Aretuza (mitologia)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Aretuza é uma das ninfas que faziam parte do lendário harém particular de ninfomaníacas bissexuais de Ártemis. E assim como sua mestra, era a favor da promiscuidade e não curtia essa coisa de casar, Aretuza queria mesmo é pegar geral.

"[...]olhar ingênuo, rosto puro, nome que representa a virtude, olhos claros, seios fartos, bumbum delicioso, boazuda 170, fogosa, sem frescuras, faz beijo grego/massagem tailandesa", e era assim que Aretuza se identificava nos classificados do jornal do Peloponeso.

História[editar]

Aretuza fugindo de ser estuprada por Alfeu, enquanto Ártemis apenas se masturbava por isso.

Aretuza deveria ser apenas mais uma putinha qualquer sem história na mitologia grega, mas ganhou fama quando certo dia para querer aparecer ela resolveu nadar pelada num rio (outros estudiosos da mitologia grega afirmam que ela entrou pelada no rio porque estava afim de mijar sem sujar as vestes). Enquanto se banhava tranquilamente um tarado apareceu, seu nome era Alfeu.

Alfeu estava na bronha a meses, ele até fez um fake no Orkut em busca de sexo virtual, estava transtornado com sua vida de frustrado, quando não pode resistir à visão da gordinha e sexy Aretuza nua lavando as axilas. Alfeu ficou de pau duro e iniciou uma perseguição selvagem por querer comer Aretuza.

Aretuza fugiu, correu, nadou, escalou montanhas, pegou um taxi, colocou barba postiça, pulou num precipício, tentou de tudo mas nada conseguia despistar ou desanimar Alfeu que estava insanamente decidido em comer Aretuza. Nesta época não existia a Delegacia da Mulher, por isso estupro era algo corriqueiro e não havia ninguém para ajudar Aretuza.

Foi então que a ninfa clamou pela ajuda de sua deusa. E Ártemis apareceu numa nuvem de purpurina verde e fez uma grande demonstração do porque ela não era uma das mais cotadas deusas do Olimpo, e com sua divina inteligência encontrou uma ideia de jericó para tentar salvar sua ninfa protegida. Ao invés de mandar uma manada de javalis arrancar os braços, pernas e pênis de Alfeu, Ártemis optou por convocar um grupo de Digletts e Dugtrios para cavarem um sistema de tubulações e rede de esgoto que levasse Aretuza sã e salva para a Sicília na Itália.

Aretuza saiu numa fonte na cidade de Siracusa, mas a ideia de Ártermis foi tão ridícula que para Alfeu bastou seguir naquele mesmo sistema de tubulações e lá em Siracusa ele também estava.

Zeus já de saco cheio de toda essa estupidez decidiu transformar Aretuza numa fonte em Siracusa cujo lençol freático vai parar em São Thomé das Letras, e Alfeu virou um rio.

NINFAS
float
Tipos: Alseídes - Auloníades - Dríades - Efidríades (Heleades - Náiades {Crinéias - Eleionomaes - Híades - Lâmpades - Limnátides - Pegéias - Potâmides - Corícias} - Nereidas - Oceânides) - Epimélides - Hamadríades - Hespérides - Leimáquides - Melíades - Napéias - Oréades - Perimélides
Ninfas: Acacalis - Aretuza - Ásia - Calipso - Canente - Caríbdis - Castália - Clitia - Clóris - Dafne - Dione - Égina - Eurídice - Filira - Iera - Leuce - Metope - Minta - Salmacis - Siringe