Amityville 4 - A Fuga do Mal

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Night creature.JPG Amityville 4 - A Fuga do Mal surgiu das trevas!!

Vamos mergulhar o mundo nas trevas!!

Puro osso.gif


Essa é a luz das trevas!


Amityville nunca foi lá uma série muito lecal. Mas até que se esforçaram em A Casa do Espanto, mas depois a ruindade desceu pelas escadarias da mansão e inclusive chegou à outras casas em Amityville 4 - A Fuga do Mal, de 1989. Esse filme ilustra o Mal correndo pelos encanamentos do Castelo temendo um feitiço da Morgana... não não, pera, o enredo não é tão absurdo assim. Na verdade, é BEM PIOR.

Plot de fezes[editar]

Depois de TRÊS FILMES fazendo e pintando miséria, finalmente um exército de padrecos foram fazer uma visitinha à mansão 112 da Ocean Avenue que... pera lá... em Amityville 3D os Lutzes não tinham explodido essa porra? Bem, ok, vamos em frente.

Um dos padres era o Padre Kibbler (Fredric Lehne, aquele que faz o Azazel de Supernatural - o capetão de olho amarelinho), que é o único que se convence de que o serviço de exorcismo não foi completo, porque aparentemente o demônio se alojou numa... numa... numa... NUMA LÂMPADA! Sim sim, NUMA LÂMPADA! Ou seja, o demônio oficialmente virou o gênio da lâmpada, só fazer três desejos que rola. Ou seria igual à lenda do demônio na garrafa? Bem, acho que estou viajando demais, sorry.

Daí no dia seguinte rola um bazar com os móveis e roupas da casa, e uma velha carcomida decide que seria uma boa comprar a lâmpada para dar à irmã porque é legal dar coisas que você mesmo acha feio e zoado pra própria família. Aliás, essa besta, por xingar a lâmpada acaba por sofrer um corte que nem a bactéria do tétano seria capaz de foder tanto com o corpo da indivídua do jeito que essa lâmpada conseguiu. Cruzes!

Ao chegar na casa da irmã dessa retardada, começa o caos fodido, pois que a lâmpada passa a realizar... pegadinhas controlando os outros móveis da casa. Sério. Claro que, entre uma pegadinha do Mallandro e outra ela corta a mão de um ali, cozinha um pássaro no micro-ondas, mata um encanador acolá afogado em água preta, etc etc etc. Além de a luminária conseguir matar uma velha estrangulada e conseguir fazer o legista achar que ela morreu de INFARTE, e também fazer uma garotinha imbecil achar que aquela luz era o pai dela que morrera a pouco. No fim, o padre Kibbler, usando o OLX pra achar quem foi a trupe ignorante que se apossou da lâmpada maldita e consegue rapidinho convencer eles que essa porra tava com o cão nos circuitos, vão no sótão e tacam o eletrodoméstico satânico penhasco abaixo. E assim todos viveram felizes para sempre. Menos o gato da família, que foi inventar de lamber o que restou desse artefato possuído e acabou ele ficando com o cão no gato. What? Por que essa colocação estúpida me fez lembrar de Catdog???