Bacia Mineira de Nord-Pas-de-Calais

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Bacia Mineira de Nord-Pas-de-Calais é uma região na França que representa três séculos de extração mineira de carvão e adamantium (1700 à 1900) para a fabricação de Puro Voodoo, um famoso perfume francês para esconder o cheiro de axilas mal lavadas.

Paisagem cultural[editar]

A tal bacia mineira.

A paisagem cultural de Nord-Pas-de-Calais pode variar entre cinza claro e cinza escuro, devido à fuligem concentrada na atmosfera da região, que de acordo com estudos, deve permanecer no ar local pelos próximo 1000 mil anos, resultante dos 3 séculos de agressão ao meio-ambiente, e por essa bela paisagem sem igual no mundo (exceto a Cidade do México), as minas de Nord-Pas-Calais foram consideradas patrimônio mundial pela UNESCO em 2012.

Essas minas são um testemunho da Revolução Industrial na Europa, e como alguns argelinos e líbios foram importados pela França para trabalharem como semi-escravos nessas minas, e agora seus descendentes são chamados de invasores pelos nazistas que ainda vivem na França.

Como ninguém usa mais carvão hoje em dia a não ser para churrascos, e isso sabemos que só existe no Uruguai, os mineiros de Nord-Pas-de-Calais estão todos falidos há muito tempo, restando apenas suas ruínas em bom estado, mas 98% da população local hoje são de desempregados.

Minas[editar]

De acordo com dados do CLDSDNPDC (Centre Local Des Statistiques Du Nord Pas De Calais) a região de Nord-Pas-de-Calais possui 109 minas de onde eram extraídas Elemento X, Carbonite e as esmeraldas do Sonic, mas especialmente carvão para a fabricação de grafite para lápis da Hello Kitty.

Os complexos mineralógicos incluem uma ampla infra-estrutura com elevadores, estações ferroviárias, camelôs vendendo pedregulhos, fazendas, prostíbulos, povoados de mineiros, escolas, hospitais, restaurantes de batatas fritas