Atlético Roraima Clube

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Atlético Roraima Clube
Escudo do Atlético de Roraima.png
Brasão
Hino Eu sou Atlético Roraima, ainda vou morrer arrependido
Nome Oficial Fluminense Roraima Clube
Origem link={{{3}}} Roraima- Boa Vista
Apelidos Tricolor da Venezuela
Torcedores Roraimenses
Torcidas Torcida Desorganizada Terror Tricolor
Fatos Inúteis
Mascote Cartola
Torcedor Ilustre Não há
Estádio Cachacinha
Capacidade 1.000 bebuns
Sede Péssima Vista
Presidente Branco
Coisas do Time
Treinador Romário
Pior Jogador Nuvola apps core.png qualquer um
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png Erro 404
Patrocinador Unimed
Time
Material Esportivo Os prórpios jogadores costuram seus uniformes
Liga Campeonato Roraimense
Divisão 1° Divisão
Títulos Torneio Solidário Ottomar Pinto 2005
Ranking Nacional 175°
Uniformes Uniforme Fluminense.gif
Uniforme Fluminense branco.gif



O Atlético Roraima Clube é o nome de um grupo de dança indígena, fundado em 1944 por alguns índios para desafiar os terríveis arrozeiros e madeireiros em uma competição de macheza. Com o tempo o clube de dança veio a se tornar um clube de futebol. Um esporte considerado sagrado pela cultura asteca local.

História[editar]

Foto recente do último título do Roraima.

Fundado em 1944 (ainda não se sabia o que era futebol em Roraima) inicialmente como entidade governamental visando a organização de todos eventos sociais da cidade de Boa Vista. O Atlético durante anos organizou em Roraima festas juninas, competições indígenas de escalada de montanhas, carnavais, passeatas gays e manifestações separatistas. Até que em 1975 com a criação do Playstation, todos descobrem o Winning Eleven e decidem jogar futebol, assim surge o clube de futebol Atlético Roraimense.

O time desde então, tem se dedicado a honrar o nome "Atlético", muito comuns a times sem criatividade e derrotados, o Atlético Roraimense não decepciona e consegue ser o pior dos Atlético a nível de humilhação. Até o time de várzea da sua rua aí é mais qualificado. O seu distintivo e uniformes são descaradamente idênticos ao do Fluminense, outro time aparentemente muito odiado pela diretoria do Atlético Roraimense, porque só no Flamarion Vasconcelos é possível ver o "Fluminense" perder pro Baré ou para o GAS.

Apesar de tudo, é um tradicional clube de Roraima, porque o estado só tem três equipes amadores, e três equipes semi-profissionais. O Atlético pelo menos pode se orgulhar de ser um time melhor que o time dos arrozeiros, dos madereiros e dos venezuelanos. Mas quando o assunto é Copa do Brasil, ou série D, não passa nem dos clubes do Amapá.

Em 2009 se fudeu na série D, sendo eliminado pelo Genus de Rondônia... Que bosta!

Em 2010, consegue uma vaga na Copa do Brasil após a desistência de 10 times do estado de Roraima. O Atlético Roraima no momento estava sem uniforme, sem jogadores, sem comissão técnica, sem estádio e sem presidente, eles tiveram que improvisar uns peladeiros num campo baldio para ser eliminado logo no primeiro jogo ao tomar 7 a 0 da Portuguesa.

Torcida[editar]

Único time com torcida organizada, mais de 300 índios formam a Torcida Desorganizada Terror Tricolor, que além de esbanjar desorganização, homenageia o time que é um terror (terror de assistir um jogo).

Títulos[editar]

  • Campeonato Roraimense (da época que Roraima era da Venezuela): 10 vezes (1975, 1976, 1978, 1980, 1981, 1983, 1985, 1987, 1990, 1993).
  • Campeonato Roraimense: 7 vezes (1995, 1998, 2001, 2002, 2003, 2007 e 2008).
  • Torneio Solidário Ottomar Pinto: 2005 (não me pergunte o que viria a ser isso...).
  • Orgulho de ter sido o único time de Roraima na história a passar da primeira fase na Copa do Brasil.