Bandeira das Maldivas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Malditas
Bandeira das Maldivas.png

Bandeira das Malvinas Maldivas é a mais quadrada das bandeiras. Pode ser uma mesa de bilhar vista de cima sobre um piso vermelho, pode ser um green book is on the red table ou pode simplesmente ser dois retângulos.

História[editar]

As primeiras ideias de uma bandeira das Maldivas começa a ser cogitada no ano de 1926 pelo sultão que era conhecido apenas pelo nome de "Sultão". Além do formato similar ao atual, a bandeira trazia ao centro a figura de um pentagrama apontado para os Estados Unidos, o símbolo máximo da heresia contra 666 religiões. Mas eram as Maldivas, então ninguém ligou, eles só queriam aparecer. Outro detalhe curioso era o desenho de uma faixa de pedestres ao longo da tralha da bandeira.

Em 1953 alguém toma vergonha na cara e troca o símbolo da wicca pela cruz cristã (por engano, pois deveria ser o desenho de um kibe frito).

Vale lembrar a bandeira do país de curta duração da República Unida de Suvadive que tentou ser mais normal com três faixas horizontais e o brasão da Pringles no centro como forma de retaliação à população de mafagafos dos norte-maldivanos.

Bandeira atual[editar]

A atual bandeira é adotada oficialmente com a independência das ilhas em 1965. Como o símbolo islâmico do pacman comendo a estrela já era utilizado em 110% dos países islâmicos, os maldivanos deram uma modificada.

Significados[editar]

  • Vermelho - Simboliza o mar das Maldivas, que é vermelho por causa do chorume que vem boiando desde o litoral da Índia.
  • Verde - Simboliza o Cthulhu, patrono da ilha.
  • Símbolo - A concha é a moeda oficial das Maldivas e sua religião.

Evolução da bandeira[editar]