Babality

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Um Babality parcialmente bem sucedido
JaxBabality.png

Babality (nome adaptado para Bundality no Brasil, para manter as tradições nacionais), é uma técnica de Mortal Kombat que é quase tão poderosa quanto o Fatality, com a diferença que, ao invés de arrancar as tripas e a cabeça do inimigo, o efeito dela é transformar o inimigo em um bebezinho chorão com vontade de fazer cocô no Banheiro do Pedrinho.

Funcionamento[editar]

O Babality funciona como se fosse uma máquina do tempo, ou seja, ela não é exatamente de todo o ruim, pois, quando se aplica a técnica em algum Matusalém da vida, como o seu avô, ele simplesmente volta a primeira fase da vida, apesar de, infelizmente, ele ainda continuar fazendo cocô nas calças e continuar querendo dar uma mamadinha em seios jovens.

Segundo alguns especialistas da Universidade Federal do Acre, o Babality nada mais é do que uma abertura interdimensional para o reino de Neverland, onde Michael Jackson atua como um feiticeiro e transforma o pobre sujeito em bebê novamente.

Código[editar]

Alguns lutadores, mesmo quando tomam um Babality, não perdem a força

Para se fazer um Babality, é extremamente complicado, pois tem que se fazer uma combinação de mais de 8000 botões, que, curiosamente, só é executada com perfeição pela CPU e pelo AAA no fliperama. Se você for tentar fazer um Babality, é bem provável que quebre todos os dedos da mão antes de conseguir fazê-lo.

Porém, para facilitar a vida dos jogadores (e aumentar as vendas), os japas que criaram o jogo bolaram uma sequência totalmente excelente, que no fliperama consistia em apertar 24 vezes o joystick fálico. Já nos video-games, a sequência era extremamente simples, podendo ser executada apertando mais de 8000 vezes o X, e mais de mil vezes o botão Y.

Efeitos[editar]

Obviamente, fazer um Babality não é nada agradável, pois, se o usuário da técnica não cuidar do mais novo bebê, com certeza ele vai ser denunciado para o Ministério Público. Dizem as boas e más línguas que um Babality é pior para a pessoa que aplicou a técnica do que para o atingido, afinal, se a Sonya Blade fazer um Babality em Liu Kang, por exemplo, ela será obrigada a dar de mamar por muuuuito tempo...

Ver também[editar]