Alberto Goldman

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ladra02.gif Alberto Goldman é mais um dos
POLÍTICO$ DO BRA$IL

E comprou diploma.

Rabbimetal.jpg Cadê o moedinha?

Este artigo é judeu! Ele odeia samaritanos, foi escolhido por Javé e não come lagosta porque é caro e anti-kosher. O autor deste artigo provavelmente é contador e deve estar cuidando da lujinha.

Cquote1.png Com Goldman teremos continuidade: sai um vampiro, entra um devorador de criancinhas Cquote2.png
José Serra.
Cquote1.png Goldman é meu herói: quando crescer quero ser como ele Cquote2.png
Surfista Prateado.
Cquote1.png Alberto Homem de Ouro Cquote2.png
Google Tradutor sobre Alberto Goldman.

GOLDMAN é um importante super-herói brasileiro da legendária família de heróis UDN. Alberto Goldman é o nome real do super-herói.

José Serra é o verdadeiro pai de GOLDMAN.

Conhecido também como o super-herói dos homens ricos, GOLDMAN trava uma luta sem tréguas contra os pobres e aqueles que ameaçam os donos do ouro. Para isso, filiou-se à UDN em 1988, tomando parte de gloriosas campanhas políticas ao lado de Fernando Henrique Cardoso e José Serra.

Mas o que poucos sabem é que por trás desse super-herói bate um coração humano. GOLDMAN tornou-se super-herói por conta de uma tragédia do destino. Antes de sua vida de super-heroísmo em defesa dos donos do ouro, GOLDMAN era um humilde militante comunista, vivendo em um pequeno apartamento de 4 quartos em Higienópolis, na capital paulista. Como bom comunista, apreciava comer criancinhas e tomar bons vinhos franceses, viajava frequentemente à Europa e não precisava trabalhar, vivendo sob o honroso título de resistente à ditadura.

Mas o destino trouxe o percalço: com a queda do Muro de Berlim, ser comunista não dava mais casaca a ninguém. O jovem Alberto Goldman logo percebeu isso e resolveu servir à própria causa por outra forma: nasceu então GOLDMAN, o super-herói em defesa dos ricos necessitados.

Goldman também mexeu seus pauzinhos e enfiou seu secretário Jhonny Saad João Sayad, na presidência da Fundação Padre Anchieta. Para você que é burro, na presidência da TV Cultura de São Paulo. Já é tradição, após 16 anos de tucanalhas no governo do estado, que o governador meta seu bedelho bata com o pau na mesa do conselho diretor e decida quem preside o canal, fazendo este conselho da FPA parecer mais inútil que a Academia Brasileira de Letras (que, pelo menos, ainda serve um chazinho às cinco para os mais gripados).

Jhonny Saad João Sayad já chegou tocando o terror. Prometeu que ia demitir 80% da turma, contratou a Marilia Gabi GabriHerpes Marília Gabriela, fudeu com o Roda Viva, demitiu o Cunha Jr. e o Heródoto, e medita na contratação da Márcia (ao invés de trazer de volta a pelancuda Sylvia Hipopovic), avalia os cachês astronômicos pedidos pelo homossexual Amaury Jr. (ao invés de trazer de volta a afetadíssima madame César Giobbi) e pensa resgatar da tumba o Gilberto Barros (ao invés de trazer de volta o atual repórter do Vídeo Show Serginho Groisman), além de chamar para gravar uns pilotos, caso percam as eleições, os novos canalhas da política Netinho de Paula e Tiririca. Ou seja, só a fina merda da TV brasileira. Mais quatro anos de cagadas garantidas na nossa telinha.

Mas,dentre as façanhas do "homem-de-ouro" a mais instigante foi seu segundo casamento com a secretária. Sua musa, a mulher por quem ele deixou o enlace consagrado na sinagoga, a senhora Deuzeni, muito conhecida como Deuza Motoserra (dizem que a alcunha não incomodou Monica, mas deixou Soninha com a pulga atrás da orelha) descreve com orgulho os seis anos de adultério. Sempre loira, bem plastificada e com certa dificuldade para caminhar (não por sua idade já avançada, mas sim como consequência de sua altitude determinada pelo "salto sete" que esta brava senhora não abandona jamais), a primeira-dama em mandato-tampão costuma locomover-se em carro elétrico pelo Parque da Água Branca para regozijar-se com a paisagem desértica que está implantando no local, já que detesta árvores e tem tratado de cortá-las. Posuidora de um currículo invejável, Deuza Motossera possui PHD em: Decoração com conhecimento profundo sobre a confecção de enfeites para Hanuká; Tintura para cabelos com especialidade em Platinun Blonde e Paisagismo aplicado a plantas de plástico, além de ser muito conhecida em Higienópolis por suas habilidades como alpinista.


Ligações externas[editar]


MarcoFeliciano.png Este artigo trata de uma personalidade mortalmente,
putaqueparivelmente e filhadaputamente odiada!
Provavelmente ele(a) é um(a) idiota inútil que não vale porra nenhuma!

Conheça outros filhos da puta clicando aqui.