Bandeira da Islândia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Islândia
Bandeira islandia.png

Bandeira da Islândia (do islandês: Íslenskifáninn) é o negativo da bandeira da Noruega que foi aproveitado como símbolo islandês na falta de criatividade destes.

História[editar]

A primeira bandeira islandesa que se tem notícia é de 1897, elaborada por Einar Benediktsson que na época ficou surpreso que até o Acre tinha bandeira mas a Islândia não. É verdade que ele não foi nem um pouco criativo, apenas pegou a bandeira da Finlândia e inverteu suas cores. Como nessa época a Islândia nem era um país e nem tinham certeza que ela realmente existia, essa bandeira não foi considerada oficial.

Bandeira atual[editar]

A bandeira islandesa surge oficialmente apenas em 1915, quando os dinamarqueses obrigaram os islandeses a colocarem uma cruz vermelha, porque todos sabem que os finlandeses são os odiados da Escandinávia e aquela primeira versão parecendo a Finlândia estava um verdadeiro ultraje.

Mas é só em 1944 que o atual formato e cores são adotados pela Islândia. O azul anterior era considerado muito feio, parecia que a bandeira foi feita no Paint com aquele azul e vermelho genéricos. Por isso a atual versão apenas copiou na cara dura as cores da bandeira da Noruega, apenas deram uma invertida para tentar pelo menos disfarçar.

Significados[editar]

  • Azul - Simboliza o mar que é a única rota de fuga da Islândia.
  • Branco - Simboliza a neve e o gelo, o que definitivamente não falta.
  • Vermelho - Simboliza o Eyjafjallajökull, um dos poucos motivos da Islândia aparecer nos noticiários do mundo.

Evolução da bandeira[editar]