American Airlines Center

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: American Airlines Arena Cquote2.png
Google sobre American Airlines Center
Cquote1.png Troll1.jpeg Cquote2.png
Torcedores do San Antonio Spurs e do Houston Rockets antes de 2011 sobre o ginásio não possuir títulos de basquete
Cquote1.png Okay-meme.jpg Cquote2.png
Os mesmos torcedores do San Antonio Spurs e do Houston Rockets em 2011

A Al Qaeda Center American Airlines Center (não se confundir com American Airlines Arena) é mais um dos inúmeros ginásios da NBA, onde é usado pelo Dallas Mavericks e que por alguma razão, motivo, causa ou circunstância, também são usados por times da NHL, no qual dessa vez é usado também pelo time Dallas Stars, além duma porrada de times de ligas secundárias.

Construção[editar]

American Airlines Center lotada em um clássico contra os Spurs.

O ginásio apenas foi construido em 1999 quando queriam substituir a arena local velha de Dallas, chamada de Reunion Arena, quando resolveram construir outro ginásio mais novo na cidade, quando fizeram a burrada de construir-o perto de uma usina elétrica, mas como não era o Brasil, no qual daria muita merda se acontecesse isso, e por sorte dos americanos, era uma usina velha, no qual conseguiram criar o estádio interno.

Alguns meses durante a construção do ginásio, o dono da American Airlines, não se contentando com possuir a tão famosa American Airlines Arena, o mesmo quis comprar os naming rights de outro ginásio, e o nomeou de American Airlines Center, no qual esse nome ficou até hoje em dia. Diferentemente de vários ginásios que inauguram com jogos, começaram com um show do Eagles, e depois um evento secundário de futsal americano, no qual todos estavam cagando e andando para esse evento.

Recepção[editar]

A American Airlines Center em um jogo do Dallas contra um time comum.

O estádio no mando dos Dallas Mavericks recebe bom público apenas em jogos contra o San Antonio Spurs, ou se for contra o Houston Rockets, ou algum time famoso da Conferência Oeste, se não apenas comparecem em média uns 200 torcedores. O dono da American Airlines teve que apelar para pagar os produtores do desenho Os Simpsons para fazer o estádio dos Mavericks aparecerem em um episódio, onde o estádio interno é chamado de Dallas Arena, no qual fez surgir os apelidos retardados da SporTV para ginásios da NBA com nomes de empresas.

O ginásio apenas recebeu bom público nos anos de 2006, onde os Mavericks e o Miami Heat chegaram a final, no qual confundiu mais de 8000 narradores internacionais que confundiam os ginásios, já que as duas arenas tinham nomes pertencentes a American Airlines, no qual seu dono estava cagando e andando para qual das equipes iria vencer naquela final, já que seus dois estádios estão em bons públicos, no qual o Miami Heat venceria aquele ano.

Em 2011, também possuiu grande público, no qual o Dallas Mavericks também conseguiu chegar a final do campeonato, e enfrentou o Miami Heat, no qual ocorreu quase a mesma coisa da final anterior, mas só que dessa vez o Dallas parou de ser um time secundário (ou não) e finalmente ganhou a NBA, fazendo novamente o dono da American Airlines ficar podre de rico.

No ano seguinte em 2012, os mesmos torcedores totalmente iludidos também comparecerem para ver se o time do Dallas vencia de novo o campeonato, mas se fodeu quando enfrentou o Oklahoma City Thunder, e tomou um verdadeiro estupro na primeira fase dos playoffs, perdendo todos os jogos.

2013 em diante, o ginásio apenas serve para ser palco de choros da torcida local quando perde os clássicos texanos.

Ver também[editar]

v d e h