Bandeira da Síria

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Síria
Bandeira da Siria.png

Bandeira da Síria é mais uma versão da bandeira do Iêmen, do Egito e do Iraque, demonstrando que criatividade não é o forte dos árabes.

História[editar]

O Reino da Síria foi o primeiro rascunho de uma bandeira síria. Um negócio meio Jordânia meio Palestina com o símbolo do país, uma placa de proibido fotografias ou filmagens (pelo menos, esse é o primeiro símbolo que qualquer estrangeiro, especialmente jornalistas, descobrem ao chegar na Síria).

Os franceses não pareceram concordar muito com essa bandeira, pois no mesmo ano criaram o Mandato Francês da Síria e do Líbano onde usaram símbolos franceses na bandeira e a árvore de natal libanesa, mas nenhum símbolo sírio, por causa da falta de um símbolo sírio que não seja o pão sírio que ninguém sabia como desenhar.

Em 1936, vendo-se livre dos franceses, a Síria adotou uma bandeira própria. O problema é eles estavam sem ideias, então apenas pegaram a bandeira do Afeganistão da época emprestado e colocaram umas estrelas para tentar diferenciar.

Outro evento que deve-se ressaltar da história da bandeira síria foi quando Yu-Gi-Oh! virou moda no Oriente Médio entre 1958 e 1961, nessa época os sírios gostavam tanto desse desenho que até pegaram a bandeira do Egito para eles.

Bandeira atual[editar]

A atual bandeira síria foi desenhada por Bashar al Assad em 1980, ele tratou de fazer uma bandeira bem sem graça e idêntica a uns outros cinco países árabes, só para confundir os americanos e assim quem sabe evitar de ser invadido.

Significados[editar]

  • Vermelho - Simboliza o sangue dos protestantes, mortos pelo governo de Bashar al Assad, que desejam o capitalismo na Síria.
  • Branco - Simboliza o deserto.
  • Preto - Simboliza o petróleo.

Evolução da bandeira[editar]