Estadunidenses

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Americano)
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Americano também pode ser alguém que torce para algum time chamado América Futebol Clube.

McdonaldsAmerica.jpg Made in U$A

Este artigo é gringo! Ele usa eletrônicos da Apple, tem um Chrysler poluidor, não joga futebol e acha que é privilegiado..

Patrick.gif "Que burro! Dá zero pra ele!"

Este artigo é sobre algo ou alguém burro ou completamente imbecil.

A Desciclopédia está se pouco lixando se a burrice dele(a) contaminar você.

Cquote1.png Você quis dizer: Patriota Cquote2.png
Google sobre Estadunidenses
Cquote1.png Você quis dizer: Gordos? Cquote2.png
Google sobre Estadunidenses
Cquote1.png Você quis dizer: Donos do mundo Cquote2.png
Google sobre Estadunidenses
Cquote1.png Time is Money (para os 12% mais ricos do país, que fazem parte do 1% mundial)!! Cquote2.png
Estadunidense sobre citação favorita
Cquote1.png Eu conhece! Your capital is Buenos Aires! Cquote2.png
Estadunidense sobre Brasil
Cquote1.png Mas Amazônia is mine! Cquote2.png
Estadunidense sobre os brasileiros
Cquote1.png What? Is a commie country? Cquote2.png
Estadunidense sobre Brasil da Europa Portugal


Os americanos são uma raça de baleias encontrada predominantemente nos Estados Unidos. Os americanos são primariamente predadores, mas sabe-se que apesar disso, eles não se alimentam de seus próprios filhotes. O tamanho médio varia de anoréxico a obeso, dependendo da espécie. Populações mais densas desse gênero estão nas áreas descritas pelos cientistas como "buracos negros culturais", como Los Angeles, Las Vegas e Miami.

Os cientistas não estão em consenso sobre qual o nicho ecológico dos americanos (atualmente são classificados como parasitas). De fato, um biólogo descreveu os americanos como "os tumores do mundo animal."

Este lagarto é similar aos estadunidenses em muitos aspectos: tem sangue-frio, necessitando de enormes quantidades de energia para se movimentar, votou a favor de Reagan em 1980, e, como você pode ver claramente, é muito patriótico.
Acredite ou não, isso daí levantando a bandeira do Tio Sam é um BRASILEIRO!


A obesidade é uma característica tão forte desses seres estranhos, que os dois esportes favoritos na Murka são o Handegg e o Baseball, pois, nesses dois esportes, os atletas correm por 20 segundos e depois param por 2 minutos. Dessa forma, mesmo pedaços de sebo gordos, preguiçosos e inúteis podem se tornar grandes astros.

Além disso, as baleias de terra possuem um ilusório senso de heroísmo na história, achando que realmente foram eles que derrotaram os nazistas e os japas na Segunda Guerra, quando qualquer pivete de 12 anos sabe que foram os Russos e Chineses que seguraram a bronca perdendo, cada país, de 20 a 30 milhões de pessoas durante a guerra. Chineses chegaram a derrotar 80% da infantaria do exército imperial japonês, cabendo a Murka chegar, tanto na Europa quanto na Ásia, apenas nos 40 minutos do segundo tempo para participar da espoliação da Alemanha e do Japão. E, na verdade, a bosta das bombas atômicas não foram o que fizeram o Japunhetão se render, e sim a Operação Tempestade de Agosto levada a cabo pela Rússia. Além disso, os ratos de Mcdonalds só tiveram sua base em Pearl Harbor detonada porque eles cortaram o fornecimento de petróleo que chegava da Indonésia para o Japão. Mas claro, como sempre a história que esses cetáceos de terra contam é "I didn´t do nothing wrong!"... "foram eles que me atacaram!!". Na verdade, na única guerra em que esses escrotos lutaram sozinhos, tomaram um cacete de um bando de crioulos do arroz esfomeados, esfarrapados e fodidos no Vietnam.

Evolução dos americanos[editar]

O gênero Americanus nem sempre foi a espécie dominante no continente norte-americano. Originalmente, a América do Norte era habitada pelos membros agora quase extintos membros do gênero indígena (também chamados de "americanos nativos", "índios americanos", "indígenas americanos", não que isso importe o que você chamá-los porque eles ficam ofendidos de qualquer forma). As espécies atuais de americanos evoluíram a partir de uma pequena população de Europus emigratus que acidentalmente foram transplantados em rota durante para uma rotineira busca quixotesca pelo o ouro. Usando a análise genética, os cientistas foram capazes de deduzir toda a horripilante história.

A primeira migração foi terrível para os E. emigratus, e por isso eles contaram com a cooperação dos nativos para sobreviver. Durante este tempo, parece que os nativos não viam os recém-chegados como uma ameaça, mesmo realizando festas de Tupperware com eles (na verdade, os anos seguintes tiveram uma expansão no mercado em plásticos). Este tempo de paz não durou muito, porém, os europeus conseguiram a mais formidável adaptação evolutiva armando-os com: dança de salão e pintura do retrato. Através de uma utilização inteligente destas armas potentes, eles facilmente destruíram adaptações dos próprios nativos próprio da dança da chuva e da arte abstrata, o que confirmou sua reputação como uma espécie invasora. Infelizmente, durante os 200 anos seguintes, a medida que os E. emigratus se uniram para formar o gênero Americanus, os usurpadores perderiam essas habilidades inestimáveis (que foram substituídas por quadrilha e grafite).

Ironicamente, os americanos hoje se encontram ameaçados por novos gêneros por serem incapazes de afastar os imigrantes ilegais (Mesoamericanus emigratus) adaptações superiores nas habilidades de dança de salsa e pintura de muros.

Os americanos atualmente destacam-se por serem idiotas, eles acham que roubaram a América pra eles, que qualquer um que more em países da América são latinos e eles são os americanos.


Pizza slice.png Estadunidenses é obeso(a), ou está "acima do peso"

E come Leite Moça com pão e açúcar.

Clique aqui para conhecer outros elefantes, se ainda sobrar espaço...