Asobi ni Iku Yo!

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Abobio no teu Cu!
あそびにいくヨ!
Asobi mangá.jpg
Capa do mangá que vale a pena, ignore os outros
Gênero vergonha alheia; não assista com sua mãe
Mangá
Autor Obina na Kama
Divulgação Merda Factory
Onde sai Comido Vivo Mensalmente
Primeira publicação 20 de julho de 2010
N° de volumes 10
Anime
Dirigido por Youichi Mueda
Estúdio AVC+
Onde passa AT-XXX
Primeira exibição 10 de julho de 2010
N° de episódios 12
Filmes -
OVAs 1

Asobi ni Iku Yo! é um anime exageradamente retardado que extrapola os limites do quão retardado e imbecil um anime pode ser. Que todo anime é coisa de gente imbecil isso qualquer pessoa sabe, mas Asobi ni Iku Yo! eleva isso a um limite antes inimaginável. A ideia por trás da produção e exibição desse anime, segundo o próprio autor, é dar um tapa na cara dos otakus do mundo inteiro e fazê-los acordar para a realidade, pois toda e qualquer cena desse anime é sempre uma grande vergonha alheia (o episódio de todos cantando a porra da música é insuperável), sempre explorando todos os clichês otakus existentes, trazendo ao espectador uma enxurrada de situações imbecis, como empregadas gostosas peritas em uso de metralhadora, alienígenas gostosas que possuem orelhas e cauda de gato e um protagonista virjão que se tivesse aquele comportamento na vida real morreria virgem e não com um harém de três garotas liberais dispostas a dividi-lo. Enfim, qualquer pessoa não-otaku não aguenta 5 minutos dessa merda.

Enredo[editar]

Quando uma alienígena de uma raça ultra-evoluída detentora de uma tecnologia além da compreensão chega na Terra, o esperado é que ela saiba se portar de modo a agradar os terráqueos. O anime prima pelo realismo.

O anime trata de maneira descontraída e bem humorada um assunto sério e preocupante da sociedade moderna, que é o vício em cheiramento de gatinho. Em Asobi ni Iku Yo! esse tema é explorado quando alienígenas de tecnologia ultra-avançada e sabedoria milenar chegam na Terra e revelam-se como sendo Cat Girls (nekomimi) ultra-sensuais que se comportam feito vadias no cio quase que o tempo inteiro. A primeira dessas nekomimis a cegar na Terra para reconhecimento é a Eris, que dotada de sabedoria superior, dentre todos os lugares possíveis na Terra para se visitar, decidiu escolher o Japão para conhecer primeiro porque em seus estudos sobre o planeta, baseados em exaustiva leitura de ecchi, chegou à conclusão que os machos mais imbecis e retardados dotados do menor pênis humano possível estão todos no Japão, e como ela ainda é uma gatinha virgem e inocente, achou que o ideal seria começar por ali.

Eris dá muita sorte e rapidamente conhece um japonês típico para acasalar, o protagonista Kio Kakazu, um retardado, virgem, lerdo, afeminado, imbecil, genérico, mirrado, baixinho, idiota, com baixa testosterona, magricelo, sem sal e o principal de tudo, um tapado que vai constantemente estar tropeçando e pegando nos peitos da Eris sem querer, além de invadir banheiros quando há mulheres nuas lá dentro, enfim, tudo o que Eris sempre sonhou num homem, por isso vai desejar acasalar com todas as forças com esse pirralho.

É claro que encoxar a alienígena pelado na frente da amiga enquanto agarra seus peitões foi só mais um dos tantos gestos acidentais.

O problema é que parece que existe entre as mulheres do Japão esse certo fetiche por garotos virgens, inocentes e retardados, e o tal do Kio Kakazu tem duas humanas que também sonham em dar para ele, a amiga de infância Manami Kinjou a quem ele nem considerada como sendo uma garota, e a amiga da escola Aoi Futaba que na verdade é uma assassina de altíssima periculosidade. O estranho fetiche dessas meninas por rapazes de baixa testosterona, explica a psicologia moderna, se deve ao fato de que essas garotas desejam ter o seu ego inflado, e a possibilidade de deixar um moleque retardado e afeminado de pau duro é o ápice da comprovação de que a mulher foi bem sucedida em ser sensual.

Já deu pra perceber que o anime é só sobre imbecilidades, mas não termina por aí. As mulheres gato querem se revelar para a humanidade (e de preferência usando aquele maiô escolar japonês azul-marinho se for possível) mas há uma raça rival de garotas-cachorro que se sentem inferiorizadas pela popularidade das garotas gato entre os otakus do mundo todo. O constante desprezo que as garota-cachorro recebem as tornaram rancorosas e ranzinzas, por isso querem matar todas garotas-gato.

No final, mesmo sem fazer porra nenhuma, o tal Kio Kakazu ganha poderes absurdamente miraculosos, ganha três beijos na boca e ainda salva a Terra de uma extinção em massa.

Personagens[editar]

Alienígenas invadindo a Terra.
Kio Kakazu
Garoto que como todo japonês possui baixo teor de testosterona no sangue, um pau pequeno e um completo desinteresse em ter sexo seja com uma gostosa peituda com orelhas de gato, seja com uma tomboy também peituda, seja com uma garotinha tímida de peitos pequenos. A sua personalidade passiva e afeminada o condena a permanecer um baita virjão genérico pelo resto de sua vida, mas ele deu sorte de estar num anime ecchi e não na vida real, por isso ele tem três garotas super gostosas que são inexplicavelmente apaixonadas por ele mesmo ele fazendo porra nenhuma e não demonstrando qualquer sentimento sexual ou afetivo por qualquer uma delas. O rapaz não tem limites para ser um completo idiota, as mulheres ficam peladas pra ele, se esfregam nele, a Eris chega ao ponto de explicitamente pedir para acasalar, ele apenas fica lá com uma puta cara de mocorongo sem entender nada. Esse deve ser tão virgem que nem punheta bate, acha que pau serve só pra mijar. Mas apenas de tudo isso, no final da trama ele ainda vira o capitão de uma nave espacial de seres ultra-evoluídos de tecnologia hiper-avançada populado por centenas de gostosas peitudas com orelha e cauda de gato, e ao ganhar a habilidade de materializar absolutamente qualquer coisa que sua imaginação permitir, o que ele faz é uma porra de uma nave feiosa pra caralho e ainda ganha três beijos na boca de três safadas. Ele é tão virjão que no final toma três beijos na boca de três mulheres diferentes em menos de 1 minuto e faz absolutamente NADA acerca disso. É um vagabundo de primeira, durante o ano letivo inteiro compareceu na sala de aula só uma única vez, mas o sistema educacional no Japão parece permitir isso, porque sua professora também é outra ausente.
Eris
A alienígena cuja principal função é ser a matéria-prima para a produção do material de fapeação resultante desse anime. Ela é peituda, rabuda, alta e dotada de uma orelha e cauda de gato, porque é uma alienígena, porque no Japão os aliens são assim. Somado ao seu corpo digno de atriz pornô, ela também tem uma personalidade doce, bondosa, atenciosa e extremamente submissa. E somado ao seu corpo de atriz pornô e à personalidade dengosa, ela também é uma vadia no cio virgem que está doida para ter o primeiro pênis de sua vida. Em outras palavras, se ela aterrizasse em qualquer outro país do mundo ela teria perdido a virgindade em 2 minutos de anime, mas como ela pousou no Japão, o anime acabou e o máximo que conseguiu foi um beijo na boca. Ela tem um estranho fetiche por garotos japoneses bocós nada assertivos (resultado dela ter lido muito ecchi antes de visitar a Terra), por isso ela escolheu aleatoriamente o rapaz Kio Kakazu para acasalar, mas é justamente por ele ser um bocó que a Eris vai morrer virgem se não mudar de ideia.
Aoi Futaba
Garota que possui o estranho poder de teletransportar coisas para a sua mão. A origem desse poder não é explicada porque no Japão muitas vezes as pessoas nascem com poderes esquisitos mesmo, veja o PSY por exemplo. Apesar dela ser uma assassina habilidosa e fria, no fundo é só uma garotinha tímida e insegura que como qualquer garotinha quer apenas perder o cabaço, só que foi se apaixonar logo pelo Kio Kakazu, o protagonista bocó.
Manami Kinjou
Amiga de infância de Kio Kakazu, ela não tem muita serventia para o enredo, mas está ali para nos dar uma informação importante, a de que o Kio é um retardado lerdo e bocozão desde a mais jovem idade. Isso porque Manami é amiga de infância dele e vizinha, uma gostosinha que desde o nascimento de seu primeiro pelo pubiano decidiu que queria perder o cabaço para o vizinho, mesmo ele sendo um completo lerdo. Ela é lésbica e se comporta como tal, o fato dela ter se apaixonado por um garoto retardado é só para reforçar o quão irresistível Kio é.
Maki Itokazu
Professora extremamente vagabunda que nunca é vista trabalhando, está sempre é frequentando a casa de um dos seus alunos (que mata todas aulas também). Ela faz parte de uma organização de dementes mentais que não aceitam garotas com orelhas e cauda de gato como sendo entidades alienígenas. Ela é a única sensata da história que consegue perceber o quão absurdo é tudo isso que está acontecendo, por isso está sempre negando os acontecimentos, embora não veja problema em dar carona meia-noite para seu aluno levar uma boneca sexual de tecnologia avançada para cantar na praia.
Antonia Morfenoss
Garotinha juvenil que é uma completa viciada em cheirar gatinhos. Ela herdou a fortuna da Magazine Luiza e por isso tem a capacidade de comprar tudo o que desejar. Ela comprou o Cruzeiro do Roberto Carlos e removeu o Roberto Carlos de lá, substituindo por uma tropa de empregadas treinadas no Curdistão. O seu sonho é passar o dia inteiro cheirando a Eris, por isso faz tudo por ela.
Como no anime as cat girls não recebem rola em nenhum momento (pois insistem em continuar no Japão, país de frouxos) elas precisam se contentar em ficar tendo orgasmos toda vez que comem comida japonesa. Deixando seus gemidos de tesão para toda cena de almoço, lanches ou jantar (que são inúmeras, aliás).
Kuune
Capitã e chefe suprema de todas as vadias-gato, tal qual as demais de sua espécie é uma grande vadia que só quer saber é de putaria. Quando Eris descobriu o planeta Terra, Kuune levou toda sua frota para o planeta apenas para se apresentar aos humanos vestindo um maiô escolar japonês, e fazer outras indecências. Ela é tão irresponsável que no final entrega toda responsabilidade de sua frota para um humano virjão, lerdo e extremamente retardado.
Janes
A vilã do anime, ela tem orelhas e cauda de cachorro e por isso inveja as garotas-gato. O seu único amigo é uma versão robótica do Mutley, o que contribui para seu humor estar sempre tão azedo. É aquele tipo de vilã que passa 99% do anime sentada numa sala escura dando risadas malignas e tramando planos diabólicos. Na única vez que entra em ação é fuzilada numa batalha espacial e possivelmente morta.
Assist-A-Roids
Nome dado aos robôs kawaii multi-tarefas que são utilizados como escravos pelas mulheres-gato. A terceira geração desses bichos é mais similar a pequenos bonecos, porque a primeira geração muito humanoide gerava desejo sexual demais e isso foi um problema que causou uma guerra global no planeta de Catia. Esses robozinhos fofos e amáveis podem fazer de tudo, e se comunicam através de placas que tiram do cu.