Apresentação às Forças Armadas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Tomadinha do poder.jpg Apresentação às Forças Armadas tem PODER!
E te levará para qualquer lado da Força
MulekeAK47.jpg Atenção, cadete:

Este artigo é militar e possui muita garra para passar pelas adversidades do inimigo! Melhore-o capinando seu mato, mas se vandalizar, você vai pagar 50 flexões!

Cquote1.png Agora fodeu!! Cquote2.png
Você sobre ter que ir ao quartel.
Cquote1.png É a coisa mais normal do mundo Cquote2.png
Rambo sobre se apresentar
Cquote1.png Ir pro quartel e ver aqueles homens fortes é MARA! Cquote2.png
Seu Ladir sobre se apresentar.
Cquote1.png Você já usou algum tipo de droga? Cquote2.png
Médico do quartel sobre seus vícios.
Cquote1.png Claro que não, hehe! Só tomo Toddyinho. Cquote2.png
Você sobre citação acima.
Cquote1.png Na minha época os soldados eram treinados com armas Cquote2.png
Teu pai filosofando.
Cquote1.png E agora? Eles são treinados com buquê de flores? Cquote2.png
Capitão Sarcasmo sobre citação acima.
Cquote1.png Sou tão foda que dei ordem ao comandante. Cquote2.png
Eu sobre ser o rei da cocada preta.
Cquote1.png É tiro, porrada e bomba! Cquote2.png
Valesca Popozuda sobre se apresentar.
Cquote1.png Aqui vocês não poderão chorar no colo da mamãe, seus meninos mimados! Cquote2.png
primeiras palavras do sargento para os novatos.
Cquote1.png Vai ficar tudo numa boa... Cquote2.png
Rasputia (esposa do Norbit) sobre se apresentar.

Apresentação às Forças Armadas é um ato obrigatório para todos os moleques que se acham fodões por serem "dimaior" brasileiros natos maiores de idade do sexo masculino.

Quando se alcança essa idade o infeliz indíviduo deve se alistar ou na Aeronáutica ou no Exército ou na Marinha e aguardar ser chamado a se apresentar. Esses são os momentos mais tensos para um jovem que foi criado á leite com pêra e Ovomaltine, pois representa ter que virar macho de verdade para poder encarar a dureza de ser militar.

O processo todo[editar]

Primeiro de tudo certifique-se que você é do sexo masculino. Se você tiver piu-piu é bem provável que seja. Caso você seja gay ou indeciso (ui!) pode ir com toda fé no quartel que com certeza você será dispensado. Os comandantes não gostam de concorrência, pois eles podem pensar que você está de olho nos bofes deles (UI!).

Caso você não tiver "piu-piu" e sim outra coisa isso quer dizer que você é menina/mulher e não precisa se apresentar. Caso contrário, venha cá no pé do ouvido que vou te dar uma porrada te dar dicas de como se sair bem nesse dia tão importante de sua vida (ou não).

Pelotão, sentido! Isso que você terá que enfrentar.

O Dia D tirar o Cam[editar]

O Cam (Comprovante de Alistamento Militar, ou qualquer outra porra) é um papelzinho verde que contém informações de você e outras coisas para encher linguiça. Você consegue ele no cartório, na hora de se alistar depois de enfrentar uma fila maior que um Maracanã E o Cam é carimbado com a data de quando e onde você tem que se apresentar.

Depois disso é só esperar você se foder bonito na mão dos militares ser feliz no dia de sua apresentação.

O seu futuro local de combate.

O Dia D se apresentar[editar]

Aí que o bicho pega mesmo! Primeiro você terá que acordar antes que o galo, mas não cante, porque você não sabe. Depois de tomar banho (ou não) e tomar o café da madrugada (sim, você terá que sair na madrugada, pois mora no fim do mundo) você terá que esperar o ônibus, trem ou jegue porque sabemos que você não tem carro e eles podem demorar a vir.

Daí você chega no quartel que está escrito no Cam antes do Sol aparecer, e no meio de uma cambada de homens apesar disso não te incomodar e sim agradar com caras de sono/mau. Você é instruído a entrar numa fila, onde logo depois te perguntam se você quer servir à Pátria ou não. Por sorte você não terá que cantar o Hino Nacional (ufa!) e depois você e os outros otários jovens que estão se apresentando vão marchando até algum local coberto e daí esperam alguns milênios até receberem as próximas instruções.

Cquote1.png Venha tesouro, e se junte às Forças Armadas! Cquote2.png

Os testes de aptidão[editar]

Para os que querem servir (e para os que não querem também) são reservados alguns testes básicos para ver se você não é um completo inútil tem alguma habilidade especial ou se tem algum problema físico/mental. Existem os exames de vista, os exames de toque (UI!) onde um médico lhe pede para assoprar o pulso enquanto ele olha pro seu saco (você estará com as calças arriadas na ocasião), uma bateria de perguntas dentre as quais se você sustenta alguma família (pouco provável), se já usou drogas (bem provável) ou se é retardado.Terás que fazer também uma prova de maluco onde se pergunta sobre o que cada figura representa entre outras baboseiras. Por sorte os testes físicos não são ministrados nesse momento (senão você estaria fodido, seu gordo/magrelo!).

Aguardando sentença[editar]

Os militares pegam o seu Cam diversas vezes para analisá-lo e carimbá-lo. Se ao final dos testes eles te devolverem o Cam carimbado com a palavra dispensado então você estará livre e não precisará voltar ao quartel. Caso contrário, eles ainda podem querer que você entre nas F.A. e lhe ministrarão algum tipo de prova, como o BCC.

O Dia D pegar o Certificado de Reservista[editar]

Depois da dispensa você só precisa pegar o seu C.R. e ser feliz para sempre! Pagando uma taxa de no máximo R$ 3,70 (pago nos Correios) e pegando o C.R. no cartório onde se alistou, só precisando mostrar que pagou a taxa e assinar uma parada lá. Voalá! Você não deve mais nada para o Ministério da Defesa.

Mulheres voluntárias[editar]

Algumas garotas se prontificam para servir á Pátria e se apresentam por igual. Porém, por razões óbvias (isto é, por você está no cio) elas nunca ficam juntas com os marmanjos. Se você não comeu ninguém até agora (tirando sua prima, ou não) o que faz pensar que vai se dar bem no quartel? Mulheres militares raramente vão para as tropas regulares de combate, e sim vão servir como médicas, enfermeiras, cozinheiras ou em serviço administrativo.

Gays voluntários[editar]

Muitos lacradores vão se apresentar por serem biologicamente do sexo masculino (mas não na atitude). Por isso não estranhe se algum cara andar rebolando ou fazer beicinho com o pescoço com a boca no dia de sua apresentação. Raramente algum cara comprovadamente gay é convocado á servir, com exceção daqueles que estão no armário.

O que NÃO fazer no dia de sua apresentação[editar]

  • Chamar algum militar de algum nome feio (isso incluí Edicleiton).
  • Chegar depois das 06:10 (risco de mandarem voltar outro dia).
  • Pedir para mexer numa arma, jipe ou tanque de guerra.
  • Pedir para brincar de Batalha Naval caso esteja num quartel da Marinha.
  • Perguntar se foi difícil invadir o Complexo do Alemão para um paraquedista.
  • Entrar num caça sem permissão, caso esteja num quartel da Força Aérea.
  • Dizer que entende de guerra porque joga Counter Strike.
  • Se recusar a fazer os testes (isso incluí arriar as calças na frente do médico).
  • Dizer que você é comunista para um general das antigas (acredite, irá se arrepender se disser isso).
  • Agir como idiota/paspalho/retardado.
  • Dizer que mora em favela e é amigo dus manus.

O que FAZER no dia de sua apresentação[editar]

  • Ficar calado a maior parte do tempo.
  • Evitar fazer escândalo.
  • Obedecer as ordens sem reclamar.
  • Chegar no quartel de preferência até ás 05:45 .
  • Evitar mijar nas calças.
  • Deixar os sapatos/tênis bem amarrados (risco de humilhação caso não deixe).
  • Agir como se você fosse um fodão (só fingir mesmo porque você não é).
  • Trazer sua própria comida.
  • Evitar perguntar "quando vou embora?", para os militares. (Risco de ser fuzilado caso pergunte).
  • Por último, porém não menos importante, evitar demonstrações públicas de viadagem (eu sei que é difícil para alguém como você, mas ao menos tente).

Diferenças para cada parte das F.A. que escolher[editar]

A Força em que você escolher se apresentar pode trazer sérias consequēncias para o seu futuro, pois elas são diferentes uma da outra.

Exército[editar]

Poderás ser convocado para pacificar o Complexo do Alemão, Complexo da Maré, Complexo da Buceta Rosada, Complexo do CC, Complexo do Maluf ou pior: o Complexo da Batata da Desciclopédia, vigiado dia e noite por moderadores malvados fortemente armados. Poderás ser chamado também para alguma "missão de paz" no Haiti, Síria ou Acre.

Marinha[editar]

Seu trabalho será consertar navios e aprender a disparar torpedos. Caso seja um Fuzileiro Naval terás que patrulhar a Amazônia ou o Pantanal além da possibilidade de ter que pacificar um inferno complexo de favelas carioca.

Aeronáutica[editar]

Você fará manutenção de aviões a vida toda, e só poderá pilotar um caça se for em algum simulador.

Carreira Militar[editar]

Além do alistamento militar, homens e mulheres podem ingressar nas Forças Armadas como militares de carreira. Para isso devem fazer concursos públicos, com diferentes níveis de escolaridade (fundamental, médio, superior... E todo esse blá blá blá) em diversas áreas de atuação e formação.

Militares de carreira são aqueles que conseguem subir de patente até virar capitão, major, coronel, general, almirante, brigadeiro,etc. Os militares que começam no alistamento militar nunca chegam nessas patentes. Isso também explica porque generais são bem mais inteligentes que soldados tapados.

Vamos mostrar, de forma resumida, como virar militar de carreira (não vamos entrar em detalhes... porque isso aqui é um site de comédia e essa lista é muito chata de fazer... quer detalhes vá nos sites das FFAA). Deviam me agradecer pelos bizus.

Marinha do Brasil[editar]

  • Escola de Aprendizes Marinheiros Nível de escolaridade para entrar: Ensino fundamental completo.

Somente para homens.

Exigência: Ser homem e ter de 18 a 21 anos de idade.

  • Escola Naval

Nível de escolaridade: Ensino médio completo.

Para homens e mulheres.

Exigência: Você deve ter 18 anos a 23 anos, além do ensino médio completo.

  • Corpo Auxiliar de Praças

Nível de escolaridade: Ensino técnico de nível médio completo, obtido em meio civil.

Para homens e mulheres.

Exigências: Homens e mulheres, entre 18 a 24 anos de idade.

  • Quadro Complementar de Fuzileiros Navais

Nível de escolaridade: Ensino superior.

Somente homens.

Os famosos Fuzileiros Navais são composto por militares que estudaram na Escola Naval e pelos militares que entraram pelo Quadro Complementar do Corpo de Fuzileiros Navais.

Exigência: Ser brasileiro (duh), sexo masculino e ter menos de 29 anos de idade.

Exercíto Brasileiro[editar]

  • Escola Preparatória de Cadetes do Exército

- Escolaridade: Ensino Médio completo ou estar cursando no 3º ano do Ensino Médio.

-Homens e Mulheres entre 16 a 21 anos.

  • Academia Militar das Agulhas Negras

-Precisa entrar na Escola Preparatória de Cadetes do Exército e passar num concurso que ela organiza.

  • Escola de Sargentos das Armas

- Escolaridade: Ensino Médio completo ou estar cursando no 3º ano do Ensino Médio.

- Somente Homens, de 16 a 23 anos de idade.

  • Escola de Sargentos de Logística

- Escolaridade: Ensino Médio completo ou estar cursando no 3º ano do Ensino Médio.

- Homens e Mulheres, entre 16 e 23 anos.

  • Escola de Sargentos de Logística (Saúde e Músico)

- Escolaridade: Ensino Médio completo e ter curso de Técnico de Enfermagem ou ser Músico.

-Homens e mulheres, entre 16 e 25 anos

  • Escola de Formação Complementar do Exército

- Escolaridade: É preciso ter Ensino Superior completo (como Direito, Engenharia... etc)

- Homens e Mulheres, dos 20... 21, 22, 23 anos (por aí... Idade que o pessoal se forma na faculdade) até os 36 anos de idade

  • Escola de Formação Complementar do Exército (Capelão)

- Escolaridade: É preciso ser formado em Teologia e ser padre amigo do pedobear sacerdote católico ou ser pastor ladrãoevangélico.

- Homens e Mulheres entre 20 e 30 anos ... Ou só Homem mesmo (para os padres)

  • Instituto Militar de Engenharia

- Escolaridade: Ensino Médio completo.

- Ter entre 15 e 21 anos

  • Curso de Formação de Oficiais do Quadro de Engenheiros Militares.

- Escolaridade: Curso superior na área de Engenharia Civil.

-Homens e mulheres acima dos 25 anos.

  • Escola de Saúde do Exército

- Escolaridade: Curso Superior de Medicina, Farmácia ou Odontologia

- Homens e Mulheres de até 36 anos.

Força Aérea Brasileira[editar]

  • Escola Preparatória de Cadetes do Ar

Escolaridade: Ensino Fundamental completo

Exigências: ser do sexo masculino e ter mais de 14 e menos de 18 anos.

  • Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR)

Forma Graduados. Escolaridade e Exigências: Para se tornar sargento da FAB, é necessário ter menos de 24 anos e o Ensino Médio completo.

Obs: é para ambos os sexos, porém somente homens podem entrar em algumas especialidades.

  • Academia da Força Aérea

Forma oficiais. Escolaridade e Exigências: Ter Ensino Médio completo e o mínimo de 17 e o máximo de 21 anos.

Se o seu sonho sempre foi pilotar um caça é aqui que você deve entrar.

  • Instituto Tecnológico da Aeronáutica

Exigências: ter Ensino Médio completo e menos de 23 anos.

  • Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica

Escolaridade: Ensino Superior (por exemplo Saúde, Comunicação Social, Engenharia, Direito, Administração, Tecnologia de Informação, etc). Ter menos de 36 anos.

É por aqui que a FAB consegue recrutar militares para os Quadros de Apoio.

Um médico e engenheiro que se recrutam por aqui, por exemplo, podem chegar ao posto de Major-Brigadeiro. Já um jornalista ou advogado, ao posto de Coronel.

Considerações finais[editar]

Não fique com medo de se apresentar nas Forças Armadas. Se tiver que ser humilhado (e você vai ser) será um processo natural de amadurecimento e de saber lidar com as pessoas. Na hora de tirar o Cam leve os documentos necessários para não ter que voltar para casa com cara de bunda. E o mais importante: se você for militar não quer dizer que você irá atrair mulheres (o seu caso não tem jeito).

Ver também[editar]