Asa Akira

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
ESTE ARTIGO É SOBRE UMA GOSTOSA!!

Ela provavelmente não sabe atuar, dançar, cantar, desfilar, praticar esportes, fazer cálculos matemáticos ou qualquer coisa de útil para a humanidade. Mas quem liga? Todo mundo a conhece apenas porque ela é uma baita duma

GOSTOSA

Japonesa fazendo nada.jpg
Asa Origami
Asa Akira.jpg
Asa Akira provando que japonesas não tem bunda
Nascimento 3 de Janeiro de 1986
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
Ocupação Gueixa
Altura 1,57
Signo Capricórnio
Cabelo Preto

Asa Akira (3 de Janeiro de 1986), nome de guerra de Asa Takigami, é uma MILF que, apesar de ter cara de japonesa, agir como uma japonesa, ter nome de japonesa e de ter uma buceta cabeluda igual a das japonesas, é, na verdade, americana. Isso é até facilmente constatável, já que seus pornozões não são pixelizados.

Assim como qualquer japonês ou qualquer um que pareça japonês, ela é otaku, o "Akira" em seu nome de guerra é proveniente do anime Akira.

História[editar]

Reunião da ONU, onde representantes da Ásia (Asa Akira), África e Europa selam a paz.

Asa Akira nasceu em Nova Iorque, em um daqueles bairros que só tem negões. Descendente de japoneses, ela é considerada "puttei".

Na infância, foi morar no Japão, onde aprendeu como dar aqueles gritinhos agudos e falar "senpai" enquanto leva nabo.

Na adolescência, seu treinamento como gueixa continuou a todo vapor, com ela treinando duro (ou no duro) todos os dias, praticando com os seus quarenta e dois colegas de classe. Apesar de ter dado pra caralho, Asa Akira continuou apertada como um macho virgem, já que a piroca dos locais não era suficiente pra causar algum dano.

Em busca de picas gostosas, grande e gostosas, Asa voltou aos EUA, onde trabalhou por algum tempo como modelo fotográfica para sustentar o seu vício em cocaína, batida rancheira e charutos de carne de 25cm.

Antes de entrar no mundo profissional da putaria, Asa ainda fez bicos como dominatrix, como stripper e como locutora de rádio (?). Por conta desta última atividade, o talento de Asa Akira pra usar a boca logo foi reconhecido, e ela recebeu o convite da puta VaGina Lynn para ingressar definitivamente no mercado pornográfico. Como uma oportunidade de ganhar dinheiro fazendo aquilo que gosta não aparece todos os dias, ela aceitou.

Carreira[editar]

Asa começou sua carreira na produtora de vídeos pornôs amadores de Gina Lynn, que a contratou pra lamber carpetes em filmes trash de baixo orçamento.

Após fazer muito sucesso entre os nerds, pois foi a primeira asiática a fazer um vídeo onde sua buceta não é um quadrado pixelizado, em 2008, Asa Akira fez sua primeira cena com um macho de verdade. O rombo foi tão grande que pela primeira vez ela conheceu os benefícios do Minâncora.

Agora tendo tomado gosto pela coisa, especialmente pela coisa que sai das pirocas, Asa continuou no mercado pornográfico, e como boa asiática avançou rapidamente em sua carreira, fazendo aquelas cenas que nenhuma outra puta na época queria fazer, como gangbang com nigerianos, cunnilingus com mendigo e bukkake múltiplo.

Vida pessoal[editar]

Em 2012 se casou com seu cafetão, Toni Arrombas. A pedido dele, ela parou de fazer cunnilingus em seus filmes, já que ele não queria beijar por tabela o cu de um outro cara qualquer. Ele também pediu pra ela parar de participar de gangbangs com nigerianos, o que ela aceitou mesmo contrariada. O casal se divorciou em 2017, pois Asa sentiu falta tanto do cunnilingus quanto dos gangbangs onde ela fica com a maquiagem borrada, seus hobbys.