Baía

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Se você queria a terra do Painho, procure em Bahia, seu mocorongo.

Tubarão.jpg Este artigo é aquático!

E é especialista em natação. Se você vandalizar, ele te joga uma tsunami, então cuidado com os tubarões e não leia sem usar uma máscara de oxigênio.


Cquote1.png Eu nasci lá. Cquote2.png
Carla Perez sobre Baía

Baía é uma porção de mar ou oceano cercada de terra por quase todos os lados, menos um, senão seria um lago e a água não seria salgada.

Port Phillip Bay.png

Um pouco mais sobre a baía[editar]

As baías se formam sempre na costa das grandes porções de terra, quando a mãe natureza está cansada demais para produzir alguma formação geográfica mais decente no local, afinal esses procedimentos geológicos demandam longos milênios, algo extremamente cansativo.

Geralmente as baías são pequenas em virtude da preguiça da natureza em fazer algo maior. Se por acaso a baía é maior, ocupando mais espaço e exigindo maior complexidade para se estudá-la, passa a ser chamada de golfo. Os golfos tem esse nome porque a grande extensão de água costuma gerar crises de enjoo entre marinheiros pouco experientes, os quais começam a golfar durante toda a viagem marítima, a partir do golfo. Inserir texto não-formatado aqui

Importância histórica e comercial das baías[editar]

Uma baía lotada de baianos.

Ao longo da História, as baías e golfos tiveram enorme importância econômica para as civilizações. Devido à sua natureza extremamente calma, com ventos preguiçosos e tranquilos, ou seja, mares calmos, as baías sempre foram os melhores lugares para a construção de portos. A ocupação desses pedaços de mar já engendrou inúmeras guerras entre diversos povos, que se atacavam com lançamentos de macumba e arremessos de coco, mas nunca passavam disso, afinal pegar em armas de verdade é muito cansativo.

Hoje as baías continuam sendo importantes para a economia, não só pelos portos, mas também pelo turismo, pois suas praias frequentemente organizam os famosos carnavais de fora de época, que geram muitos lucros para os vendedores nas barraquinhas, apesar de que os outros setores da economia costumam reclamar da falta de pessoal nesses dias, afinal todo mundo está nas micaretas.

Existem várias baías e golfos no mundo, espalhadas por todos os continentes, mas a maioria das baías se encontram nos litorais da América do Sul, sobretudo no Brasil, o país que mais se aproveita das baías na economia e também nas férias. Isso é lógico se pensarmos que as terras que possuem mais baías também possuem mais baianos, portanto as pessoas dessas terras participam de mais festividades e movimentam mais dinheiro com o turismo.