Arautos de Galactus

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

TV pós-Globo.

Este artigo é sobre mais um programa de tortura televisiva. Salve-se mudando para o Canal do Boi, ou leia sobre mais essa desgraça da TV.

Mafiapre.jpg Este artigo é criminoso!
Este artigo fala sobre um bando, uma quadrilha ou sobre um criminoso qualquer. Ele usa de sua influência nas forças armadas para praticar crimes numa boa e não paga impostos, pois é protegido pelo governo. Tem boa convivência com os populares, frequenta estádios de futebol apenas para fazer baderna e tem supostas ligações com a máfia.

Arautos de Galactus fecha com o bonde!

LadrãoIdiota.gif

Cquote1.png Meu primeiro emprego. Cquote2.png
Dercy Gonçalves sobre Arautos de Galactus

Cquote1.png Eu tava na praia de bobeira e veio esse maluco ai me dar uma prancha prateada.. Cquote2.png
Caiçara Prateado sobre seu emprego.


Quem são eles?[editar]

Os Arautos de Galactus são um bando de vagabundos, que no auge do desemprego, foram contratados pelo Devorador de Mundos para executar tarefas mundanas e trabalharem nos serviços de casa.


Dercy Gonçalves[editar]

Antes do Big Bang, Galactus palitava seus dentes após devorar algum planeta quando ouviu um choro. Acolheu o pobre bebê, este em um ato infeliz, e concedeu vida eterna à ela para ser um de seus Arautos. Mas os constantes palavrões e a incapacidade de achar algo fizeram com que fosse banida ao planeta Terra.

Surfista Prateado[editar]

O segundo arauto de Galactus

Espiridião Amin, era um político no planeta Terra, quando veio à tona diversas fraudes que cometera e fora banido do Parlamentarismo. Sem o que fazer, mudou-se para Boiçucanga e foi aprender a surfar. Após Galactus banir Dercy, ele viu em Amin algo interessante: sua careca. Então resolveu fazer uma proposta de trabalho ao mesmo. Amim aceitou, senão Galactus iria destruir seu planeta natal.

Sua primeira tarefa era guiá-lo a um planeta corrupto para que pudesse se alimentar. O Caiçara o levou até Coruscant onde traiu Galactus ligando ele à um esquema de superfaturamento. Com a crise na Bolsa, Galactus decidiu rescindir seu contrato com Amim e procurar outro arauto.

Gabriel, o Andarilho dos Céus[editar]

Mais uma vítima nas mãos de Chuck

Gabriel era um piloto da TAM que havia conseguido um emprego na NASA. Rapidamente, tornou-se piloto de ônibus espaciais. Em uma missão, calculou tragicamente a trejatória do foguete e foram parar em Saturno. E lá estava Galactus mais uma vez que salvou o onibus e em troca, ofereceu um contrato para Gabriel que aceitou. Tornou-se o Andarilho dos Céus. Estava desempenhando bem sua função, certo dia pegou a nave de Galactus escondido para ir na balada com os amigos, e no trânsito, colidiu com a nave de Chuck Norris, que ficou muito puto e matou o arauto.





Terrax, o Adestrador[editar]

Terrax, o Adestrador

Galactus, temendo ser morto pelo Mestre do Universo, nem reclamou que este matou um arauto seu. Pagou a multa e saiu sem dar um piu. Resolveu ir à um circo pangalático que estava rolando no planeta "Birj". Lá, conheceu o adestrador de animais, Terrax e seu machado. Após aplicar o golpe do "Boa Noite Cinderela", Galactus levou Terrax à sua nave e transformou em outro Arauto.


Senhor do Fogo[editar]

Durante sua estadia em Xandar, conheceu um membro da Legião dos Super-Heróis Brasileiros que faziam um treinamento paramilitar com a Tropa Nova. Sua simpatia foi tanta com o Atocha Humana que o propos um contrato irrecusável com diversas orgias financiadas com dinheiro de cofres públicos de outros planetas e o transformou no Senhor do Fogo. Apesar de ter aceito e trabalhado alguns meses como Arauto, a Legião dos Super-Heróis Brasileiros acionou a justiça e o STJD deu ganho de causa aos heróis brasileiros pois ele tinha um contrato em vigor ainda com a Legião e este não pode mais ser um Arauto.

Atocha Humana