Ashanti (Gana)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Ashanti é uma região do Gana, a mais tradicional do país, apesar de não estar ali a capital.

História[editar]

Ashanti, orgulho de Ashanti.

Ashanti é a região mais importante do Gana, pois é aonde estão todos os bancos e dinheiro do país e único local selvagem aonde há chances reais de sobrevivência no Gana.

A região de Ashanti ainda é famosa no Gana por ser celeiro dos melhores jogadores de futebol do país e por isso é plausível deduzir que todos os homens em Ashanti se chamam Kingston.

Os melhores pais-de-santo de todo a África Ocidental só são encontrados em Ashanti, uma das poucas localidades que resistiram bravamente às invasões europeias. O local foi palco da Batalha Wizard Potter, que envolveu macumbeiros no front Ashanti contra magos e druidas no front irlandês que lutaram pelo controle das terras por muito tempo. A civilização Ashanti foi virtualmente dizimada, mas na verdade os macumbeiros ficaram escondidos nas matas e cavernas de Ashanti esperando os europeus irem embora. Hoje eles tem o domínio novamente sobre sua terra.

Ashanti também é o local daonde saem as vencedoras do Miss-Gana, mas como nunca uma africana ganha o Miss-Universo, ela vai para o México fazer número no concurso.

Atualmente Ashanti luta nos bastidores por independência, sendo protagonista na Guerra Civil da Liberdade Ganense, a 43° Guerra Civil no território africano. Ashanti leva vantagem absoluta e cedo ou tarde eles conseguem a separação.

A cantora Ashanti é a mais célebra conterrânea da região de Ashanti, tanto que foi rebolar nos Estados Unidos. Com vergonha de suas origens trocou de nacionalidade e nega até hoje ter nascido no Gana.

Geografia[editar]

Uma região que não possui costa para o mar, portanto é apenas matagal e ocas, mas os aldeões locais que lembram índios negros conseguem vier e prosperar nessa região improvável.

Economia[editar]

Ashanti é uma das várias regiões em toda a África riquíssima em ouro, mas lógico que essa riqueza vai parar somente é nas mãos de uma elite branca inglesa dominate do Gana.

Ver Também[editar]