas figuras curvadas
Procurando mirrorism, bom,
Filtragem da informação,
Para os olhos do público,
Projetado para a especulação,
Seu vizinho, o que um cara.

Bum, bum, bum, bum,
Toda vez que você solta uma bomba
Você mata o Deus, sua criança nasceu
Bum, bum, bum, bum.

Globalização moderna,
Acoplado com condenações
Morte desnecessária
Matador corporações,
Puppeting suas frustrações,
Com a bandeira cegada,
Manufacturing Consent,
É o nome do jogo,
A questão de fundo é o dinheiro,
Ninguém dá a mínima.
4000 crianças famintas nos deixam por hora,
De fome,
Enquanto bilhões são gastos em bombas,
Criando chuveiros da morte.

Bum, bum, bum, bum,
Toda vez que você solta uma bomba
Você mata o Deus, sua criança nasceu,
Bum, bum, bum, bum
BOOM! [x7]

Por que devemos matar nossa própria espécie ...

Bum, bum, bum, bum,
Toda vez que você solta uma bomba
Você mata o Deus, sua criança nasceu,
Bum, bum, bum, bum
BOOM! [x8]
Cada vez que você solta a bomba.

Ver também[editar]